Visualizações

28 de out de 2012

Chapter 2


Stay Strong

                                        "I'll give you strength to pull through..."



Dedicado a Thalia! <3


-Como você está?_ ele se debruçou ao seu lado, colocando um de seus braços ao seu redor.
Os dois tomavam café enquanto conversavam um pouco. Ele havia percebido que ela estava meio quieta e já imaginava do que se tratava.
-Até agora, bem_ forçou um sorriso_ Mas eu sinceramente não sei o que vou fazer. Só de pensar que uma hora ou outra eu vou ter que voltar... já me deixa com medo_ confessou.
-Você quer que eu vá com você?_ perguntou_ Ajudaria?
-Eu acho que não..._ deu de ombros_ Provavelmente minha mãe vai estar deitada no quarto e meu pai, a essa hora, com certeza está caído em algum bar.
-Isso ainda acontece?_ ele quis saber_ Eu achei que depois daquilo... tivesse acabado essa coisa.
-Acontece_ ela afirmou_ Não adiantou a minha mãe ameaçar pedir o divórcio... eu acho que isso só piorou tudo. Ele ainda bebe, e muito_ disse_ Mas... do que eu tenho medo na verdade não é se eles vão fazer alguma coisa comigo... _ suspirou_ Meu medo vem de saber que eu vou ter que aguentar isso de novo e de novo. Ta acabando comigo, Joe.
-Fica aqui até as coisas melhorarem um pouco por lá_ ele sugeriu, sem poder conter a tristeza pela menina.
-Não dá, eu não posso fazer isso..._ sussurrou convicta_ Minha mãe viria aqui e me puxaria pelos cabelos. Ou meu pai apareceria aqui... bêbado e...- ela parou de repente, respirando fundo_ E não daria muito certo. A minha única opção é vir bater na sua porta, chorando, sempre que isso acontecer_ deu de ombros, rindo sem humor.
-Eu não queria que essa fosse a única opção.


"Sometimes I wish I could save you
And there's so many things that I want you to know
I won't give up till it's over"

-Mas é_ ela garantiu.
-Demi... você não sabe o quanto dói em mim te ver assim_ ele a encarou, profundamente, segurando seu rosto entre as mãos_ Eu faria tudo pra tirar isso de você e colocar em mim, juro.
-Não fala besteira, Joe...
-Mas é verdade! Você é a pessoa mais importante na minha vida e eu daria tudo por um sorriso seu_ afirmou_ Eu prometi que estaria ao seu lado até o fim e é o que eu vou fazer.

"And no matter what I do
I can't make you feel better
If only I could find the answer
to help me understand"

Ela se aproximou mais dele e lhe deu um forte abraço, dessa vez conseguindo controlar as lágrimas, com a mesma frase martelando em sua cabeça "Tudo vai ficar bem". Joe acariciava o cabelo da menina e a segurava com força, sentindo, assim como ela, que se a soltasse Demi cairia ali mesmo; Joe era sua fonte de energia, forças e esperança, proteção.
***

-Você quer ir comigo comprar um sorvete?_ ele sorriu, se sentando ao lado de Demi e mexendo em seu cabelo_ Eu tenho certeza que vai adoçar sua vida.
-Eu só queria ficar abraçada a você para sempre_ disse, rindo sem humor_ Mas um sorvete já está bom_ deu de ombros.

Ao observar o sorriso da menina, as vezes era difícil decifrar se era realmente verdadeiro. Através de seus olhos, ele via que ela estava se esforçando para esquecer um pouco tudo aquilo, mas sabia que era complicado. Desde que os pais de Demi começaram a brigar era assim, choro e mais choro. No começo, ela tinha 15 anos_ há quase dois anos atrás_ e tudo aconteceu devido a bebida. Seu pai havia adquirido esse vício ao longo do tempo e quando perceberam era tarde demais. Não importava o que falavam, ele não deixaria essa coisa de lado.

-Quero te levar a um lugar amanhã, ta bem?_ Joe perguntou, espantando os pensamentos. Quanto mais falasse com Demi, mas fácil seria mantê-la entretida.
-Onde?_ perguntou animada. Ele a conhecia tão bem que conseguia identificar quando a menina estava mesmo feliz, o que havia se tornado quase que impraticável.
-Não sei_ deu de ombros_ Na verdade, eu sei_ sorriu sapeca, entusiasmado.
-Não vai me contar, né?!_ fez uma careta, já certa daquilo.
-Eu quero passar um tempo com você, só nós e mais ninguém_ explicou_ Quero que se divirta e não deixe nada impedir isso.
-Difícil tarefa...
-Mas não impossível_ piscou.
-Olha, que infelicidade, sua namorada_ revirou os olhos, se afastando um pouco de Joe enquanto via Lucy se aproximando, com aquele sorrisinho que dava nojo em Demi.
-Por favor, seja educada_ ele pediu, em um sussurro_ Não quer causar uma má impressão.
-Pior do que já é?_ ¬¬
-Eu prometo me livrar dela em um estalo de dedos_ jurou, fazendo a menina rir. Ela gostava de como aquilo soava.

-Meu amor!_ Lucy se jogou nos braços de Joe, tagarelando com sua irritante voz_ Que saudade!
-Oi, princesa_ ele sorriu, lhe dando um rápido selinho. "Princesa". Demi se lembrava bem de quando ela era a dona desse chamamento. A única dona.
-Oi, Demi_ ela forçou um sorriso.
-Oi, Lucy- a menina tentou ser o mais simpática possível.
-Então, onde estavam indo?_ perguntou. Intrometida.
-Em lugar nenhum... na verdade eu e a Demi estávamos indo até a casa de uns amigos_ deu de ombros. Uma boa desculpa.
-Que amigos?
-Você não conhece... amigos de infância_ disse_ Eu te levaria, mas acho que não seria muito educado da minha parte_ forçou uma careta_ Nós estamos atrasados... nos vemos mais tarde, tudo bem?
-Tudo_ ela concordou, claramente desapontada.
Os dois se beijaram rapidamente e Joe seguiu seu caminho com a amiga.

-Como o prometido, em um estalo de dedos_ sorriu convencido.
-Eu gostei disso_ os dois riram_Eu me lembro de quando eu era sua princesa_ ela sussurrou.
-Você ainda é, Dems.
-A única.
-Por favor, Demi..._ ele pediu, calmo, querendo evitar aquela conversa_ Escuta, é só um apelido carinhoso, você continua a ser minha única princesinha, tá?
-Tudo bem_ forçou um sorriso. Ela não conseguia esconder o ciúmes que sentia quando via seu melhor amigo- SEU- com aquela garota qualquer.
-Ah, não se esqueça, casa dos amigos_ ele lembrou e ela gargalhou, assentindo. Ficava feliz por ver o que ele era capaz de fazer por ela.
***

-Tem certeza que não quer que eu fique?_ ele quis se certificar, sentindo um aperto no coração por deixá-la_ Posso mesmo desmarcar com a Lucy, eu não me importo.
-Tenho sim, pode ir, é sério_ ela sorriu, sincera_ Acho mesmo que não vai adiantar que você fique, vou tentar me trancar no quarto e esperar até amanhã.
-Não pode ficar trancada o dia todo, Dems.
-Eu não quero ter que olhar para a minha mãe e o meu pai... eu não quero ver o que vai acontecer nessa casa_ afirmou.
-Se precisar de qualquer coisa é só me ligar, tá? Eu venho em um pulo_ ela riu enquanto ele falava_ Quando eu chegar a gente se fala, pode ir lá para casa se quiser também, você tem a chave e eu acho que meus pais só voltam à noite.
-Está tudo bem_ ela disse, tentando mais convencer a si mesma_ Obrigada.
-Vai dar tudo certo_ ele sorriu_ Fica bem, princesa_ lhe deu um abraço carinhoso.
-Vou ficar_ tentou garantir, ainda que com incerteza na voz_ E também esperarei ansiosamente por amanhã.
-Isso mesmo_ o menino sorriu_ Vamos nos divertir como antes, muito_ sussurrou em seu ouvido. Ela ainda estava em seus braços.

Demi forçou um sorriso antes de entrar na casa. Ela se sentia com medo, até angustiada por ter que fazer isso, mas era sua única opção, era a sua vida. Respirou fundo uma última vez e fechou a porta atrás de si, se limitando a encarar Joe novamente. Ela só desejava poder ficar com ele para sempre, sem se preocupar com mais nada, tendo ao seu lado alguém que tirasse toda aquela sua dor, alguém que a amasse.
Como o esperado, não havia ninguém na sala, nem um sinal de vida se não fossem os gritos vindos lá de cima. A menina fechou os olhos com força e pensou duas vezes no que fazer. Dar a volta e retornar aos braços de Joe era sua maior vontade, porém ela apenas se controlou e subiu a escada, com medo, porém tentando parecer calma.
A menina não queria ver o que a aguardava lá em cima, muito menos queria fazer parte daquilo, novamente. Mais uma briga como a de ontem e ela não sabia se aguentaria. A primeira coisa que fez foi entrar em seu quarto e se trancar, sem se importar com o que acontecia atrás daquela porta. Não, ela se importava, afinal, era sua família, porém nada daquilo fazia bem a ela, e não havia nada que ela pudesse fazer.
Seus pais não precisavam saber que ela estava aí, talvez nem tivessem dado conta de que ela dormira fora na noite passada, Demi só queria ficar sozinha, esquecer tudo que estava acontecendo ao seu redor.

***
-Ta tudo bem por aí?_ ela ouviu aquela doce voz do outro lado da linha e abriu involuntariamente um leve sorriso.
-Sim_ disse_ Eu cheguei e eles estavam brigando_ suspirou_ Mas eu me tranquei no quarto e tomei um banho... estou lendo um livro, fazendo coisas que ocupem a minha cabeça_ deu de ombros.
-Eu estava preocupado com você_ confessou_ Queria ter ficado aí.
-Obrigada_ ela sussurrou agradecida_ Mas não precisava. Você não estava com a Lucy?_ perguntou curiosa.
-Sim, eu ainda estou, na verdade_ deu de ombros_ Mas dei um jeito de afastá-la pra falar com você. Ela não precisa saber de nada.
-Você não existe..._ ela riu, encantada.
-Tudo bem, você está falando com uma alma perdida por aí_ riu_ Escuta, eu devo estar aí em uma hora, ou menos_ disse_ Você quer que eu passe aí pra te pegar?
-Eu acho que... consigo passar a noite aqui_ respondeu receosa_ Mas eu agradeço de qualquer forma, você é um anjo_ sussurrou.
-Qualquer coisa é só bater lá em casa_ disse_ A gente pode se ver e mais tarde você volta para casa_ sugeriu.
-Tudo bem, eu vou ver como estão as coisas por aqui...
-Fica bem, a gente se fala daqui a pouco.
-Ela está vindo, não é?_ a menina riu durante a pergunta.
-Sim_ ele fez o mesmo_ Tenho que ir, te amo.
-Também te amo_ sorriu, sussurrando as únicas palavras das quais tinha certeza.
***

Era mesmo impressionante. Bastava ouvir aquela voz para que tudo que antes parecia negro, obscuro, virar algo alegre, encantador. Demi nunca entendeu muito bem como Joe conseguia fazer tudo isso, causar essas coisas nela, mas desde sempre ele sabia muito bem como ajudá-la a se livrar daquilo que antes a importunava.
Tudo o que ele falava tinha um significado muito maior do que qualquer outra coisa que ela ouvisse. Mil pessoas poderiam falar para ela "Vai dar tudo certo" porém ela só acreditaria nisso se Joe dissesse. Ela sabia disso, sabia que ele era a pessoa mais importante em sua vida.
O menino desligou o telefone se sentindo um pouco melhor, porém mesmo assim, ainda sabia que ela sofria com aquilo. Ele sinceramente não se importava com o fato de estar com a namorada, o que achava errado, mas era impossível evitar a imensa preocupação com Demi. Ele precisava tê-la ao seu lado, sorrindo, para poder encará-la e descobrir o que ela realmente sentia. Às vezes ele só desejava poder salvá-la daquilo tudo, daquelas infelicidades e dores, das lágrimas e do sofrimento.


 "If you fall, stumble down,
I'll pick you up of the ground.
If you lose faith in you,
I'll give you strength to pull through.
Tell me you won't give up,
cause I'll be waiting if you fall
you know, I'll be there for you
...
 If only I could find the answer,
 To take it all away..."

Queria que ela soubesse que ele estava ali e sempre estaria. O menino tinha certeza que Demi contaria com ele para qualquer coisa, mas sempre pensava poder fazer mais. Já para Demi, Joe era a única pessoa que passava pela cabeça da menina quando tudo desmoronava. Ela sabia que com ele, ela encontraria esperanças e força.

