Visualizações

2 de set de 2012

Be Yourself- Chapter 86


Chapter 86- "Us"...

Joe on:
Me irritei com Nick e com os meninos, já que eles não paravam de me encher a paciência falando de Demi. Aproveitei o cansaço e a falta de vontade incomum de fazer qualquer coisa e fui para o meu quarto, peguei o violão e comecei a tocar algumas notas soltas... só para passar o tempo e me acalmar.

-Entra- resmunguei quando bateram na porta, pensando que seria algum dos meus maravilhosos amigos que importunavam a minha pessoa.
-Ér... oi- por um segundo achei que estivesse tendo alucinações. Eu estava tão louco assim, a ponto de ouví-la? Involuntariamente levantei minha cabeça e sim, ela estava na minha frente. Miragem?
-Você..porque...- nada que prestasse saía da minha boca- O que está fazendo aqui?- perguntei finalmente.
-Ué... você não queria conversar comigo?- perguntou confusa, rindo sem humor.
-Não, eu... de onde tirou isso?
-A Selena disse que queria falar comigo... você mandou ela me chamar lá em casa...- explicou.
-Não, eu....
-AGORA FIQUEM AÍ ATÉ SE RESOLVEREM- ouvimos Selena gritando e a porta foi trancada.
-O que?- gritei, caminhando na direção que Demi estava- Selena, abre isso!- exigi, sem sucesso.
-Ela já disse, vocês não saem daí se não se resolverem- Nick disse, calmamente- Boa sorteeeee- cantarolou.
-NÃO! Nick! Abre isso!- bati na porta, tentando abrí-la, sem sucesso.
-Ah, fala sério- Demi resmungou- Eu devia ter desconfiado.
-Eu mato esses dois quando sair daqui- afirmei.
-Puxa vida, então não vai ser tão cedo- deu de ombros, caminhando para longe de mim.
Ela se sentou dentro do closet, em um canto, sozinha. Tentei abrir a varanda, mas parecia que eles haviam planejado até os últimos detalhes. Me deitei na cama, frustrado, bufando impaciente e encarando o teto. Ótimo fim de tarde.

Não pronunciamos uma única palavra, eu já estava ficando agoniado. Não sabia como iniciar uma conversa nem ao menos o que falar. Esperava ter mais tempo para pensar antes de magoá-la.
Não era o que eu queria, meu coração dizia que era errado, mas depois de quase uma hora e meia, aquilo se tronava mais insuportável a cada segundo e deveríamos fazer alguma coisa se não quiséssemos mofar ali.

