Visualizações

25 de nov de 2012

Chapter 14


Stay Strong

                                                                                 "I promise you"


-Então, para onde a senhorita deseja ir?_ ele perguntou formalmente.
-Só quero ficar com você_ sussurrou manhosa, aproximando-se dele com os braços ao redor do pescoço do menino.
-Tenho uma ideia_ ele sussurrou, contente e animado.

***

-Realmente, muito romântico_ ela sorriu, sentindo os braços do menino envolvendo-a_ A noite está linda_ observou atentamente a lua, perdendo seu olhar no céu escuro.
-Não mais linda que você_ beijou delicadamente o pescoço dela_ E essa lua não chega nem perto do seu brilho.
-Ah, para_ corou, sorrindo envergonhada.
Ambos permaneceram andando juntos, abraçados. Conforme seus pés afundavam na areia gelada sentiam o aroma da noite fria de inverno, acompanhada pelo barulho das ondas do mar.
-Aqui nós vamos poder ficar sossegados. Só nós, mais ninguém_ a menina mal conseguia ouvir a voz rouca e baixa dele que chegava em seu ouvido, acompanhada de uma leve mordida na orelha.
-Parece bom para mim_ por mais que quisesse parecer certa daquilo, sua voz soou insegura.
-Jura? Parece mesmo?_ perguntou.
-Você pode... tentar me convencer, se parece ou não_ sugeriu.
-E você pode tentar me convencer de que é isso que quer que eu faça_ acariciou as mãos da menina que roçavam as dele.

Demi virou-se calmamente, sem olhar diretamente nos olhos do menino. Conforme as mãos de Joe soltaram a menina, ela segurou-as, brincando com seus pés na areia. Aproximou-se sem pressa alguma, com um sorriso tímido estampado no rosto, sua mão acariciava o rosto dele. Direcionou seu olhar, entrando em contato com os dele. Seus olhos brilhavam sob a luz do luar, um brilho transparente, lindo, encantador.
Quando as respirações já se misturavam, ela juntou seus lábios com um breve selinho. Joe depositou uma das mãos na cintura de Demi logo assim que ela iniciou um beijo calmo.
Os corações palpitavam, dividindo uma mesma sensação, algo em comum. Sentiam um ao outro, compartilhavam aquele calor que surgia conforme os corpos se juntavam.
Ele sorriu entre o beijo e separou seus lábios dos da menina. Ela o encarou confusa. Será que ele não havia gostado? Será que não fora convincente? Mas logo Demi foi pega de surpresa, os braços de Joe seguravam-na por debaixo das pernas e nas costas. Ele correu com a menina na direção do mar.
Riam juntos, uma risada gostosa de se ouvir, até podia ser sentida. Naquele momento, ambos sentiam tudo, tudo aquilo que merecia ser apreciado. Parou antes de chegarem à água e em vez de colocá-la no chão, Joe segurou as coxas de Demi, prendendo-as em sua cintura. Os braços da menina rodeavam o pescoço dele e ela segurou firmemente sua nuca quando o menino sentou-se, trazendo-a junto, próxima de seu corpo. Próxima demais, ainda envolvendo o corpo de Joe com suas pernas.

