Visualizações

6 de jan de 2014

Último- Capítulo 22

Acordei bem cedo, talvez porque não tive uma noite de sono muito boa. Eu estava apreensiva, esperando a todo o momento pela hora em que Joe acordaria e eu saberia se tudo aquilo era real. Eu mal podia esperar para me descabelar de felicidade ou sair dali chorando.
-Ai minha cabeça- ouvi Joe resmungar ao meu lado, enquanto movia seu corpo constantemente pela cama. Eu não sabia se falava com ele, se esperava ele falar comigo... até que ele esbarrou em mim.
-Oi- eu sussurrei depois que ele mexeu no cabelo e esfregou os olhos, me encarando. Eu tenho certeza que ele não ouviu o que eu disse, porque nem eu mesma ouvi.
-Como...?- ele piscou algumas vezes e sua boca se abriu diversas vezes, como se ele quisesse falar alguma coisa mas não soubesse exatamente o que- O que você tá fazendo aqui?- perguntou com uma expressão confusa.
-Ontem...- eu comecei já sentindo meus olhos arderem- Você não lembra o que você fez ontem?- foi o que eu perguntei. Como eu ia explicar tudo a ele? Eu nem queria.
-Não, eu não lembro...- disse- O que eu fiz? O que a gente fez?- ele ergueu a sobrancelha, concertando a pergunta.
-A gente tinha... voltado- eu disse com um sussurro- Você disse que tava ciente do que tava fazendo.
-Você voltou a namorar comigo enquanto eu tava bêbado?- ele me encarou incrédulo- Isso é loucura, Demi, eu não sabia o que tava fazendo.
-Eu achei que...- respirei fundo. Eu só tinha que aguentar mais alguns minutos, até eu levantar e vestir minha roupa. Depois eu podia dar o fora dali e chorar o quanto quisesse.
Joe continuou me encarando com a mesma expressão. Eu não achei que se isso acontecesse, ele seria tão imparcial. Mas já deveria imaginar. O que eu tinha na cabeça pra me deixar levar pelo papo de um cara bêbado?
Levantei ainda segurando o lençol grudado ao meu corpo, mesmo que eu estivesse vestida com a lingerie. Corri meus olhos pelo quarto à procura da minha roupa e a encontrei num canto. Me afastei mais da cama e virei de costas para Joe. Desdobrei com rapidez minha blusa e aí percebi que minhas mãos estavam tremendo. Eu precisava me acalmar. Respirei fundo mais algumas vezes e senti alguém atrás de mim.
Olhei por cima do ombro e vi Joe bem próximo com um sorriso maroto no rosto. Encarei-o ainda mais confusa e senti seus braços me abraçando com força por trás. Seu rosto ainda tinha um sorriso enorme estampado.
-Que isso?- eu perguntei estática.
-Eu sei exatamente tudo que eu fiz na noite passada- ele riu brevemente- Era brincadeira, meu amor.
-Você... O que?- resmunguei tentando me afastar, mas ele apertou mais seus braços.
-Desculpa, eu não podia perder a oportunidade- disse agora com uma expressão mais culpada. Eu não ia deixar aquela carinha nem a respiração quente que eu sentia batendo na minha nuca me distraírem.
-Isso não teve graça nenhuma- eu disse chateada. Muito chateada. Tinha vontade de dar um tapa daqueles nele. Eram muitas emoções juntas agora que me davam vontade de rir, chorar, gritar, tudo ao mesmo tempo, se fosse possível.
-Ei- Joe chamou minha atenção, virando meu corpo até que eu ficasse de frente para ele. Seu rosto não estava mais contente e aquele sorriso havia desaparecido completamente- Você tá triste comigo?- perguntou. Eu desviei o olhar, querendo me virar de costas para ele novamente. Não queria que Joe visse meus olhos marejados.
Ele me puxou para perto e acariciou minha bochecha enquanto me dava um beijo lento e apaixonado.
-Eu não gostei da brincadeira- sussurrei depois de um tempo- Eu mal dormi ontem com medo de que você realmente não se lembrasse- confessei.
-Eu não disse que sabia o que tava fazendo?- questionou com a voz calma e eu assenti- Não precisava ter medo, eu não tinha motivos pra voltar atrás. Eu te amo, Dems.
-Ai- levei uma das mãos ao cabelo sorrindo brevemente.
-Não fica chateada comigo- ele pediu, agora sorrindo.
-Mereço um namorado que ri às custas da minha agonia- murmurei e me sentei na cama.
Ele riu ainda de pé na minha frente e eu levantei meu rosto para encará-lo. Ele tinha um sorriso no rosto, um sorriso lindo e meigo e não usava nada além de uma calça de moletom. Agachou-se na minha frente e levou uma de suas mãos até a minha nuca. Depois ele me puxou para um selinho demorado e quando nos separamos, desci uma das minhas mãos até seu braço, acariciando-o.
Joe subiu na cama e me abraçou por trás novamente distribuindo muitos beijinhos em minha nuca.
-Se você tivesse visto a sua cara, estaria rindo também- ele sussurrou e eu revirei os olhos, me afastando- Olha, isso é pra você aprender a confiar em mim mesmo quando eu estou bêbado.
-Ah mas então você vai precisar trabalhar duro pra conquistar essa confiança- brinquei- Você lembra mesmo de tudo que aconteceu ontem?
-Claro- garantiu- E aí, provei que o meu amor por você é forte o suficiente?- ele sorriu na minha direção.
-Por que tá perguntando isso?- eu ri da cara dele.
-Como assim? Eu tava bêbado e mesmo assim deixei de transar com aquela menina só por causa de você.
-Não fez mais que a sua obrigação- dei de ombros.
-Você é fogo, hein- reclamou.
-Você já tinha me provado tudo o que tinha pra provar, Joe- eu disse tranquilamente- Mas eu fiquei muito feliz pelo que aconteceu ontem, sério mesmo. Você pensou em mim mesmo... com tudo aquilo acontecendo- ri sem humor.
-Eu. Só. Penso. Em. Você- ele disse baixinho enquanto seus lábios roçavam nos meus- Sabe, eu... acho que as minhas lembranças sobre o que aconteceu ontem depois que eu saí daquele quarto e dei de cara com você não estão muito claras...-  ele disse em meu ouvido.
-Você quer que eu deixe as coisas mais claras pra você?- questionei com a voz mais maliciosa que eu consegui.
-Seria uma boa ideia.
Joe riu abafado e eu me levantei da cama, trazendo-o junto comigo, até que chegamos à parede do quarto. Ele me imprensou ali sem que eu precisasse pedir e juntou nossos corpos com rapidez. Beijou minha nuca e passeou com suas mãos pelo contorno do meu corpo.
Senti suas mãos alisando minhas costas e deixei meu pescoço livre para que ele distribuísse beijos ali. Segurei fortemente suas costas enquanto ele direcionava sua mão até o meu quadril. Seu toque era preciso e me dava vontade de pedir para que ele não tirasse nunca suas mãos de mim.
Joe acariciou minha coxa e não demorou a puxá-la, fazendo com que eu, inconscientemente, prendesse minhas pernas em volta do seu corpo. Sem esperar mais, ele abriu o fecho do meu sutiã e eu me livrei dele fazendo-o cair no chão. Juntamos nossos lábios e suas mãos prenderam-se em meus seios, me acariciando da melhor maneira possível.
Meus pés encostaram-se ao chão quando Joe se afastou um pouco, ainda mantendo sua boca junto a minha, e caminhamos juntos até a beirada da cama.
-Não foi assim que aconteceu- eu disse divertida entre o beijo.
-Então me mostra o que aconteceu quando a gente chegou aqui- ele pediu, partindo o beijo para me encarar com um sorriso maroto.
Joe me deitou na cama, apoiando uma de suas pernas, que estava entre as minhas, e encarou meu tronco nu. Eu odiava isso e ele sabia, porque mesmo que não tivesse vergonha, eu instantaneamente corava. Puxei-o para perto novamente, começando a distribuir beijos pelo seu pescoço conforme minhas mãos deslizavam pelo peito dele. Joe riu no meu ouvido e se encarregou de puxar minha calcinha para baixo.
Nossos beijos se tornaram mais calmos enquanto terminávamos de nos despir e nossas testas se encontraram, assim como nossos olhares. Permanecemos assim durante alguns segundos, tempo que geralmente não perdíamos em meio a uma situação como essa. Sorrimos juntos e deixamos todo o resto pra trás. A única coisa que importava de fato era o ali e o agora.