-Você... acordou agora?- perguntei, sem poder evitar de sorrir, escorado na porta do closet, a encarando.
-É...- fez uma careta, levantando a cabeça para me encarar- Selena me acordou e agora eu estou presa. Para sempre. Que legal.
-Eu... não sei o que te falar mas...- me aproximei, me sentando bem na sua frente- O que você queria me falar aquele dia? Na praia?- seria mais fácil começar por ela.
-Quer mesmo conversar comigo? Você pareceu tão...certo de que não queria mais olhar na minha cara...- deu de ombros, porém eu sentia tristeza em sua voz.
-Disse que conversaríamos quando chegássemos aqui- a lembrei.
-Faz quase uma semana já, Joe- ela avisou.
-Eu achei que você não quisesse mais ouvir nada... já que parecia super feliz com o seu... ficante ou namorado, parceiro de ballet... sei lá o que aquele cara é.
-Mas olha, pra sua surpresa eu quero sim uma explicação- ignorei o tom super irônico dela e respirei fundo.
-Uma explicação para o que? Me diz o que ia falar- pedi.
-Eu só queria saber porque não fala mais comigo, Joe- de repente sua voz se tornou doce, suave, triste, levando embora a frieza de antes- Porque me ignora.
-Porque.... Demi eu não quero mais. Só isso- disse, docemente.
-Não quer mais? Você mentiu quando disse que ainda me amava?- perguntou- Porque me deu aquele beijo?
-Eu não menti- afirmei- Mas eu apenas desisti. Te dei aquele beijo porque tinha certeza de que seria o último...
- Porque você queria que fosse o último-me interrompeu.
-Eu?- ri sem humor- Demi... escuta, eu não tenho outra forma de te dizer isso. Eu cansei de você, é verdade.
Ela abriu a boca para falar algo, mas nada saiu. Seus olhos ficaram marejados e eu me controlei para não abraçá-la e tirar o que tinha dito.
-Você tinha todo direito de terminar comigo quando eu fiquei com a Ashley, mas porque continuou dando uma "chance" a nós se sabia que não teria futuro?- continuei.
-Eu não sabia que não teria, Joe- sua voz falhava- Precisava pensar...
-Mais? Por favor, fale tudo, menos que precisava pensar. Eu te dei muito tempo e por mais que tenha te magoado daquela vez, eu provei que te amava. Provei que estava arrependido e tentei de tudo, de tudo mesmo para continuar com isso.
-Eu não sabia o que fazer...
-Isso me irrita, Demi. Essa sua insegurança- disse- Não da pra suportar mais isso! Você não foi a única que saiu machucada ou magoada, não. Já parou para pensar no que eu senti?
-Joe, você me beijou, fez tudo o que fez porque quis!
-Mas porque você deixou? Demi, o que eu quero que entenda é que por mim, nós já estávamos juntos a muito tempo, não tínhamos nem nos separado. Mas você complicou isso.
-Não fui eu que te traí.
-Isso de novo não- bufei impaciente, levando as mãos a cabeça- Você não tem o que me dizer, certo? Fica dando essas desculpas mas no fundo não sabe o que falar.
-Você disse que entendia...
-E eu entendo- sussurrei, calmo- Mas não queria que me enrolasse, Demi. Bastava chegar e falar "acabou, eu não quero mais".
-Eu falei isso quando terminamos- avisou.
-Mas não me parou nas outras vezes. E eu sei que errei com você, mas pelo que eu sei, você não guarda rancor.
-Eu fiquei magoada, Joe... e aquilo não passou até agora.
-Tudo bem, eu te "traí". Mas pelo que eu sei, você já arrumou outro. Eu fui o único a desistir? Eu corri atrás de você, Demi. De todas as formas que eu pude.
-E eu não fiz o mesmo- completou, abaixando a cabeça.
-Nem adianta. Enquanto você tiver essa dúvida cruel na sua cabeça, nada vai funcionar- garanti- Esquece. Além disso, a fila anda, siga em frente. Não foi o que você me disse?
-Eu fico pensando se tudo que aconteceu entre a gente valeu a pena- sussurrou.
-Me responda então, valeu?- ela não respondeu, apenas permaneceu calada- Eu não sei porque ainda tento. Durante esse tempo eu te dei espaço para pensar, te deixei em paz quando me pediu e ao mesmo tempo não me afastei. Mas porque continuar a te amar se não vai levar em nada?- disse exaltado- Olha, eu desisto. Não importa o que eu prometi, porque você também não cumpriu. Se você ficou esse tempo todo pensando no que fazer, e agora continua não tendo uma resposta, é porque realmente, pra você não valeu a pena.
-SIM, VALEU!- gritou, algumas lágrimas já caíam- Tanto valeu que eu continuo aqui, chorando por você, porque é a única coisa que eu posso fazer quando sinto essa dor.
-Chora porque quer! Já era pra eu ter acabado com isso a muito tempo, desde aquela conversa onde eu disse que nunca te deixaria. Mas sério, eu continuei ao seu lado, mesmo sabendo que não era certo. Eu continuei com você, enquanto dentro de mim tudo gritava, tudo estava confuso aqui- apontei para meu coração- também.
-Joe, eu... não é isso...- ela escolhia as palavras com cuidado.
-Como não? Eu vou seguir a minha vida, porque correr atrás de você é perda de tempo.
-Eu só pensei em como queria ter você de novo durante esse tempo...
-Caraca, para com isso, Demi. Já virou repetitivo- resmunguei irritado- Para de dizer o que você não sabe. Eu estou desistindo porque você não quer. Eu te dei todas as oportunidades para isso e você deixou passar- respirei fundo- Olha nos meus olhos e diz que não me ama- pedi a encarando como nunca fiz antes.

