Visualizações

25 de dez de 2012

Chapter 25


Stay Strong


                                                                    "you should've said no"




-Como isso é possível, Joe?_ Mikey questionou, surpreso_ Você não amava a Demi mais do que tudo?
-Sim, eu amo_ garantiu_ Não tenho dúvidas sobre isso_ bufou.
-E qual é o problema?_ se jogou na cama de Joe, brincando com uma bola de basquete.
-Tenho dúvidas sobre o tipo de amor que eu sinto por ela_ confessou.
-Ta brincando comigo, né?
-Queria estar_ murmurou_ Não sei o que fazer. Eu cometi um erro enorme ao aceitar namorar com ela, devia ter pensado melhor.
-Você teve medo de magoá-la ou de mudar a amizade_ o amigo deu de ombros_ Desculpa, mas tanto você quanto ela sabiam que era um risco.
-Eu sei disso, mas eu me precipitei. Eu não sabia como lidar com o que a Demi tinha me dito... De uma hora para a outra aquela menina que sempre foi minha melhor amiga, que ouvia os meus podres estava ali, me beijando na frente da escola, dizendo que estava apaixonada por mim.
-Sabe o que aconteceu?_ sentou-se para encarar Joe, que estava de pé andando de um lado para o outro_ Você ficou sem escolha alguma.
-E acabei fazendo o que a minha cabeça mandou. 
-Nem vem, o coração também ajudou!
-É claro, eu amo aquela menina. O coração só se confundiu também_ deu de ombros_ E como é que eu vou explicar isso à ela? Depois de tudo que a gente passou?
-Torça para a Demi não achar que você usou ela, porque aquela menina é gostosa pra caramba.
-Olha o respeito, que eu ainda to namorando com ela_ disse.
-Tenta... conversar com ela, da maneira mais calma que conseguir. A Demi não reage bem a coisas desse tipo...
-Mas que droga que eu fui fazer_ levou uma das mãos a cabeça_ Eu não suporto a ideia de magoá-la, isso acaba comigo.
-Quando começou isso, Joe? De achar que alguma coisa tinha mudado?_ perguntou_ Vocês dormiram juntos, ficavam se beijando e se agarrando por aí o tempo inteiro... 

Flashback

-Então, o que você queria me falar?
-Eu.... senti uma coisa um pouco estranha ontem a noite_ confessou_ Só queria que você soubesse. E... talvez tivesse sentido o mesmo.
-O que foi?_ ele perguntou, acariciando o rosto dela.
-Antigamente eu sempre pensava em como era estranho tudo isso acontecer entre a gente_ disse_ Mas depois eu fui me acostumando com a nova... "situação"_ riu sem humor_ E estava tudo maravilhoso.
-Porque ontem mudou?
-Não... "mudou"_ fez careta_ É que voltou com toda força essa  coisa de "melhores amigos", sabe? Eu me senti... estranha por estar ali justo com o meu melhor amigo, mas ao mesmo tempo, você é a pessoa mais certa para tudo, entende?
-Você não é a única a pensar nisso_ admitiu_ Eu já me peguei pensando muitas vezes nisso, mas... eu ignorei porque... achava comum sentir isso já que a nossa amizade era de tanto tempo.
-Só te falei isso porque..._ respirou fundo_ Sentia que tinha que falar_ deu de ombros.

Fim Flashback

-Então quer dizer que a Demi deu motivos para você sentir que cometeu um erro?
-O que é estranho é que eu sei que ela me quer como namorado, mas volta e meia ela vinha com esses papos relacionados a "amizade". Eu não a culpo, ninguém disse que seria fácil.
-Pretende fazer o que?
-Não sei_ suspirou_ Eu só sei que não amo a Demi como namorada. Talvez isso nunca tenha acontecido. 

***
Joe tomou um banho depois que o amigo deixou sua casa, para tentar pensar melhor sobre o que havia feito e o que faria. Ouví-la dizer um "eu te amo" com outros olhos e se deixar levar por esse engano transformaram aquilo que eles viviam em uma mentira.
Ele a amava, sim, e muito, porém demorou a descobrir que não era da mesma forma que ela. Realmente era difícil entender o porquê, já que a menina era perfeita para ele e sua melhor amiga, uma pessoa que ele amava e sabia que amaria para sempre.

-Oi, meu amor_ disse ao se aproximar do sofá da sala de Demi, onde ela estava sentada. Beijou sua bochecha mas a menina logo se afastou.

"It's strange to think the songs we used to sing
The smiles, the flowers, everything: is gone
Yesterday I found out about you
Even now just looking at you: feels wrong
You say that you'd take it all back, given one chance
It was a moment of weakness and you said yes..."

