Visualizações

3 de set de 2012

Be Yourself- Chapter 87


Chapter 87- Joe...


Parei enfrente ao espelho, encarando meu reflexo. Fui tirando a roupa lentamente. Quando me encarei novamente, ali, apenas de lingerie... só desejei ter Joe ao meu lado novamente. Duas semanas haviam se passado e ele fez como o prometido. Não falou comigo nem ao menos me olhou. Eu ainda não havia conseguido concertar meu coração, tudo parecia desmoronar quando eu me deitava ou passava um tempo sozinha, pensando. As lágrima, o choro... tudo isso fazia parte de mim agora.
Eu precisava fingir um sorriso, felicidade, quando estava com Lucas e ele nem se importava. Porque eu não estava bem e qualquer um que olhasse em meus olhos e prestasse um pouco de atenção perceberia isso, mas não ele. Todos sabiam que eu fingia quando chegava com um sorriso mas eu só podia continuar a fazer isso.

Eu fingia ser quem não era, cometia os mesmo erros, piorava a cada dia, me deixava levar pelas mesmas mentiras. Meu coração estava quebrado como um espelho e eu tentava juntar os cacos, nada estava fácil.
Me olhei novamente e outra coisa veio em minha cabeça, algo que martelava aqui dentro a muito tempo. O modo como eu havia deixado acontecer entre eu e Lucas. Como fui capaz de deixá-lo me tocar, como me rendi a ele de forma que nunca fiz antes. O fato de tudo aquilo ter acontecido entre mim e Joe, não me impediu, em um momento de fragilidade, de me entregar. Eu não deveria ter feito isso, não mesmo. Mas com o passar do tempo, enrolar os garotos dessa forma foi ficando complicado e isso se tornou impossível com Lucas. Do mesmo jeito, Joe era o único que me respeitava e me tratava como algo valioso.


Amanhã seria sábado, dia da apresentação do ballet. Ensaiei duro nos últimos dias e tentei me concentrar ao máximo. Tentava usar isso como uma distração e por mais que fosse complicado, eu precisava de foco, apenas isso agora. Havia ensaiado muito e se aproximava a hora de fazer o esforço valer a pena. 
Sempre pensava no que aconteceria entre eu e Lucas, pois tinha o pressentimento de que estava por acabar, eu deveria tomar uma decisão e não erraria. Mas deixaria passar a apresentação, já que essa cumplicidade entre nós era necessária. Eu estava com medo, ansiosa e principalmente inconsolável. Eu não tinha um abraço, carinho, ou simples gestos que compensassem o que eu sentia, não tinha mais nada.
Tomei um banho e fui me deitar, pronta para o dia seguinte. Deixaria os problemas para amanhã, precisava descansar, não só meu corpo, mas também meu coração.
----------------------------------------------------------------------
-É hoje o grande dia- Miley me cutucou sorridente, enquanto preparávamos minha maquiagem.
-Eu estou tão nervosa...- confessei, minhas mãos tremiam e ainda faltava muito tempo.
-Calma, Demi... você vai se sair super bem! Vai ganhar aquela competição, eu tenho certeza!- Selena garantiu, se levantando da cama e vindo até mim- E ainda faltam 3 horas, gata.
-Exatamente. Eu acho que daqui a duas horas vou ter que retocar essa maquiagem, lá no teatro já...- Miley fez careta.
-Eu acho que quanto mais me mantenho entretida, mas o nervosismo diminui, eu meio que esqueço- dei de ombros.
-E o Lucas, hein?!
-Vou acabar com isso hoje... eu não sei mais o que estou fazendo da minha vida...- suspirei.
-Graças a Deus- Selena disse e nós rimos- Mesmo assim, Demi, você se entregou a ele como nunca fez com ninguém...
-Não importa o que eu fiz... nem sei o que eu tinha na cabeça... ele se aproveitou de como eu estava e eu não me dei conta de que deveria fazer alguma coisa.
-Mudando de assunto... você acha que o Joe vai?- Miley perguntou, tocando no assunto que eu mais evitava.
-Sendo sincera, eu não sei se consigo fazer isso se ele não for- fechei os olhos com força- Mas não espero que ele vá... na verdade eu tenho certeza de que ele não vai aparecer por lá.
-Também acho difícil, Demi- Selena disse- Mas... você é capaz disso e muito mais. Ele estará torcendo por você.
-Não, ele disse que queria que eu nunca tivesse entrado na vida dele... acha que se importa mesmo comigo?! Não...
-Sim, ele se importa. Porque se não, não teria feito metade do que fez.
-Eu prefiro não pensar nisso, vamos nos preocupar só na hora- forcei um sorriso.
------------------------------------------------------------------------------

