Visualizações

28 de jan de 2013

13- É só um jogo, me desculpa!


Love is everywhere:
Camp's love
(1ª temporada)

(I don't own anything in this pic)


Gente, um avisinho básico que pode ajudá-los a entender melhor esse capítulo. Vocês costumavam ver Zoey 101? Espero que sim haha porque eu era viciada e vi todos os episódios mais de 1000000 vezes, o que não vem ao caso, Bruna '-'. Bom, durante esse capítulo, vai acontecer um jogo. Talvez vocês não consigam compreender ele da forma como eu quero, mas facilitará se lembrarem de um episódio, que na verdade foi um dos filmes da série, onde todos eles vão para a mansão do Logan e participam de um "reality show ". Existe um jogo, em uma piscina, onde a Zoey e o Chase jogam. Não sei se lembram, nem se chegaram a ver, mas para quem sabe do que eu estou falando, fica mil vezes mais fácil. Eu tentei achar um gif para mostrar melhor, mas não consegui nem foto :/ O filme se chama "spring break up" :) E o jogo desse capítulo foi inspirado nesse do filme. Eu nem sei se existe um nome para isso, se souberem, me avisem! hehe 

Demi on:
Aham, estamos namorando. E eu não podia estar mais feliz. Depois da noite maravilhosa que passamos juntos- APENAS juntos, não pensem além disso- eu entendia agora porque ele dissera que seria complicado. A competição exigia mais de nós a cada dia, o que resultava em cansaço eterno. Ainda nos víamos as escondidas, mas durante esses dois dias que se passaram, eu percebia que o insistindo "competitivo" estava florescendo entre nós. E eu não gostava disso.
Estava sendo complicado encarar a rivalidade durante o dia todo e à noite beijá-lo como antes, ficar abraçada com ele. Eu não sei como isso aconteceu, mas estávamos tratando um ao outro como rivais. Parecia que estávamos lutando em uma batalha, o que era ridículo.
Ambos sabíamos que aquela competição estava prestes a estragar muita coisa, mas prometemos que não deixaríamos.