-Não precisa mais fingir_ sussurrou, com a voz fraca. Ele conhecia bem essa voz.
-Fingir o que?_ perguntou confuso, encarando a menina parada bem na sua frente de cabeça baixa e abraçando a si mesma.
-Que me ama_ levantou seu olhar até encontrar com o dele. Teria que olha em seus olhos e ouvir a verdade.
-De onde tirou isso, Demi?_ questionou apreensivo.
-De uma conversa que eu ouvi agora pouco enquanto ia fazer uma surpresa para o meu namorado_ forçou um sorriso_ Ou ex_ deu de ombros.
-O que você ouviu?_ ele estava se sentindo a pior pessoa do mundo ao vê-la dizer essas palavras.
-Não foi muito_ deu de ombros_ Não ouvi sua conversa toda. Só  o "Eu só sei que não amo a Demi como namorada. Talvez isso nunca tenha acontecido."_ disse, lembrando-se daquelas palavras e automaticamente sentindo uma lágrima descer.
-Me desculpa_ ele pediu, chateado_ Não era a intenção fingir nada, Dems, e eu não estava fingindo_ garantiu_ Eu só confundi as coisas aqui dentro e me enganei.
-Porque me enganou?_ ela perguntou.

"And I should've been there, in the back of your mind
I shouldn't be asking myself why
You shouldn't be begging for forgiveness at my feet...
You should've said no, baby and you might still have me"

-Eu não te enganei_ sussurrou_ Quando você disse que era apaixonada por mim eu só consegui pensar em como ficaria a nossa amizade. Nunca quis estragar o que existia entre nós.
-Exatamente como eu pensei, como a Lucy me disse_ deu de ombros_ Eu sabia que você não me amava da mesma forma que eu fazia.
-O que a Lucy te disse não era verdade_ afirmou_Eu te amava sim, eu te amo_ se aproximou_ Mas não dessa forma. Eu sinto muito mesmo, do fundo do meu coração, ter que concordar com você. Eu não te amava da mesma forma que você_ confessou.
-Você me... usou?_ sussurrou, não querendo acreditar naquelas palavras.
-Nunca te usaria_ garantiu, certo daquilo.

"It was a moment of weakness and you said yes..."

-Então porque você dormiu comigo se não me amava?
-Eu achava que te amava! Entende uma coisa, nada do que eu passei com você foi falso. Nunca quis te magoar.
-Tarde demais_ sorriu, um sorriso triste_ Você deveria ter dito não quando eu me declarei pra você. Pouparia nós dois.

"You should've said no, you should've gone home
You should've thought twice before you let it all go"

-Mas eu não teria vivido nada que eu vivi com você nesses últimos meses. Foram os melhores dias da minha vida, Demi_ afirmou.
-Preferiu me enganar só para viver esses momentos comigo?_ perguntou magoada_ Só pra poder depois sair por aí e dizer que tirou a virgindade de uma menina?
-Não!_ ele negou rapidamente, incrédulo_ Eu não faria isso_ garantiu_ Não transei com você pra esfregar nada na cara de ninguém, foi porque eu queria.
-Você quer qualquer coisa que te oferecem e estão dispostos a dar_ deu de ombros, seca.
-Você quer brigar agora? Gritar comigo e partir para os insultos?_ questionou nervoso_ Que forma legal de resolver as coisas_ sorriu irônico.
-Não tem como resolver mais isso_ afirmou_ É melhor você ir.
-Tem como a gente conversar depois?_ perguntou, mantendo a calma.
-O que a gente tinha termina aqui_ sussurrou com uma dor no coração por dizer algo do tipo.
-O que a gente tinha ou o que a gente teve durante um tempo?
-O que a gente tinha_ respirou fundo, deixando outra lágrima cair.
-Ta vendo?_ sorriu cínico_ Eu sinceramente preferia ter mentido para você do que perder a nossa amizade_ deu as costas e saiu da casa dela, querendo socar algo o mais rápido possível, antes que socasse a si mesmo.
______________________________________________________________

-Demi, você já tentou imaginar a pressão que o Joe sentiu?_ Selena questionou_ Ele não queria te perder a acabou aceitando isso.
-Ele poderia ter me dito que não queria.
-Vamos combinar, nós todos sabemos que isso não daria certo_ disse_ Eu te conheço. Ele apenas tentou, para te deixar feliz e preservar isso que tinham. Ele deu uma chance ao que você sentia.
-E eu deveria estar feliz por isso?_ perguntou irônica.
-Sim_ afirmou_ Porque você teve os melhores momentos da sua vida ao lado de uma pessoa que ama. Não teria vivido tudo isso se ele não tivesse arriscado tudo.
-Eu me senti usada, Selena... foi como se o Joe que eu conhecesse antes tivesse desaparecido_ bufou.
-Isso já estava acontecendo. Você estava com medo de perder a amizade e ele também, durante o namoro então isso quase aconteceu muitas vezes.
-Não consigo olhar para ele, lembrar de tudo que ele me disse, tudo que aconteceu... eu me sinto ridícula_ sussurrou_ Por ter acreditado.
-O que ele te disse era verdade. O Joe te ama_ afirmou, forçando um sorriso_ Pode não ser dessa forma, mas... quem sabe ele ainda não encontrou um jeito de descobrir o que realmente sente.
-Nunca deveria ter dito aquilo à ele_ secou as lágrimas_ Era melhor que fôssemos apenas amigos. Agora... tudo se foi_ sussurrou, soluçando e deixando que as lágrimas caíssem.

***
Nenhum dos dois queria que isso acontecesse, e agora apenas sentiam mais medo do que qualquer outra coisa. Porque sabiam, acima de tudo, que retomar aquela amizade de antes seria uma completa batalha e eles deveriam lutar com o coração para ganhá-la.
Joe sentia-se destruído, acabado pela primeira vez em sua vida. O que ele mais temeu durante anos aconteceu, e veio logo depois dos melhores momentos de sua vida acontecerem. Mas ele não conseguia evitar o que sentia e por mais que fosse doloroso, Demi teria que encarar o fato de que nem sempre um namoro poderia dar certo.
Eles arriscaram demais, o suficiente para não terem mais um motivo para viver. Ambos tinham em seus olhos claras demonstrações de como tudo aquilo estava doendo, machucando e perfurando seus corações. Ele não se arrependia de absolutamente nada, apenas se castigava por não conseguir amá-la da mesma forma.
A menina estava certa de que não daria para voltar ao que era antes, e por enquanto ela estava melhor do que ele em relação a isso. Mas não demorou muito para que desse conta de que "seguir a vida" estava fora de cogitação, porque nunca, nunca mesmo, encontraria alguém que a amasse como ele, mesmo que fosse de um jeito diferente. Era impossível viver com outra pessoa o que havia vivido com Joe, o que haviam compartilhado,  todas as lágrimas e sorrisos, todos os momentos.
Não existia ela sem ele e quando Demi se deu conta do que estava acontecendo, o desespero a invadiu. Não era possível viver sem ele.

Continua...
Hey! Vamos lá! Primeiro, vocês não comentaram no último capítulo que eu postei de 'stay strong' :( Fiquei chateada, por mais que alguns amores tenham comentado, por isso eu postei! ;) E outra, comentem na mini-fic, tá? Eu sei que é Natal e tals e sei que eu sou a única que fica o dia todo no computador em pleno Natal, por isso eu entendo vocês e pretendo postar mais uma parte hoje :)
Gostaram? Bem, o que vai acontecer vocês terão que descobrir! :/ Amo vocês!!
P.S.: Depois eu respondo aos comentários! \O

Mil beijocas,
Bruna <3

7 comentários:

  1. Nao acredito que eles terminaram!!! Please faz eles voltarem. Ta perfeito bjs amo sei blog

    ResponderExcluir
  2. na hora que o joe disse : eu só sei que eu não amo a demi como namorada.talvez isso nunca tenha acontecer.eu fiquei com o coração partido,tipo o meu deus ele não ama a demi,como ela ama ele.
    triste.
    posta logo lindona,
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. OMG Estou passada com farofa :O Não esperava um capitulo desses agora.
    Como assim ele não ama ela??? Gente eu sempre achei que ele amasse ela assim como ela ama ele.
    Coitada da Demi :( Muito triste :(
    Ainda não acredito que eles terminaram, eu achei que depois da noite de amor deles as coisas iam ficar mais tranquilas entre eles, sem toda aquela tensão :/ mas pelo visto me enganei.
    E agora o que vai acontecer???? Muito curiosa pra saber.
    Capitulo mais que perfeito como sempre Brubs *-* Pena que foi triste.
    Posta logooo!!!!
    Te amo <333
    Beijos :****

    ResponderExcluir
  4. COMO ASSIM ACABOU???
    NÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOO
    OMG! tadinha da Demi :(
    depois de tanta insegurança de tatas dúvidas o Joe só deu motivos pra que ela acreditasse em todos os se's dela :SS
    aaaaahhhh... fiquei mô triste com esse cap. poxa...
    não quero jemi separados :( ~chorando~
    posta looooooogo!
    bjs, meu bem! :**

    ResponderExcluir
  5. Joe idiota! Espero que se resolvam e que ele perceba que ama ela. Posta logo

    ResponderExcluir
  6. Bruna! :(
    COMO ASSIM ACABOU? MEU DEUS! :( NÃO PODE, PELO AMOR DE DEUS! :( E agora? E a Demi? Não me conformo com isso! :( Espero que tudo se resolva logo, mas acho que ainda vai demorar um pouco! :/
    Posta logo!
    Beijo, te amo! <3

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3