-Então..._ ele começou, se afastando um pouco, enquanto a menina permanecia sentada sobre sua barriga, envolvida pelas pernas de Demi_ Você falou com a Lucy, né?!_ isso foi mais uma afirmação do que uma pergunta.
-Estaria mentindo se dissesse que não_ respondeu depois de um longo suspiro.
-Você quer me contar o que ela te disse?_ acariciou o rosto delicado da menina_ Porque pra fazer você ir embora lá de casa e..._ ele parou_ Foi por causa da Lucy, Dem?_ ela não precisava de mais explicações.
-Foi por causa de mim, porque eu também pensava como ela_ admitiu, por mais que doesse.
-E o que ela pensava?_ ele quis saber, cuidadoso.
-Que você só está fazendo... isso_ apontou para os dois_ Porque me ama... como sua amiga e não quer me ver magoada, não quer perder a amizade.
-E você pensa como ela? É sério que você deixou isso entrar na sua cabeça? Eu sinceramente ficaria chateado se soubesse que por causa de uma besteira dessas, você...
-Eu não consegui pensar em outra coisa. Eu não queria te falar porque... era mais fácil fingir que acreditava em você.
-Não acredita no que eu sinto, Demi?_ perguntou decepcionado.
-Sim, eu acredito. Meu coração acredita, mas tem uma parte de mim com medo.
-Olha dentro dos meus olhos_ pediu_ Foi só isso que ela te disse?_ a menina negou, desviando o olhar.
-Eu quero que saiba que você está errada. E a Lucy mais ainda por ter se achado no direito de te falar alguma coisa. O que eu não acredito é que fez uma coisas dessas por algo que a minha ex namorada disse! Demi...
-Joe, eu...
-Eu te amo, muito mais do que eu já amei qualquer pessoa, Demi. Se você continuar com essas coisas na cabeça eu juro que vou me decepcionar. Pode pensar o que quiser, mas NUNCA duvide do meu amor por você_ ele disse antes que ela pudesse se explicar. Joe sabia que ela não saberia responder_ O assunto termina aqui, tá? Você é linda, eu já te disse isso. É muito melhor do que a Lucy, do que qualquer outra. Você é você, Demi. Não existe igual.
-Obrigada_ sussurrou_ Me desculpa_ suspirou_ Eu te amo muito. É que... por mais que isso seja como o melhor sonho que eu poderia ter, ainda está confuso dentro de mim_ confessou.
-ODEIO quando você se rebaixa ao nível dessas meninas, Demi_ ele aproximou seus lábios_ Não era para estar confusa. Não é o que você quer? Nós?_ perguntou, trazendo-a para mais perto.
-É tudo o que eu mais quero_ afirmou sincera.

"I know that my love for you is real
It's something true that we do
Just something natural that I feel
When you walk in the room, when you're near
I feel my heart skip a beat, the whole world dissapears"

Demi calou-se quando Joe juntou seus lábios de uma vez. Deitou-se completamente na areia e segurou na cintura da menina. Por entre os beijos, o menino percebeu que Demi apoiava o peso de seu corpo em suas mãos, depositadas no chão. Ambos percebiam, agora, que aquela proximidade natural de antes não acontecia mais com tanta tranquilidade, e isso era exatamente o contrário do que ele achava que aconteceria. Mesmo assim, a amizade de anos facilitava muito nesse "próximo passo".
Joe deixou que suas mãos se apoiassem na cintura de Demi e tentou trazê-la mais para perto.
-Pode deitar_ ele sussurrou com a voz rouca, sorrindo docemente ao mesmo tempo.

"And there's just you and me
Falling head over feet,
Let's take a chance together"

Acariciou o braço da menina, descendo calmamente até encostar em sua mão. Enquanto ele passava o polegar pela pele quente dela, Demi cedia ao toque, deixando que seu corpo entrasse em contato com o dele e as mãos que antes estavam apoiadas ora no chão ora no peito de Joe, agora tocavam a nuca do menino.
Beijaram-se diversas vezes, com tanta intensidade que a menina ignorou facilmente o fato de estar tão próxima dele. O que importava ali eram seus lábios juntos, as línguas brincando freneticamente, o desejo que podia ser sentido no ar.
Deslizando sua mão quente pela nuca de Demi, Joe sentiu-se querendo algo a mais. Porém os dois estavam no meio de uma praia, a noite e por mais que não tivesse praticamente ninguém ali, não era a hora de prolongar muito os amassos. Mas ninguém os impediria de continuar com os beijos e carícias.
Sob a luz da lua, Joe via o sorriso sa menina ao se distanciar um pouco. Um sorriso tímido, o mais belo de todos. Havia conseguido tirar aquela distância entre eles, agora precisava apenas levar a timidez embora. Só um pouco, pelo menos. Acreditava sim que com o tempo conseguiria fazer isso desaparecer, deixá-la mais a vontade, como era a amizade, sem restrições, mas o desejo dentro dele o fazia apressar as coisas, ele queria avançar um pouco mais naquela "brincadeira".