Me dirigi até a piscina, observando o jogo que já havia começado. Quando o sol começava a se pôr, a temperatura caía como se tivesse sido jogada penhasco abaixo. Era absurdo. E eu achava um absurdo ter que entrar em contato com a água nesses momentos. Porém era o último jogo do dia e logo acabaria.
Conforme eu vigiava atenta meu grupo, vi Joe em um canto, torcendo animado. Eu achava que ele estava me evitando mais ultimamente, e quando eu passava por ele, seu olhar era desprezível. Como se eu fosse apenas uma "vermelha" e ele um "azul". Existiam vezes em que ele forçava um sorriso, mas logo desviava o olhar. E quando a noite caía, ele aparecia com aquele sorriso encantador. Está vendo porque eu não estava gostando daquilo? Era como se vestíssemos máscaras durante todo o dia, para deixá-las caírem com o chegar da noite.
Mesmo que eu já estivesse ciente, me dei conta de que teria que competir com Joe. Não parecia uma boa ideia nem de longe. Dentro da piscina havia sido montada uma estrutura, com duas superfícies, uma de cada cor, que seria onde ficaríamos de pé, como um pedestal. Eram estruturas pequenas, onde mal cabiam nossos pés e redondas. Nas mãos, usávamos um bastão grande e o objetivo era derrubar o outro. Eu não estava afim de jogar aquilo. 
-Vem Demi! Sua vez!- ouvi alguns gritos. Acho que passei muito tempo apenas imaginando o quão terrível seria lutar contra Joe.
Me aproximei relutante e deixei que colocassem em mim o colete e o capacete. Segurei o extenso bastão em minhas mãos e respirei fundo algumas vezes. Tá bem, Demi, que diabos você está fazendo? É só uma brincadeira! Pegue o bastão e se divirta! Não é um massacre.
-Pronta?- Joe sorriu divertido, me encarando enquanto subia em seu lugar. Assenti sorrindo e ouvimos o apito soando.
No começo eu me deixei pensar que seria diversão. Precisei ter a sensação de que estava quase caindo mais de três vezes para compreender que ele estava querendo mesmo me derrubar. Ok, ele estava fazendo isso porque era seu objetivo, mas eu estava magoada com suas atitudes. E não achava mesmo que um de seus objetivos durante aquele "jogo" seria me magoar.
Permaneci firme até quando aguentei. Ele fez de tudo que podia e claro, Joe era mil vezes mais forte do que eu. Mas oras, ele ganhara todas as vezes que competimos, porque eu nunca levei aquilo à sério. Porque achei também que ele me deixaria ganhar ou... sei lá. Tudo bem, ele não era obrigado a isso e eu nunca exigiria nada assim. Mas eu achei que, pelo menos ali, ele pegaria mais leve. Mas ele não fez isso.
Me derrubou com classe e riu contente enquanto eu caia na água. Mas com certeza ele parou de sorrir quando percebeu que minha cabeça estava sangrando. Eu sempre disse que era desastrada, não escondia de ninguém. Bastou eu cair para que a minha testa fosse cortada. Isso porque eu usava capacete. Imagina de fosse o contrário.
O corte não estava doendo porque eu estava mais preocupada com nós. Eu nunca desejei tal rivalidade, mas sabia que aconteceria. Será que agora ele se tocaria de que aquilo era ruim e nem um pouquinho divertido?
-Satisfeito?- sorri cínica, enquanto alguns monitores me ajudavam a levantar e perguntavam se estava tudo bem. Com a quantidade de murmurinhos que tínhamos ao nosso redor, somente Joe estava ouvindo o que eu dizia- Parabéns, você ganhou.
Saí dali com a ajuda de algumas pessoas e fui encaminhada para a enfermaria. Eu só esperava que não fosse nada sério. Sangue já me arrepiava, agulha então, nem se fala. O fato era que se eu precisasse de pontos, Joe seria um garoto morto. Constatei isso poucos minutos depois, quando uma enfermeira muito legal veio até mim com a ótima notícia. Se Joe der as caras aqui, nesse momento, eu não respondo por mim mesma.
-Da pra deixar eu entrar, Clarice?- ouvi Joe pedir, um pouco exaltado- E daí? Eu quero falar com a Demi agora!
Respirei fundo, sabendo que em alguns segundos ele estaria ali, junto a mim. Eu deveria querer isso, mas nesse segundo, queria matá-lo por me fazer levar pontos na testa, por ser idiota a ponto de deixar uma competição ridícula atrapalhar nosso namoro.
-Ela é minha namorada, Clarice- ele disse, sua voz cada vez mais próxima. Me senti estranhamente bem ao ouvir isso de sua boca, mas me limitei a sorrir- Não me importo se quiser me dar uma detenção por isso- deu de ombros.
Tentei manter minha cabeça vazia, porque vamos combinar, aquilo já doía demais. Enquanto eu segurava um pano com bastante gelo, podia sentir meu corpo tremendo. Era o que me faltava. Tudo bem que eu estava gelada o suficiente para uma hipotermia, mas seria a morte. Eu já não estava mal demais? O olha que eu não fiz nada para merecer isso, hein?!
Também, culpa do pai de Joe por não fazer uma piscina térmica. Coitado, ele não tinha culpa de eu estar irritada com seu filho. Mas vamos combinar que foi uma péssima ideia entrar numa água fria daquele jeito. Ainda com o gelo em minha testa... eu mal podia sentir meus dedos.
-Você está bem?- ele apareceu, vindo até mim, claramente preocupado.
-Não estou morrendo, Joe- revirei os olhos.
-Que péssima hora para isso- ele disse sério- Fiquei preocupado com você.
-Só não te mato porque estou com frio demais para pensar agora em como fazer isso- avisei.
-Desculpa, Demi- sussurrou. Como ele podia parecer mais chateado do que eu?- Não te machuquei de propósito.
-Você acha que eu estou magoada com você porque me derrubou e acidentalmente eu abri a testa?- quando ele ia responder, eu o interrompi- E vou ter que levar pontos nisso? Ah, não é por causa desse acidente.
-Uau, não mesmo?- murmurou irônico- O que aconteceu então?
-A gente pode conversar depois?- suspirei, melancólica. Não estava com cabeça nenhuma para isso agora. 
-Posso ficar aqui com você?- perguntou calmo e eu assenti, me deitando novamente na maca. Senti todo o meu corpo latejar e me culpei mentalmente por ter me sentado.
Joe puxou uma cadeira para perto de mim, porém não se sentou. Foi até o armário e abriu uma das portas, tirando um grande cobertor dali. Aquilo parecia quente e delicioso.
Se aproximou e colocou a peça sobre mim, beijando minha testa perto do machucado.
-Obrigada- sussurrei, realmente agradecida. Acho que nunca fiquei tão feliz em ver um cobertor perto de mim.
-Eu... costumava ajudar as enfermeiras quando era mais novo- deu de ombros- Escuta, me perdoa por... isso- levou uma de suas mãos até o gelo, colocando-a por cima da minha- Não acredito que te machuquei- disse.
-Você não faria isso, foi um acidente, não tem problema- forcei um sorriso, sendo o mais breve possível- Ainda quero te matar pelos pontos, mas a raiva está passando- ri sem humor.
-Já levei pontos em todos os lugares que possa imaginar- brincou- Relaxa, além disso, sempre vai se lembrar de mim quando ver a cicatriz- ri enquanto ele falava- Mas nem vai aparecer, foi pequeno demais.
-Agradeço por me fazer tentar ficar calma, mas tenho um medo incontrolável de agulhas.
-Conheço a médica, ela é ótima- piscou.
Sim, ela realmente era. Doeu menos do que eu pensei, acho que porquê, provavelmente, a mão de Joe doera mais ao ser apertada pela minha. Mas ocorreu tudo bem.
-Acho melhor trocar de roupa, Demi- ela sugeriu, enquanto se preparava para sair- Posso pedir para alguém buscar alguma coisa em seu quarto. Ficar molhada não te fará bem.
-Posso eu mesma pegar?- perguntei. Eu não queria ter que pedir a ninguém que entrasse no meu quarto revirasse minhas coisas para me trazer uma roupa. Ela apenas negou, fazendo uma careta.
-Eu pego- Joe se voluntariou. Tentei procurar um jeito de dizer "não", mas ele estava sendo muito legal comigo. E ele era meu namorado. Como eu podia querer alguém melhor?
A médica assentiu com um sorriso e deixou a sala. Ela havia mandado eu permanecer por aqui até me sentir completamente bem. Eu já me sentia, porém isso significava cerca de duas horas para ela. O tempo para o efeito dos remédios passarem. Eu estava bem para pensar e falar, mas ela me garantira que ao tentar andar, eu podia arranjar um corte maior.