Joe on:
Como era sábado, dormi até não conseguir mais. Quando finalmente levantei, já eram quase 4h da tarde. Eu não tinha nada para fazer, nem disposição, por isso preferi ficar dentro do quarto, com meus travesseiros e o edredom macio. Mas eu tinha que levantar, já era tarde e eu deveria espantar tudo o que me impedia para fazer o que deveria ser feito.
Tomei um banho demorado e me vesti, colocando uma roupa normal, sem muita produção. Esse não era o objetivo. Comi alguma coisa e passei o resto do tempo que tinha pensando na vida, como de costume.

Tentei não pensar em Demi e consegui, pela primeira vez. Eu estava ansioso para vê-la e minha cabeça não aguentava mais preocupações, talvez explodisse se eu me atrevesse a pensar na nossa briga, ou em como não havíamos trocado uma palavra durante essas duas semanas. Ah, a dor de cabeça constante também foi um dos motivos que me fizeram ficar na cama pro tanto tempo.
-Você vai?- Nick desceu a escada, perguntando.
-É minha obrigação- forcei um sorriso- Eu vou.
-----------------------------------------------------------------------------

Cheguei no teatro e me sentei propositalmente no fundo. Não precisava que ela me visse, mas sim vê-la. Havia chegado cedo e estava sozinho, mas o local já começava a encher. Provavelmente Miley e Selena estavam junto a ela, dentro do camarim. Eu sabia como ela estava se sentindo em relação ao espetáculo e não custava nada estar ali, apenas por um sorriso dela.
Eu ainda me arrependia profundamente do que havia feito, mas tentava não acreditar que fosse mesmo esse sentimento. Tinha certo receio de pensar assim, mas sabia que vê-la não ajudaria em nada e só tornaria tudo isso pior, pior para se suportar. Porém eu precisava fazer isso, não só por ela mas para mim mesmo. Eu não podia negar que me importava.

-Senhoras e senhores, vamos começar o espetáculo- disse uma senhora, sorridente, quando se apagaram as luzes.
Havia se passado uma hora desde que eu cheguei e estava ansioso para ver Demi naquele palco, dando o melhor de si. Eu sabia que ela seria a melhor e que ganharia aquilo, além de representar maravilhosamente a academia. Mas ela seria a última, como se "fechasse" o campeonato. 
Fui paciente durante todas as apresentações e devo admitir que estava incrível. Todas as bailarinas, tudo. Mas ela seria a melhor.

Quando a senhora voltou, eu sabia que havia chegado a hora. Atentei meus olhos para o palco, mas havia algo errado. Todos ao redor estavam tensos e correndo, tentando resolver algum problema. Nem mesmo a moça sabia o que nos dizer.

-Tivemos um pequeno problema com a participante que fechará o evento- ela disse apreensiva- Vamos dar um intervalo de vinte minutos, podem comer alguma coisa... voltamos logo- sorriu nervosamente.
A primeira coisa que me veio na cabeça foi ir a procura de Demi. Eu não sabia o que havia acontecido nem o que fazer, mas sentia que precisava falar com ela.
-------------------------------------------------------------------------

-Você ficou maluca, Demi?- assim que cheguei ao camarim ouvi Lucas gritar- O que deu em você?
-Lucas, SAI DAQUI!- Miley berrou, enquanto Selena falava com Demi, que chorava.
-Essa doida vai atrapalhar tudo! Eu sabia que ela não era boa o suficiente para isso- resmungou.
Miley o encarou furiosa e rapidamente o empurrou em minha direção, o colocando para fora do camarim. Até então elas não sabiam que eu estava ali. Ele saiu resmungando e Miley me encarou confusa, surpresa.

-Joe?- abriu um sorriso gigantesco e segurou minha mão, me puxando para dentro.
Automaticamente, Demi e Selena levantaram a cabeça e me encararam, muito surpresas. Eu já sabia que ninguém esperava que eu fosse.
-Graças a Deus, a salvação chegou- Selena sorriu, ainda ao lado de Demi, que apoiou os cotovelos na bancada a sua frente, virada para o espelho e levou seu rosto até as mãos.
Lancei um olhar para as duas, que entenderam o recado. Elas saíram e eu me aproximei, me agachando ao lado de Demi.
-Você tem uns...- olhei no relógio- 15 minutos- disse de forma engraçada, fazendo-a rir.
-Eu não sei pra que, era mais fácil terem acabado logo com isso- sussurrou, em meio ao choro. Eu não conseguia ver seu rosto.
-O que houve, Demi?- perguntei com a voz mais doce e tirando o tom de brincadeira.
-Eu não consigo- respondeu simplesmente.
-Olha pra mim- pedi, levantando com calma sua cabeça e tirando uma mecha de seu lado- Você sabe que consegue- afirmei.
-Não- negou rapidamente, balançando a cabeça em reprovação- Todos aqui sabem que eu não sou capaz.
-Diz isso por causa daquele seu parceiro idiota?- perguntei irritado com aquele imbecil- Demi, você é incrível e tudo que faz se torna incrível também. Por favor, pensa em tudo que eu já te disse...
-Porque está fazendo isso?- perguntou, confusa.
-Você não tem tempo pra isso- forcei um sorriso- Entre nesse palco e mostra do que você é capaz. Você nasceu para brilhar, Dems, acredita em mim. Eu não estou mentindo. Você é a melhor.
-Eu estou insegura... parece que todo o esforço não serviu de nada- disse angustiada.
-Demi- a parei, antes que ela falasse mais alguma coisa- Todos estão torcendo por você e vieram te ver. Você consegue, por favor, coloca um sorriso lindo nesse rosto e arrasa- pedi, ela forçou um sorriso.
-Eu consigo- sussurrou para si mesma, encarando o espelho.
Enxuguei suas lágrimas e ela sorriu, parecendo realmente mais segura.
-Escuta, você vai ganhar isso, eu sempre tive certeza- disse suavemente- Vai lá e mostra que você consegue. Passa por cima do medo e da o seu show. Não vai ser só mais um obstáculo que vai te parar- garanti.
-Obrigada- me encarou, realmente agradecida- Eu me sinto muito melhor agora- sussurrou.
-Não me agradeça, só ajeite a maquiagem em 5 minutos- disse e ela riu.
-Você... veio- suspirou depois de alguns segundos, sorrindo e com a cabeça baixa.
-Eu não podia deixar de vir- garanti- Eu tenho muito orgulho de você, sabe disso. Vou estar torcendo para a minha bailarina preferida- acariciei sua bochecha e lhe dei um beijo no topo da cabeça.
-Eu juro que já tinha desistido quando você chegou- confessou.
-Mas agora você vai entrar naquele palco e mostrar quem é Demetria Devonne Lovato. Prova para todos que você é muito melhor do que todas e joga na cara daquele Lucas que ele não presta- pisquei e ela gargalhou.
Lhe dei um rápido e carinhoso abraço e procurei Miley, que ficou por lá para retocar a maquiagem de Demi. Voltei para o meu lugar, com um grande sorriso no rosto, principalmente por tê-la feito sorrir. Esperei mais ansiosamente alguns poucos minutos e as luzes se apagaram, anunciando-a.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Seus movimentos eram leves, como sempre, e precisos. Ela dançava graciosamente e por mais que aquilo tivesse acontecido com Lucas, eles disfarçavam bem, ou já haviam se acertado. Eu estava feliz por ter conseguido fazê-la tomar coragem, colocar um sorriso no rosto e seguir. Não esperava que isso mudasse o que acontecia entre nós, mas tive que deixar de lado essa palhaçada por um tempo e falar com ela. E, mesmo achando que Demi não olharia na minha cara, percebi que ela queria que eu estivesse lá.
Seus olhos estavam atentos, mas ela não parecia se preocupar muito com nada, eu via que ela definitivamente só fazia o que amava e era por isso que, quando a senhora voltou para anunciar o vencedor, eu já sabia a resposta.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Demi on:
Eu definitivamente devia aquele prêmio à Joe. Sem ele ali, me dizendo tudo aquilo e me dando aquela força que eu precisava, não teria entrado naquele palco nunca. Na verdade, a única coisa que eu precisava era da presença dele ali e ele me surpreendeu ao ir falar comigo. Selena estava certa, ele sem importava.
Eu deveria estar feliz, claro, e estava. Mas em vez de comemorar, troquei minha roupa, tirando a maquiagem e colocando uma coisa leve. Agradeci àqueles que foram me parabenizar e depois de algum tempo disse a meus pais que iria embora mais tarde, que eles fossem na frente. Me despedi de todos e saí sozinha do teatro, só queria pensar.
Pensar em como tudo que ele me disse mudou minhas decisões, como o clima não ficou estranho e se aquilo seria motivo de esperanças. Eu só queria ele, só precisava dele. Eu não queria colocar em minha cabeça que a conversa apenas aconteceu e não mudaria nada. Não queria que aquilo que voltei a sentir por alguns minutos simplesmente desaparecesse.

Me sentei na calçada, no escuro, sozinha. A rua estava deserta e se fosse em um outro dia eu não me sentaria ali. Mas hoje eu nem tinha pensado duas vezes, não me preocupava com isso. De longe, eu via o restante das pessoas saindo do teatro, mas estava longe o suficiente para que não me vissem. Tentei não pensar em nada, e talvez tenha conseguido. Porque era tanta coisa na minha cabeça que eu não sabia no que pensar primeiro. Independente disso, eu tinha uma certeza: meus pensamentos sempre acabariam em Joe.

Continua...
Heeey! Bom, tudo melhorou, né? AAAAWN *-* Até eu estou feliz! hahahahaha enfim... estou atrasada para a aula de canto já, então só passei mesmo para postar esse! MUITO obrigada pelos comentários, vocês são maravilhosos e eu só quero agradecer a tanto carinho e a quantidade de visualizações! *O* MUITO OBRIGADAAAAA! <333 AMO vocês! E espero que tenham gostado, eu achei fofo *-* Ficaram mais felizes e calmos? :3  Comentem muito, tá? :^)

Beijemis, Bruna! <3

7 comentários:

  1. aaaaaaaa que bom que o joe foi lá dar forças pra demi! Nem preciso dizer o quanto eu gostei dessa parte né "Prova para todos que você é muito melhor do que todas e joga na cara daquele Lucas que ele não presta- pisquei e ela gargalhou." SAHUSHAUHSU isso ai Joe,acaba com esse lucas idiota u_u kkkk
    Já até imagino o que vai acontecer .. a demi sentada sozinha,o joe vai procurar ela,eles vão conversar e vão voltar a namoraaar yay :D -q haha
    Posta maissss :D

    ResponderExcluir
  2. Oi, anjinho,
    MEU DEUS, MEU DEUS, MEU DEUS, QUE LINDOS!!
    Já está sentindo falta do jeito fofo do Joe com ela!
    Ele vai atrás dela?
    Aiiii, to nervosa, mas BEM melhor pelo clima estar mais tranquilo!
    Como você consegue escrever tão perfeitamente, anjo?
    Posta logo, tá? Antes que eu morra!
    Te amo demais, demais, demais... To com saudades... Temos que sair!
    Beijos, da SUA LOVAQUETE.

    ResponderExcluir
  3. Quero outo Hot e romantico *_* por favorrrrrrrrrrrrrrrr
    adoro os teus posts :)

    ResponderExcluir
  4. PELO AMOR DE SANTO DEUS POST AMAIS UM HOJE POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR.
    BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS.

    ResponderExcluir
  5. Que demais que o Joe foi ajudar a Demi. ja tô começando a ficar com saudades dessa fic

    ResponderExcluir
  6. Brunaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, my baby
    Eu Amei esse capitulo. Que fofo o Joe indo falar com a Demi. Ainda bem que ele foi *-*
    Que raiva desse Lucas nojento. Argh!
    Hm a Demi sentada nessa calçada aí no escuro, já posso ate imaginar o Joe chegando ai pra falar com ela e talvez fazer outras coisas kkkk
    Enfim, o capitulo ficou super lindo e fofo. Amei <33333333333
    Você sempre se superando hein dona Bruna rs
    Cada vez é um cap melhor do que o outro.
    Posta Logoo minha linda sz
    Te amo muito <333333333333333
    beijocas ;*

    ResponderExcluir
  7. Que lindo o que o Joe fez pela Demi *---------*
    acho que tá na hora da Demi correr atrás do Joe u.u
    eu preciso do próximo tipo, NOW!!!

    bjos linda!! :**

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3