Seus olhos estavam marejados e eu não queria vê-la chorar mais. Não por mim, mais uma vez. Mas agora eu não tinha o que fazer, além de deixá-la. Porém eu queria uma resposta, queria saber se ela ainda me amava como dizia. Uma coisa eu não entenderia, não sabia porque ela dificultava tanto se sentia aquilo por mim.
Ela abaixou a cabeça, negando discretamente. Ela não conseguia.

-Era só o que eu queria saber- disse me levantando. Fiquei um tempo parado mais longe dela, mexendo com a mão freneticamente no cabelo- Eu te amo, Demi. Mas às vezes eu só queria que você sumisse da minha vida.

Bastou aquilo e ela saiu dali chorando mais do que eu já vira antes. Ela soluçava e as lágrimas desciam descontroladamente.
Eu estava extremamente arrasado por ter dito aquelas últimas palavras, mas no momento, era a mais pura verdade. 

-Você não pode dizer isso- sussurrou, sua voz quase não saía.
-Quando disse que precisava de coragem pra te falar isso era verdade- suspirei- Não quero ser mais seu amigo, não quero mais nada, Demi. Dessa vez eu não vou voltar atrás, esquece que eu existi, nunca mais me procura e com o tempo isso passa.

Ela me encarou incrédula, seus olhos vermelhos e a respiração completamente alterada. Não acreditava no que havia dito, nem ela. Era como se eu tivesse dito o maior absurdo e poderia mesmo ter sido isso. Seu choro doía em mim, seus soluços eram como cortes no meu coração. Eu precisava sair dali, mas ela foi mais rápida.

-SELENA! ABRE ESSA PORTA! ME TIRA DAQUI AGORA- gritou, tirando a voz não sei de onde. Suas palavras eram forçadas, por conta do choro e ela quase implorava- POR FAVOR! EU NÃO AGUENTO MAIS!

Selena abriu a porta mais rápido do que eu pensei e meus olhos estavam presos em Demi, eu só ouvia seu choro e aquilo me deixava completamente acabado. Selena estava confusa, mas assim que viu Demi a abraçou com força, levando-a para longe dali. Nick estava bem atrás, confuso, me encarando, como se perguntasse o que eu fiz.

-Obrigada, a ideia de vocês foi mesmo necessária- resmunguei, sem nem mesmo saber se era para ser irônico ou se seria verdade. Não era meu objetivo machucá-la dessa forma, porém eu sabia que faria isso e estava satisfeito por ter terminado. Agora era aprender a viver novamente.

Deitei em minha cama com as mãos tapando o rosto e os pensamentos confusos. Se ela havia realmente desistido não era mais da minha conta. Porque dessa vez era eu quem deixaria tudo para trás. O que eu queria que ela soubesse já tinha do dito várias vezes e ela sabia muito bem como eu me sentia, e tudo que foi dito agora só marcava o fim.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Demi on:
-Foi horrível, Selena...- reuni todas as minhas forças para conseguir sussurrar aquilo.
-Meu Deus, me desculpa, Demi.... olha... eu... quer água? Um calmante? Me desculpa, eu só queria que tudo desse certo, queria ajudar vocês, não imaginei que fosse acontecer... isso...- ela dizia rapidamente, preocupada.
-Pode me deixar sozinha? Por favor?- perguntei, limpando as lágrimas- Além disso já está tarde.
-Ah não, Demi... olha... você tem que se acalmar...
-Não vou fazer nada, juro- tentei forçar um sorriso- Obrigada.
-Fica bem tá? