Visualizações

30 de nov de 2012

Chapter 16


Stay Strong


                                                               "You're my favorite song"




Demi preferiu ir para casa depois do ocorrido. Ela definitivamente não queria sair daquela forma, mas agora tudo havia mudado. Ela estava sim um pouco arrependida pelo que havia dito, mas Joe não sabia disso. E agora, ele sabia de tudo que ela e Selena estavam conversando mais cedo. Não estava chateada com ele por ter ouvido, pelo contrário, era realmente mais fácil do que ela ter que conversar cara a cara com ele. Percebia agora o motivo da mudança tão repentina dele, e gostava disso. Gostava de como tudo parecia ter voltado ao normal, a como deveria ser. Demi havia se preciptado ao falar sobre como eram seus sentimentos perto dele, o que a impedia de olhar diretamente para Joe agora.
Conversariam mais tarde. Seria tudo mais simples, já que ela havia mudado de ideia, sobre muita coisa que antes pensava e agora que ele entendia o seu lado. Não queria magoá-lo com as palavras, mas viu em seus olhos a decepção quando ele perguntou aquilo à ela e ao receber a resposta nada amigável.
Já ele permaneceu durante algum tempo no terraço, apenas encarando o nada, pensando se realmente havia motivos para que ela se sentisse dessa forma. Algumas coisas tinham mudado? Sim, ele admitia. Mas não o amor, a amizade, isso nunca mudaria. E agora, depois de ouvir aquela conversa, ele parou para pensar e entender como ela se sentia. Se o menino havia deixado de ser tão carinhoso e atencioso como antes, agora ele apenas faria isso de novo, com cada vez mais paixão e cuidado. Talvez Demi não tivesse ideia do tamanho do amor que ele sentia por ela, tamanha importância ela tinha na vida dele.
___________________________________________

-Ele ouviu tudo, tudinho_ ela disse manhosa, esparramada na cama, com o telefone ao ouvido.
-Você já falou com ele depois disso?_ a amiga questionou.
-Não... eu estou confusa. Na verdade, arrependida, Sel_ fez uma careta_ Eu não devia ter falado daquela forma...
-Ele vai entender, tenho certeza_ garantiu.
-Tudo bem, eu também acho que sim... o Joe é sempre incrível comigo_ disse_ Mas eu não tenho ideia de como vai ficar o clima.
-Demi, você só disse como se sentia... não tem nada de errado nisso.
-Mas eu me equivoquei... hoje ele foi tão carinhoso comigo e eu percebi que era besteira minha. Não o que eu falei, mas com aquela intensidade.
-Pensa pelo lado bom, agora ele sabe de tudo sem você precisar falar diretamente a ele.
-Já pensei nisso... bom, pelo menos agora ele sabe_ deu de ombros_ Estou com medo da mesma forma, eu fui uma criança ao falar isso...
-Não, não foi_ afirmou_ Quando pretende conversar com ele? O Joe não ficou chateado com você por ir embora daquela forma, não é?
-Acho que não... ele me conhece, sabe que não ficamos sem nos falar por muito tempo_ riu sem humor_ Mas ficou magoado, dececionado com o que eu te disse. Isso ele ficou.
-Vai dar tudo certo_ disse tentando acalmá-la.
-Pretendo encontrar com ele agora_ Demi disse_ Me deseje sorte_ forçou um riso.
-Tudo bem, boa sorte!
____________________________________
Era exatamente assim que ele gostava de passar a tarde. Deitado no sofá, as luzes apagadas, janelas fechadas e um bom filme na tv. Ah, sem contar as porcarias que ele comia enquanto mantinha seus olhos vidrados na telinha. O ar condicionado ligado, aquele friozinho gostoso e ele ainda estava sem camisa. Nada melhor do que isso. Ou talvez sim, tivesse algo melhor...
Joe não podia mentir. Queria Demi mais do que qualquer outra coisa, ela era o que faltava ali. Mas sim, queria também evitar aquela conversa. Ele gostava de conversar com a menina, mas sabia que o clima ficaria estranho e se sentia mal por tudo que ouvira. Talvez não estivesse preparado para ouvir da boca dela que se sentia "mal" perto dele. Pensando em tudo que ambos já haviam passado juntos, isso soava como um absurdo.