Continua...
Oi! :) Como estão? Gostaaaaaram?? :D Espero do fundo do coração que sim! *-* Algumas pessoas me abandonaram :( Onde estão vocês? Vamos comentar, por favor! <3 O que estão achando dessa nova forma de escrever? Eu mudei um pouco... essa coisa de colocar músicas e de eu sempre ser a narradora... me digam! :) E gente, eu sei que alguns de vocês já fizeram isso, mas quando eu mudei o design do blog, a enquete acabou zerando :( Então por favor, se você acompanha a fic, vota ali do lado! ;) ---> 
Obrigada <3

Eu dediquei esse capítulo a Thalia porque ela faz hoje 15 aninhos e foi uma das melhores escritoras que eu já vi! Ela escreveu a primeira história pela qual eu me apaixonei e eu espero que ela seja muito feliz mesmo! <3 Essa menina é como uma inspiração, um exemplo pra mim! Parabéns, Thalia!

Ah, eu decidi tentar uma coisinha nova... depois de cada capítulo que eu postar, vou fazer um outro post respondendo aos comentários, tá?Acho que vai ser melhor do que escrever no final dos capítulos... :)

Avisinho: Não demora muito para o Joe e a Demi..... ah, vocês sabem ;) hehehehe

Mil beijos,
Bruna!

6 comentários:

  1. omg que capitulo mais
    perfeito !
    o joe e muito fofo*_*
    amei de verdade
    posta logo
    linda
    bjs
    e até mais <3

    ResponderExcluir
  2. Que capítulo perfeito Brunaaaa!
    A amizade deles é tão especial, tão linda. O Joe é muito fofo com a Demi. E a Demi como sempre ciumenta kk e com razão, mas o Joe sempre deixa a Lucy em segundo plano por causa da Demi kkkk bem feitooo.
    A fic ta muito linda mesmo, muito perfeita. Nem sei mais o que escrever aqui Bruna, cada capítulo você me surpreende mais e mais. Eu gostei dessa sua nova forma de escrever com música e você narrando ficou mais perfeito do que já era.
    Love ya my baby <3
    Posta Logoooo!!!!
    Beijocas ;*

    ResponderExcluir
  3. CHEGUEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI. G-ZUIS, ME APAIXONEI PELA NOVA FIC CARA, MIL DESCULPAS NÃO TER COMENTADO NO CAPÍTULO ANTERIOR AMOR, NÃO TA DANDO TEMPO ): MAS ENFIM, TO AMANDO TIPO...DEMAIS! COMO SEMPRE, TÁ PERFEITO! DESCULPAS PELO CAPS LOCK, TO BEM EMPOLGADA KKKKKKKKK. Ei, sinto sua falta ): como você ta amor? to com saudades, de verdade. Já disse né? Ta perfeito, posta logo, te amo muito! <333333333

    ResponderExcluir
  4. Capítulo lindo! *.*
    Fiquei tipo, muito mal pela Demi :(
    Esse Joe é um fofo, quero ele pra mim... u.u
    E como assim "Não demora muito para o Joe e a Demi..... ah, vocês sabem ;) hehehehe" o.O É o que eu tô pensando??? :O
    OMJ! Se for tô prevendo arrependimento a caminho... :S
    Amando linda, mas disse vc já sabe! ;))
    Posta logo!
    Bjs! :**

    ResponderExcluir
  5. Brunaaaaaa, meu amor! <3
    O capítulo foi perfeito e eu necessito urgentemente do próximo! Sério, to amando demais a fic e vai ser divinamente perfeita como tudo que você escreve obviamente! A sua nova maneira de escrever e a introdução das músicas ficaram simplesmente nota mil! ;) Eu amei!
    O Joe é definitivamente o garoto mais fofo da face da terra! *O* Ele não existe, não é possível! Só não gostei muito da namoradinha dele... u_u Espero que ele e a Demi fiquem logo juntos! <3 Vai ser mais lindo, maravilhoso, perfeito do que já é!
    Posta logo, babe! <3
    Beijo, te amo muito! <3
    Ah,eu que tenho que te agradecer e não você! Sério! Eu NUNCA vou te abandonar, tá? Pode sempre contar comigo, seja lá pro que for!! <3

    ResponderExcluir
  6. awwwwwww o Joe é pfto e lindo demais <333
    O único problema ta na namorada né? SHAUSHAUHSU Mas logo logo a Demi vai tomar o cargo dela né? haha assim espero!
    Mas cara,to amando demais essa fic,isso porque ainda ta nos primeiros capítulos .. Você escrever bem demais,eu amo suas fics <3333
    Posta mais pfvrrrrrr,eu necessito de mais capítulos! :D

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3