-Não... precisa- fiz uma careta, tentando não parecer indelicada- Eu já estou bem, posso voltar para o meu quarto e...
-Alguma preferência para a roupa?- ele me interrompeu com uma carinha fofa e eu desisti bem na hora.
-Algo quente- disse, sorrindo. Mesmo com aquela calma toda entre nós, sorrisos e olhares, estávamos estranhos. Os dois.
-E... depois que eu voltar- ele se aproximou, mexendo em meu cabelo e passando o polegar carinhosamente por onde agora tinha um esparadrapo- Será que nós podemos conversar?- perguntou.
-Podemos- concordei e ele me deu um selinho demorado.
Permaneci sozinha até que ele retornasse com algumas roupas nas mãos. Ele era bom nisso. Joe me ajudou a levantar, até eu dizer a ele que tinha pernas e que elas não estavam quebradas. Mas mudei de ideia quando desequilibrei e quase fui ao chão. Ele me segurou com aquele sorrisinho de "eu te avisei".
-O que eu fiz?- ele se sentou na beirada da maca.
-Não vou enrolar- disse decidida- Essa competição está ridícula e eu não pensei que você fosse se render a essa rivalidade estúpida.
-Não estou me rendendo!- afirmou- Demi, você não pode dizer que eu não avisei. Te disse que seria complicado.
-Eu não me importo se tenho que passar alguns dias te vendo escondido, Joe- eu disse- O que me incomoda é o fato de você estar levando isso a sério, muito a sério- apontei para o meu machucado- Não estou te culpando. Você só fez disso uma verdadeira luta. Era para ser diversão.
-É só um jogo, me desculpa!- ele pediu, se aproximando- Eu não queria competir contra você nem te machucar, mas é o meu time, Demi. Eu só estou tentando ser um bom líder.
-Está tentando ganhar- completei.
-Não é isso- discordou- Eu estou dando o meu máximo para ganhar.
-O seu máximo significa terminar com o seu namoro? Competir contra a sua namorada?- questionei magoada. Talvez eu estivesse exagerando.
-O que acontece naquela competição não significa nada para mim- garantiu- O que me interessa é o que acontece quando estamos juntos. E você não precisa fazer uma tempestade como essa- sussurrou tranquilo.
-Eu só quero estar com você- sussurrei, cansando daquilo. Aquela briguinha já estava chata.
-Está comigo- ele afirmou, sorrindo e segurando minha nuca- Tá vendo porque eu pensei muito antes de te pedir em namoro? Não queria que isso acontecesse entre nós.
-Faltam só dois dias- lembrei- Acho que podemos aguentar até lá.
-Olha pra mim- ele pediu, calmamente. Obedeci, fixando meu olhar no dele- É só um jogo, tá? Era só...diversão- afirmou- Que tal você se divertir também? Uma rivalidade que no fundo não passa de uma brincadeira- sugeriu.
-Acho que pode ser legal- sorri- Eu enlouqueci, achava que... sei lá, as coisas ficaram complicadas... da forma como você disse- riu sem humor.
-Isso não importa mais, certo?- eu assenti e ele me beijou com vontade. Muita vontade.
Não demorou muito para que ele me mantivesse deitada na maca, se debruçando sobre meu corpo. Não que eu imaginasse isso, mas o que alguém pensaria se entrasse aqui agora?
-Você acha que já consegue voltar para o quarto?- ele perguntou em meio ao beijo, fazendo-me separar nossos rostos ao dar uma gargalhada. 
Ele estava certo. Era apenas um jogo e eu deveria me divertir. Afinal, não era para isso que eu estava nesse acampamento? .... Diversão?
Continua...
A competição não vai afetar muito eles, quase nada na verdade. Já ela termina :) Não vou narrar todos os dias de competição. Então, alguma de vocês já viu esse "filme" de Zoey 101 que eu comentei? haha 
Comentem bastante, ok? 15 para o próximo!
 Marquem o "eu li" :D
Ah gente, o próximo capítulo é um dos meus favoritos... pode não ser nada pra vocês hahaha mas eu amo ele *-* ~~justsaying~~ 
Agora eu queria dizer como eu fiquei com aquele incêndio que aconteceu em Santa Maria. As notícias que eu leio sempre me fazem pensar o quanto eu agradeço pela minha vida. É de partir o coração tudo isso que nós lemos, todas as mensagens, tudinho mesmo. Lamento de verdade por essa tragédia horrível que tirou a vida de tanta gente que ainda tinha muito o que viver. 