"Words don't come easy
Without a melody
I'm always thinking
In terms of do-re-me
I should be hiking, swimming, laughing with you
Instead I'm all out of tune"

A campainha tocou e ele não se preocupou em colocar uma camisa nem acender as luzes. Apenas colocou o pote de pipoca de lado e caminhou até a porta.

-Hey_ ela disse sorridente, tímida.
-Oi, princesa_ ele sorriu, surpreso. Conseguia ser bem natural com ela mesmo depois de tanta confusão_ Não esperava que viesse_ riu sem humor, se aproximando com um abraço e um beijinho no topo da testa.
-Você me prometeu uma tarde maravilhosa_ U.u lembrou_ Vim cobrar_ eles riram.
-Bom, a minha tarde já estava maravilhosa_ ele disse, trazendo-a para dentro_ Agora vai ficar perfeita_ sorriu.
-Típico de Joe Jonas_ ela balançou a cabeça em reprovação, olhando ao redor_ Besteiras, filmes, luzes apagadas e ar condicionado.
-Aham, típico de Demi Lovato também, nem vem_ ele sorriu.
-Hummmm com certeza!

Joe, ainda com um sorriso fofo no rosto, segurou na cintura da menina, trazendo-a mais para perto. Depositou um beijo em sua bochecha e depois deu-lhe um selinho, iniciando carinhosamente um beijo calmo.
"But what you don't know
You lift me off the ground
You're inspiration
You helped me find my sound
Just like a bass line a half-time
You hold down the groove
That's why I'm counting on you"

-Eu te amo tanto, Dems_ ele sussurrou_Eu não queria que aquilo que eu ouvi fosse verdade_ tocou no assunto que ambos queriam tanto evitar.
-E eu queria que não tivesse ouvido aquela conversa_ suspirou_ Na verdade eu preferia não ter dito nada daquilo.
-Você só colocou pra fora o que sentia_ ele lembrou_ Só queria que tivesse me dito isso. Gostaria de ter ficado sabendo por você, falando pra mim.
-Eu não conseguiria, eu não estava certa do que estava falando_ disse_ Foi puro desabafo. Eu sei que isso é errado, e eu queria ter te dito.
-Não tem nada de errado. Eu sei que forcei a barra um pouco mas nenhum dos meus relacionamentos foram assim. Você sabe disso. Demi, por favor, eu não quero que nada disso mude a nossa amizade_pediu preocupado_ Desculpa se eu fiz com que você se sentisse mal, mas sou só eu, eu juro.
-Nada vai mudar a nossa amizade. Eu não tenho mais o que te falar e não quero explicar nada. Eu acho que tudo que você precisava saber você já ouviu.
-Você continua se sentindo assim comigo? Com medo do que eu possa fazer?_ ele ainda não acreditava que Demi havia mesmo dito isso.
-Eu esqueci que você não ouviu minha outra conversa com a Sel_ fez uma careta, rindo sem humor_ Não, eu nunca tive medo de você_ ela garantiu, convita_ Me arrependi da forma como eu disse alumas coisas. Eu te devo desculpas, você ficou magoado comigo.
-Fiquei.... decepcionado comigo mesmo, por fazer com que você se sentisse assim. Parece que... tudo entre a gente está mudando e eu tenho medo do que está por vir_ confessou.
-Desculpa, eu só estava... insegura. Não quero que nada mude entre nós, você não mudou comigo, você continua aquele melhor amigo bobo e idiota que eu amo mais do que tudo. E o namorado mais que perfeito_ ela sorriu.
-Desculpa por que, linda?_ ele forçou um sorriso_ Só me promete que as coisas não vão mudar entre nós_ pediu, beijando-a.
-Prometo!_ colocou os braços ao redor do pescoço dele_ Amizade acima de tudo, lembra?!_ ela perguntou sorrindo. Um pacto que haviam feito a muitos anos.
-É claro que lembro_ ele passou a mão pelo braço dela, parando no pulso da menina. Sua mão estava apoiada no peito dele e Joe segurou com cuidado o pingente na pulseira dela. Um coração escrito "Joe" que ele havia dado a ela. Segundo o menino, a partir daquele dia ela era somente dele.
-Nada nos separará, meu amor_ riu.
-Me desculpa? Por isso?_ perguntou_ Mas desculpa mesmo? Sem nada mais para me falar?_ interrompeu-a quando ela abriu a boca para responder.
-É óbvio que sim_ riu_ A única coisa que eu quero te falar é "eu te amo".
-Então agora o medo que a senhorita tinha sumiu?_ brincou beijando o pescoço da menina.
-Posso mudar de ideia_ avisou rindo.
-Opa, o filme que eu estava vendo é maravilhoso_ ele disse, se afastando dela com um sorriso travesso no rosto.
-É esse Joe que eu amo_ disse sentando-se nas costas do sofá, virada de frente para ele.
-Esse Joe é todinho e inteiramente seu_ deu um beijo na bochecha dela e começou a fazer cócegas na menina.
Demi se desequilibrou, caindo no sofá às gargalhadas. Joe pulou a "barreira" que separava eles e se juntou a ela. Deitaram os dois juntinhos, aproveitando a companhia um do outro. No escurinho, abraçados, no frio... estava perfeito.
Joe a abraçava por trás, mantendo seus corpos bem colados. Seu rosto estava deitado no pescoço dela e sua mão acariciava o braço da menina que estava entrelaçado ao seu.
-AI MEU DEUS!_ ela gritou, virando seu rosto, escondendo-o no peito nu de Joe. Ela sentiu sua pele em contato com a dele e por alguns segundos esqueceu do susto que levara com o filme.
-Amo quando você leva esses sustos_ ele ria_ É mil vezes melhor que filme de comédia.
-Engraçadinho_ ela revirou os olhos, sua voz saindo abafada porque a menina ainda tinha o rosto escondido.
-Pra que esse medo todo?_ perguntou acariciando o rosto de Demi, mexendo em seu cabelo_ Eu te protejo_ riu.
-Não, não_ se encolheu mais, agarrada a ele_ Não quero ver_ U.u
-Sem problemas_ ele sorriu, abraçando-a e com isso, trazendo-a para mais perto_ É por isso e outras coisas mais que eu amo ver filmes de terror com você_ ele sussurrou, abaixando a cabeça para encarar o rosto lindo da menina deitado em seu peito.
-Você gosta de me castigar, isso sim_ disse_ Mas não tem problema, gosto de ficar assim com você.... AAAAAAA_ deu outro grito, alto, agudo, que só fez o menino gargalhar.
-Fala sério, você não ta nem vendo, Dems_ ele afirmou, rindo.
-Mas eu ainda ouço!
-Quer que eu tampe seus ouvidos?_ perguntou rindo_ Não, melhor, acho que vou calar a sua boca_ piscou, sorrindo e tirando o rosto dela de seu peito, encarando-a.
-Não vai me impedir de gritar_ U.u
-Você tem que deixar de ser escandalosa!_ avisou.
-Não sou escandalosa!
-Ah, é_ riu segurando sua nuca_ Mas tudo bem, assim eu tenho que te calar mais vezes_ brincou.

Juntou seus lábios com aquele beijo calmo e apaixonado que só ele conseguia dar. Juntando com o amor que Demi passava aquilo era incrivelmente perfeito e ambos queriam apenas que durasse eternamente. Seria muito a pedir? A outra metade do seu coração ao seu lado sempre, junto a você em todos os momentos? Aquele sentimento que eles sentiam quando se tocavam, a corrente elétrica que parecia correr por entre suas veias toda vez que suas bocas se juntavam. Era apenas o que queriam, para sempre. Aquele amor, aquela paixão.
Acariciou as costas da menina, sempre com cuidado e carinho incomuns, seus corpos completamente colados e a mão da menina acariciando o peito descoberto dele. Não havia nada melhor.
Mesmo durante o momento, a menina pulou assustada, seu corpo estava trêmulo e um grito abafado se formou em sua boca. Ela apenas se calmou e começou a rir logo depois, enquanto o menino a olhava, também assustado, mas não por causa do filme.

-Eu sabia que você levava sustos à toa, mas não sabia que era assim, tão facilmente_ele riu.
-Ah, não é culpa minha!_fechou a cara_ Lembra de quando eu te chamei no meio da noite, porque estava tendo uma tempestade e eu estava com medo que o furacão chegasse?_ perguntou relembrando, sorridente.
-Chamou vírgula_ ele sorriu com a lembrança, assim como ela_ Fui literalmente brigado a ir até a sua casa sob ameaça de morte_ela gargalhou, havia sido exatamente assim_ E ainda por cima existiam condições.
-Verdade_ assentiu_ Você não podia acordar meus pais.
-Sempre exigente_ o menino revirou os olhos, acariciando o cabelo dela.
-O que eu podia fazer? Não ia conseguir dormir_ U.u
-Podia ter ido dormir com a sua mãe_ ele brincou, rindo.
-Não ia adiantar_garantiu_ Só você pra me acalmar_ ela sorriu.
-Só eu pra te aguentar, isso sim_ ele gargalhou da cara que ela fez.
-Poxa, magoou_ fez biquinho, virando-se para o outro lado.
-E te aguentar é a melhor coisa que eu faço na minha vida, meu amor_ ele abraçou a menina por trás novamente, rindo em seu ouvido. Aquela risada gostosa.
-Espero que isso não seja uma mentira_ U.u
-Não, não é_ garantiu divertido_ Mas viu?! Eu consegui te deixar distraída enquanto passavam coisas horripilantes atrás de você_ ele riu apontando para a tv, atrás da menina.
-Achei que gostasse de me calar_ disse com um sorriso desafiador.
-Nesse caso eu prefiro te beijar porque quero, já que mesmo te calando você interrompe o momento com outro grito_ revirou os olhos, brincalhão. Ela gargalhou e deixou que suas mãos caíssem sobre a barriga dele.
-E se eu não quiser te beijar?_ ela perguntou de maneira... sedutora. Joe sabia muito bem que Demi não era lá tão santinha como todos imaginavam. E também sabia que a maior parte daquilo era brincadeira dela. Demi era sedutora sim, mas não quando tentava ser. Nesse caso é só por diversão mesmo.
-Aí eu vou ter que te obrigar..._ sorriu maliciosamente.
-Jura?!_ ela desafiou_ E como pretende fazer isso?_ perguntou fingindo dúvida.

"I'm looking for some harmony
With you it comes so naturally
You helped me find the right key"

Ambos riram, uma risada inocente, calma, tranquilizadora. Joe se inclinou um pouco, ficando por cima da menina, mas não completamente, apenas buscando o contato que eles amavam tanto. Um pouco inclinado, ele apoiou seu peso em um dos braços, apoiado no sofá enquando deixava sua outra mão sobre a barriga de Demi, acariciando-a.
Selaram os lábios sem pressa alguma. Mesmo querendo continuar sentindo aquelas sensações, Demi deixou que o menino depositasse alguns beijinhos molhados em seu lábio inferior, indo do canto da boca até sua nuca.
-Assim_ finalmente respondeu a pergunta da menina, sorrindo largamente.
O menino voltou a beijá-la e conforme o clima ficava mais leve entre eles, tudo ao redor parecia em chamas, tamanho era o calor que ambos sentiam. O desejo subia mais uma vez por dentro e estava visível nos olhos de cada um. Mesmo parecendo calmo, os beijos e tudo entre eles estava agitado, até desesperado. Isso foi claramente visível quando Joe, involuntariamente, puxou a blusa da menina para baixo. Demi suspirou ao sentir o jeito como ambos se tocavam, com mais proximidade, intimidade, desejo puro.

"And when I hear you on the radio
I'd never want to change a single note
It's what I tried to say all along
You're my favorite song"

O carinho que ele fazia em sua barriga era semelhante ao que a menina proporcionava à ele ao deixar suas mãos sobre seu peito e nuca. Joe desceu suas mãos da barriga dela até sua coxa, fazendo-a estremecer pelo simples fato de ele não ter se importado com a intensidade do toque. Mesmo permanecendo cuidadoso, ele queria realmente senti-la, sentir sua pele junto a dela, sentir o desejo de ambos crescer juntamente.
Seu toque era mais forte, intenso, porém ao mesmo tempo não poderia ser melhor. Arrancando muitos suspiros da menina, Joe mostrou a ela que estava completamente louco, mostrou como ele deixava ela completamente frágil e agitada por dentro_ e por fora_ sempre querendo mais.

Continua...
Awn, eu gostei desse capítulo, muito... *-* Espero que tenham gostado e novamente eu digo, não me senti bem com o fato de deixá-los confusos... então quem quiser que eu explique, sei lá, ou quem achar que eu escrevo às vezes de forma confusa... por favor, me digam :s Obrigada pelos comentários, de verdade! Mas por favor, vamos comentar mais e mais e maaaais :P Amo muito vocês! E ah, respondi aos comentários lá na página mesmo, okay? Aqui o link > Respostas :)

Mil beijos,
Bruna! <3

18 comentários:

  1. Hey meu pudim *_*
    O capitulo ta perfeito ne ?!
    E essa cabecinha em Demiconfusa como sempre ?!
    E o joe tao fofo com ela , fiquei imaginando essa cena varias e varias vezes eles assistido Um filminho no sofá , own !
    Posta logo ta meu pudim :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeeey pudim! *-*
      Awwwn eu fico que nem você, só imaginando... hehe
      Vou postar, meu amor! Você sumiu :( Tá tudo bem?
      Love u <3

      Excluir
  2. Muiiiiito lindo !!! Perfeitoooo !

    Amei de verdade *-*

    possta logooo

    ResponderExcluir
  3. Awwwwwwwwwwwwwwwwwnnn que perfeito Brunaa *----*
    Já disse pra vc que eu amo seus capitulos romanticos? kkk acho que eu já falei, mas não tem importancia eu falo de novo. Eu amooooooooo seus capitulos romanticos <3
    Sabia que a gente só tinha a ganhar com o seu surto de criatividade. Capitulo mais que perfeito <3 O Joe como sempre um fofo com a Demi. Ainda bem que a Demi deixou essa paranoia de sentir mal com o Joe.
    A parte que a Demi grita e Joe cala ela com beijos foi o top do capitulo rs
    Posta Logooooo!!! Te amo <3 E não precisa agradecer por nada não. Eu sempre estarei aqui pra o que vc precisar.
    Mil beijos ;*
    Ah e eu amei a musica do capitulo *-* Muito perfeita <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biaaaaaaaaa *-* Obrigada, linda!! Que bom que ama, sério mesmo, porque tem vezes que eu acho que fica uma porcaria... :/ Mas se você diz que gosta tanto... haha s2 Pois é... meu surto de criatividade ainda está acontecendo... e eu posso não estar postando muito, mas eu garanto que esse surto será bom para vocês... ;) awwwn essa música é perfeita, sem mais! U.u hehe Te amo, baby! E mesmo assim, obrigada novamente! <33

      Mil beijinhos!

      Excluir
  4. Brunaaaaa, my love! <3
    Bom, primeira coisa: Desculpa por não ter comentado nos dois últimos capítulos! :( Eu estava quase sem tempo algum e para você ter uma ideia, tive que reler os capítulos 14 e 15 porque ainda existe uma confusão naminha cabeça! :/ Mas, a partir de agora, eu vou voltar a comentar normalmente! ;)
    Eu estou simplesmente APAIXONADA por esse capítulo! <3 Foi PERFEITO! Você tem o incrível dom de escrever perfeitos e apaixonantes momentos românticos! <3 O Joe é tão fofo, meu Deus! *-* hahahaha
    Ah, obrigada por tudo que você tem feito por mim, tá?! Você é INCRÍVEL! Você conseguiu me deixar muito melhor depois daquela conversa, mesmo estando num dia difícil! :/ <3 Eu te amo demais, baby! <3 Nunca esquece disso!
    Posta logo!
    Beijos! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amooooooor!! Sem problemas, meu amor, de verdade! O que importa é você gostar! :D Está confuso, ainda? :( Poxa.... :/ Será que tem algum jeito de te ajudar? A entender? :/... Awwwn que boooom que gostou tanto do capítulo!! :D Vocês dizendo que eu escrevo momentos românticos bem... eu não concordo muito não, mas tá... haha obrigada, linda! EU QUERO UM JOE PRA MIM, FIM! Sério, o que eu escrevo aqui acho que seria o namorado perfeito, que eu PRECISO! :/ Awn, que nada! Aquele dia eu estava mal... algumas coisas aconteceram e eu não tinha mesmo condição de te ajudar! Eu queria, mas não dava... eu não conseguia encontrar nem o que falar :( Mas eu te amo muitoooo, tá? Não se esqueça! E eu estou aqui para qualquer coisa! <3

      Beijinhos!

      Excluir
  5. Como você para nessa parte?? que maldade hdauhdiuahdiuas Preciso de mais pfvr u_u aw o capítulo ficou muito muito lindo :3
    Não to mais confusa, depois do que você me disse e esse capítulo deixou as coisas mais claras pra mim!
    E eu AMEI a música desse capítulo aw <3333
    Posta maaaais :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha mas eu acho que não é muita maldade não... o capítulo acaba aí e meio que o momento também... só avisando haha awn obrigadaaaa!!! Ah, que bom que ficou mais claro, sério mesmo! :DD Awn a música, não tem como não amar! haha Obrigada! Vou postar! ;)

      Beijos! s2

      Excluir
  6. O.m.g.
    Tipo,preciso de um joe desse para mim,ele e perfeitooo de mais.amei de mais o capitulo posta logo linda,o proximo bjs e abraços da ale.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn eu também preciso, pode acreditar! :( haha obrigada, meu amor, de verdade!! :D Vou postar jájá!

      Beijinhos! *-*

      Excluir
  7. amo sua fic e pf nao pare de postar por causa de idiotas q nao comentam.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn obrigada!! Não vou parar! :)
      Beijos!! :D

      Excluir
  8. Ahhhhhhh você sempre para nas melhores partes kkk amei o capítulo *-* Quero mais, quero mais!!!!!!!! Posta logo. bjo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha obrigada!! Awn vou postar, amor! Beijos <3

      Excluir
  9. uuuuuiiiiii o clima esquentou! ~abana~
    amore, achei o capítulo linda *.*
    e esse Joe só se aproveitando da Dems né?!
    filme de terror... sei... kkkkkkk
    será que rola um hot no próximo capítulo??
    apesar de eu achar meio difícil, mas quem sabe né?! :D
    olha, não é só o Joe que tá querendo mais não, eu tbm quero mais dessa fic u.u
    posta logo amore! :)))
    desculpa não ter comentado antes, tinha um casamento pra ir no sábado e desde quinta tava meio enrolada com isso :S

    bjs linda! :***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UUUUUIII hahahaha obrigadaaaaaa, meu amor! *-* Pois é... querendo tirar proveito do filme... mas foi bom, né?! haha Não no próximo... eu já sei qual é o capítulo e olha... até que não falta muito não, hein?!?! :D --deixa eu calar a minha boca hehe-- Sem problemas, amore! Que bom que gostou :D
      Obrigada mesmo! <3

      Beijinhos, amor! <3

      Excluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3