"They say that we're just too young to know
But I'm sure heart and soul that I'm never lettin' you go
When it's right, it's right and this is it
'Cause I'm walking on air every single time that we kiss"

-Promete que vai parar com isso?_ perguntou_ Você nunca duvidou de mim, meu amor..._ sussurrou triste.
-E continuo não duvidando_ garantiu com um sorriso decidido, Joe retribuiu.
Sentou-se e envolveu a cintura dela com os braços novamente. Acariciando a coxa dela, puxou-a para mais perto. Depositou alguns beijos molhados em sua nuca, fazendo-a suspirar.
-Quente aqui, né?!_ ele arrancou uma risada dela.
-Sim, muito_ concordou envergonhada, desviando o olhar.
-Pode me chamar de maluco mas eu estou com vontade de dar um mergulho_ observou o mar por cima do ombro da menina.
-Maluco!_ ela sorriu_ Deve estar um gelo, Joe!
-Tudo bem_ revirou os olhos. Então ele afastou as mãos do corpo da menina, levando-as até sua blusa. Tirou-a habilidosamente, enquanto Demi o encarava sem entender_ Eu me contento com isso_ jogou a camisa do lado, sorrindo satisfeito.
Trouxe a menina para mais perto, mordendo calmamente seu lábio inferior. Demi encarou o peito do menino subir e descer de acordo com a respiração descontrolada de ambos.

"You make the angels sing
You give that song bird rings
You make everything better"

Ele enterrou sua cabeça no pescoço dela, acariciando a lateral de seu corpo. Os beijos dessa vez desceram mais além, parando no decote dela, quando Demi recuou um pouco, mas não o suficiente para afastá-lo. Joe levou uma das mãos até sua cintura e subiu lentamente, seguindo com os beijos no ombro.
Demi suspirava, com a respiração descompensada, ansiosa por tudo aquilo. O nervosismo já era comum, mas não imaginava que chegariam onde estavam agora. Joe era delicado e cuidadoso como sempre e ela apenas queria desfrutar do momento.
-Você se importa?_ ele perguntou baixinho em seu ouvido, levantando mais um pouco a blusa dela.

Demi negou, ainda relutante, mas não demorou muito para que Joe levantasse com calma a peça, sorrindo carinhosamente para a menina. Ele estava feliz pelo avanço, feliz por ela parecer bem em relação àquilo, por mostrar mais uma vez que confiava nele... como antes.
Voltaram a se beijar com cada vez mais desejo e um sorriso radiante no rosto. Com suas testas coladas e respirações se confundindo, Joe observou o tronco da menina, coberto apenas com o sutiã preto de renda, subindo e descendo. Exatamente como ela havia feito com ele pouco tempo atrás.

"You listen when I speak
You make my knees go weak
And I just want you by my side"

O barulho da maré ainda fazia parte do momento, ecoando entre o casal. A lua presenciava aquele momento que marcava a vida de ambos, um momento que ficaria na memória. Um sentimento... infinito.

-Você é maravilhosa_ deslizou suas mãos pelas costas nuas da menina_Melhorou o calor?_ ele riu.
-Acho que tem uma chama acesa_ ela sorriu entre os beijos_ Essa noite está sendo uma das melhores da minha vida_ sussurrou, afastando-se.
-Não é nada comparada a muitas outras que estão por vir_ ele sussurrou, sorrindo delicadamente. Um sorriso doce, que acalmava a menina de certa forma.

Em um movimento rápido, Joe colocou Demi em seu colo, mas dessa vez de outra forma. Queria fazer com que ela se sentisse protegida, amada. Abraçou a menina de forma carinhosa e Demi deitou a cabeça no pescoço do menino, deixando que os braços dele ficassem depositados logo abaixo de seus seios. Por mais entranho que parecesse, ela não se sentia vulnerável com o toque, muito menos insegura.

-Minha_ ele beijou a bochecha dela_ Eu queria passar a noite aqui com você_ ele abriu o sorriso mais lindo que podia.
-Eu quero que me abrace e não solte nunca mais_ depositou suas mãos em cima dos braços de Joe, se aninhando mais nele.

Joe abraçou-a carinhosamente, depositando alguns beijinhos que iam de sua testa até seu ombro. Conforme a pele descoberta de ambos se tocava, eles sentiam aquela chama subindo, o calor novamente. Era algo bom, de certa forma especial, um fogo que aumentava o desejo incontrolável.

-Você... acha que eu estou indo..._ ele fez uma pausa_ Rápido demais?_ perguntou baixinho, com a cabeça deitada no ombro da menina que permanecia no seu colo.
-Com..._ ela encarou as mãos unidas.
-Nós_ acrescentou, levantando a cabeça ao dar um beijo na borda do sutiã dela.
-Eu acho que não tenho como te responder_ ela disse tímida, rindo sem humor. Joe encarou-a, confuso, com um meio sorriso meigo no rosto_ Você sabe que eu... não estou acostumada, é novo, isso tudo. Mas você não está forçando a barra, tudo até agora foi por pura vontade, minha e sua_ explicou.
-Quando começou a namorar comigo você esperava... outra coisa, vamos dizer assim_ ele riu_ Não é?
-Eu esperava estar com alguém que me entendesse, sem eu precisar dizer uma única palavra_ desviou o olhar_ Eu... realmente me surpreendi, mas... eu, principalmente, quis isso tudo. Então... eu confio em você, Joe. Eu acho que isso basta_ sorriu imensamente, voltando seus olhos para os dele.
-É, você... achava que seria da mesma forma que quando nós éramos melhores amigos_ ele disse_ Isso também é novo pra mim, Dems... eu estou tentando "lutar" contra isso mas no fundo eu não sei o que fazer. Eu te conheço muito bem. Bem o suficiente para ter medo de fazer alguma coisa errada. Não quero que sinta como se estivesse sendo pressionada a uma coisa nova, mas eu, ao mesmo tempo, quero sentir como se isso entre nós fosse realmente algo real, entende?
-Você ainda sente como se a amizade fosse o mais importante?
-A amizade é o mais importante_ garantiu_ O que eu quero é encontrar um jeito de permanecer com a amizade, mas "viver" o nosso namoro. Quero que me trate como seu namorado, sabendo que sou seu melhor amigo. E não que me veja como um melhor amigo que é seu namorado. Sem "desprezar" a amizade. Eu sei que é confuso, nem eu entendo.
-Entendo o que quer. Eu quero isso também_ ele assentiu enquanto ela falava_ Não, você não está indo rápido demais.
-Tudo bem_ deu um beijo no pescoço dela_ E não vai interpretar errado o que eu disse, hein?!?!_ pediu sorrindo bobo enquanto a encarava.
-Obrigada por se preocupar_ ela sorriu_ Você definitivamente é o melhor_ segurou na nuca dele, aproximando-se e escondendo o rosto em seu pescoço_ Eu te amo, muito_ passou a mão por seu cabelo, depositando um beijo calmo nas costas descobertas dele.

"Today, tomorrow and forever we will stay true
I promise you"

Continua...
É isso, gente... não ficou muito bom, mas eu espero do fundo do coração que tenham gostado porque a minha decisão vai depender desse capítulo. Eu estou escrevendo sim, os próximos, e tentando ao máximo. Eu sei o que eu disse no outro post, me desculpem mesmo, eu fiquei muito triste ao ler os comentários, porque eu não queria fazer isso. Leio milhões de fics e eu sei bem como é isso. Mas aí que está, 5 comentários. Preciso falar mais alguma coisa? É isso então? 5 pessoas sentiriam falta da fic? Ah gente, poxa, eu fico chateada com isso. Nem no outro capítulo eu tive mais comentários, nem aos 10 chegou! :( Bom, eu postei esse porque não achei legal deixar vocês tanto tempo sem capítulos. Então POR FAVOR, comentem! Amo vocês, obrigada por tudo! <3

Mil beijos,
Bruna.

8 comentários:

  1. Que isso menina, o capítulo ficou lindo! Eu particularmente amei e sei quanto é importante os comentários pra você né?! Te incentiva a escrever...!!! Enfim, aqui está o meu comentário! hahahah bjoooo <3

    ResponderExcluir
  2. o linda capitulo muito perfeito,que
    chega me deixou quase sem palavras !!
    posta logo bjs.

    ResponderExcluir
  3. Hey meu amor <3
    Olha queria primeiro dizer que eu não queria que você desse um break com a fic não ok. É que eu nem cheguei a ter tempo de cometar lá no post e você sabe que eu sempre tento comentar quando eu posso, eu sei que isso é muito importante pra vocês que escrevem fics e de jeito nenhum eu quero que pare de postar, acho que você fizer isso algum dia eu vou te encher muito o saco no twitter kk e sim, isso foi uma ameaça kk.
    Mas ainda bem que você resolveu postar. To muuuuito feliz mesmo que você postou, ainda mais um capitulo perfeito como esse *-*
    Meu Deus que capitulo foi esse ?!?!
    Amei tudo <3 Amei eles dois na praia dando uns amassos, pensei que ia rolar alguma coisa a mais kkk Mas fazer o que né
    Nossa o Joe é muuuito fofo com a Demi *-* Amei as coisas que ele disse pra ela em relação a Lucy (vaca). Isso é uma pessoa que ama de verdade <3
    Queria um Joe desses pra mim rs acho que todas nós queremos né kk
    Foi tudo perfeitoooo <333
    Amore posta logoooo!!!
    Espero sinceramente que as pessoas que leem a fic façam um esforcinho e comentem :D
    Beijos ;*
    Amo você minha escritora linda <3

    ResponderExcluir
  4. Ta, você me trollou de novo porque eu achei que ia rolar algo a mais na praia HDUSGAFASODSIU
    E o capítulo com sempre PERFEITO! <3
    Achei bonitinho da parte deles se preocuparem em relação a amizade deles junto com o namoro e tals, e sobre a lucy também (vaca) que fica colocando coisa na cabeça da demi pra atrapalhar tudo, ainda bem que tem o fofo/lindo do joe deixar tudo nos eixos dhsadjaso :3
    Posta maaaaaaaaais :D

    ResponderExcluir
  5. oi.
    sou uma leitora fantasma ~VIVA EU -sqn~
    mais não é por querer é que eu sempre li sua fic pelo celular e meu celular é mais lerdo que a Demetria u-u então não dá pra comentar.
    eu sei como é bom você chegar no blogger e ver que varias pessoas comentaram, ai você se acostuma com um certo numero e depois esse numero de comentarios vai baixando, isso desanima mesmo.
    vou tentar comentar sempre, só não prometo por que sou bipolar, mentira, vou tentar comentar sempre u-u
    concordo com a Bia ~lê seta pra cima~ quero um Joe desse u-u
    Posta Logo *-*
    Beeeeeeeijos =3

    ResponderExcluir
  6. desculpa a demora em comentar amore, mas minha vida anda meio complicada, pra não dizer trágica :S
    mas aqui estou eu pra dizer que passei o capítulo todo suspirando feito uma boba... *.*
    lindo, lindo, lindo...
    Joe é o namorado perfeito e como eu queria que tudo na vida real fosse assim... só me iludo :/
    enfim amor, desculpa o comentário mais ou menos,
    quero reforçar aqui meu pedido pra que vc não pare a fic ok?!
    eu morreria se isso acontecesse, então preserve a vida de uma leitora u.u
    é isso linda, obrigada por tudo ok?!
    e qndo digo tudo é pela preocupação comigo tbm, obrigada! <3
    nessas horas eu vejo como pessoas que mal te conhecem conseguem se importar mais com você do que pessoas que passaram anos jurando que jamais te machucariam... enfim... deixa eu calar minhas mágoas.
    posta logo tá linda?!
    bjs! :**

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3