Beijos,
Brubs <3 Amo vocês.


30 comentários:

  1. já vi o "filme" sim,eu era viciada em zoey 101 kkkkk perfeito e posta logo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha né?! Somos 2 hihihihi \o\o obrigada, linda, postei :)

      Excluir
  2. foi engraçado essa competição
    a demi é de sorte kkk
    posta logo
    por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou hehehe :D Postei, linda!

      Excluir
  3. Tadinha da demi,se machucou !!!!!
    Tá perfeito o capítulo,posta logo,
    Beijos e #HappyLovaticDay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... mas ela já está beeeem melhor hahaha Postei! Awn linda, pra você também, mesmo que um pouquinho atrasado Happy Lovatic Day <3 Beijinhos!

      Excluir
  4. aiiiiiiiiiiiii qui lindo brubs posta ainda hoje please *_* nós temo-nos comportado bem, sempre 15 comentarios... posta ainda hoje vai ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha obrigada, amoreco! Putis... nem deu pra postar ontem, mas já postei! *-* Own, vocês são maravilhosas <3

      Excluir
  5. postaaa logo <3 to amando a fic *-*

    ResponderExcluir
  6. Ameeeeeiiii !! Aww.. Ansiosa p o prox. Capitulo :) bjs

    ResponderExcluir
  7. EU JA VI O FILME DE ZOEY FHBGHSF
    POSTA LOGO
    PLMDDS
    DSJFSDK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha fico feliz que tenha visto, acho que deve ter ajudado a imaginar a cena... ;) Postei, linda!! <3

      Excluir
  8. awwwnnn, eu amei, sério muito fofo eles fazendo as pazes no final e tudo, to doida pra essa competição terminar logo!kkkk
    eu também lamento muito a tragédia que aconteceu, vi um status do face de uma menina que disse que ao tentar sair da boate junto com o namorado dela, eles não conseguiram sair os dois e ele se sacrificou por ela. Ele morreu, mas ela conseguiu sair. Aí ela postou: calma, é só o amor da minha vida morrendo!
    eu chorei com isso!;(
    posta logo, flor!bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKK já terminou! LOL gente... nem me fale! Eu nem sei o que fazer quando leio essas notícias... já vi cada coisa circulando por aí, fico com o coração nas mãos, é simplesmente doloroso demais :((
      Postei, linda! beijos <3

      Excluir
  9. O Joe foi um idiota nesse jogo u_u Eu sei que é a competição e tals mas não precisava ser TÃO competitivo assim... Só que no fim do capítulo ele foi um fofo com a Demi aw
    Essa fic ta tão divertida, eu preciso de capítulos novos urgentemente! haha :D
    Eu já assisti o filme, é muito daora.
    Posta mais pfvrrrrrr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... mas foi só um momento ruim, um errinho, agora já passou lol Hahahaha obrigada, meu amor!! Awwwn não é? Eu amava Zoey 101 *-* Postei :P

      Excluir
  10. Leitora nova! Adorei o joe no final do cap awn.. Scrr posta logo!!.
    Ass: dora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn seja muito bem-vinda!! Ownt obrigada <33 Postei! :D

      Excluir
  11. A Demi tem razão. O Joe tá exagerando... td bem competir, mais mal olhar na cara dela durante a competição e ainda por cima chegar a machucar ela...
    Demi tem q se divertir msm. Chegou a vez dela...
    Postaaaaaa maaaaiiiiisssssssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham... mas já passou, os dois já estão ótimos, dando aqueles amassos que todo mundo ama! hahaha A competição já acabou... mas enfim, ta tudo ótimo entre eles agora :^) Posteeeeei!! <3

      Excluir
  12. POSTA LOGO POR FAVOR! To amando!!!!!! Vai demorar a parte HOT?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postei! Bom... não falta MUITO não! A fic é bem curta então aguenta só mais um pouquinho, ok? :D Obrigada!!

      Excluir
  13. fic mais perfeita que eu já li! Parabéns e posta looooogo pfvr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwn obrigada, amore, de verdade! Postei :3

      Excluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3