------**---**------

-O que eu perdi?- Lola comentou sorrindo largamente quando Joe e eu chegamos juntos à sorveteria.
-Você não perdeu nada além da consciência- Joe brincou.
-Ela não lembra de nadinha- David gargalhou, provavelmente lembrando-se de como ela estava hilária na noite passada. Lola lhe deu um tapa.
-Por que você não me contou isso? Era importante- disse indignada e depois voltou a nos encarar- Finalmente, hein?- sorriu.
-Foi exatamente isso que você disse ontem- rimos juntos quando Joe comentou.
- Finalmente- eu repeti, assentindo.
-Quem diria, hein, vocês dois- David sorriu animado- Sexo que se transformou em amor. Bem inspirador- brincou.
-Verdade- Joe concordou- Quem diria que eu ia me apaixonar por você- ele segurou minha cintura e ficamos um de frente para o outro.
-E quem diria que se você se apaixonasse por mim eu me apaixonaria por você também- sorri e lhe dei um beijo, o mais apaixonado e verdadeiro que eu já havia dado em alguém.

então, gente, acabou... :( é tão  triste pra mim quanto pra vocês, acreditem. Mas eu só espero que tenham gostado mesmo :)
E sobre o capítulo, enganei vocês no começo? hehehehe
comentem, tá? eu sei que acabou, mas ainda assim eu gostaria de saber o que vocês tem pra me dizer :) e me desculpem, eu queria escrever um capítulo maior, mas... :/ 
Quando eu voltar de viagem ~lá pro dia 20 e pouco~ eu apareço aqui pra dar sinal de vida :)
muito obrigada, do fundo do meu coração! Eu agradeço profundamente à cada um de vocês por cada coisinha que fizeram para marcar a minha vida. Obrigada de verdade.
Então, até a próxima!
mil beijocas,
Brubs <3

comentários respondidos> aqui

13 comentários:

  1. Vc me enganou kkkkk tomei um susto,mas ai pensei, no e ppossível no final ele nao lembrar kkk adoreiiiiiiiii essa fic, adorei msm, nao acredito q acabou , ms tudo q e nom dura pouco ne

    ResponderExcluir
  2. Quase que eu mato o joe kkkkkkk,pensei que era verdade... ~ainda bem~
    Eles juntos tão perfeito <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3

    Acabou :( ~momento chorar~
    Vou sentir saudades dessa fic !!

    Que venha mais fics u.u
    Até mais sua diva
    100 beijos
    brigadeirinha *-*

    ResponderExcluir
  3. Acho q tem um olho na minha lagrima :'( pqqqqqqq? Tô na fossa, eu tinha um relacionamento com essa fic, volta logo brubs! E aproveita a viajem ;D quero fotos hein? Serio, aproveita bastante. Ai q divoso a diva na disney *-* bjos. Boa viajem.
    Lia. <3

    ResponderExcluir
  4. Então, eu li os capítulos que sumi igual uma louca, pq é isso que a Polly faz depois de sumir um tempão kkkk Enfim, nossa, eu juro que quase dei um treco aqui. Joe do mal u_u Nossa, eu amei essa fic. Muito mesmo. Aproveita sua viagem o/
    Espero outra fic super ansiosa! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. aaaah, acabou ): uma das fics mais perfeitas que já li, muito triste por ter acabado, mas feliz também por ver que você concluiu mais um trabalho! Boa viagem pra você, que tudo ocorra bem e que você se divirta demais! ~dany~

    ResponderExcluir
  6. A intenção de enganar no começo do cap pegou todos haha NÃÃÃO, fim de fic é tão <3 o hot também foi tudo, especialmente na cena da parede skdjwh é tão triste ler um fim, parabéns pela fic, Bru, eu amei <33 ah e boa viagemmm, aproveita bastante!!!!

    ResponderExcluir
  7. você n me enganou u-u auehsuhae eu tava desconfiando que o Joe tava de brincadeira com a cara da Demi, ridículo ele, tadinha da Dem. A Lola foi minha personagem preferida em toda a fic, auandunskf amei amei amei essa fic, assim como todas as outras. Preciso que você viaje e volte logo porque eu quero fic novaaaaa! beijos, aproveita! ;*

    ResponderExcluir
  8. AHHHHH AMEEI <3
    Mds perfect,ameei
    Crlh no inicio fikei com penah da Demi Joe trollou ela kkkkk
    Ameei mds perfeect essa fic.. *-*
    Boa Viagem
    Xoxo

    ResponderExcluir
  9. Acaboou )':
    Eu amei o final, amei o capitulo e amei a fic, foi td muito perfeito e eu gostei muito da historia!
    Quase matei o Joe aushuashuas sorte dele que tava brincando hm
    Já quero novas fics rs'
    Bom, boa viagem e aproveite. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Linda desculpa ñ ter comentado nos outros,fiquei sem net.Gostaria q vc soubesse q mais uma vez vc foi fantastica,a fic ficou incrivel.Como falei anteriormente vc escreve MUITO bem e além do mais é uma fofa.Espero q sua viagem seja maravilhosa e te faça muito feliz e q vc volte ainda mais inspirada para postar logo para nós.Ficarei com saudades da fic,mas vv merece um descanso.rsrs
    Parabéna por mais uma fic.bjuuuuuu

    ResponderExcluir
  11. PS: na próxima fic poderia existir um baby Jemi, seria tão lindo e fofo haha ;3 não sei quando você volta, mas dia 17 farei uma cirurgia e não sei por quanto tempo ficarei sem entrar no blog ;/ beijo ~dany~

    ResponderExcluir
  12. VOCÊ ME ENGANOU! jurei que o joe não tinha lembrado de nada e eu já tava xingando ele de todos os nomes possíveis hauhauhauhau
    Awww a fic foi tão linda que eu vou reler ela <33333 Já to esperando ansiosamente pela nova fic :D
    Ah, eu mudei meu user no twitter! Agora é @gottafinddemi :)

    ResponderExcluir
  13. nao acredito que acabou :((((((
    posta a nova fic logo brubs, mal vejo a hora
    volta logo por favor

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3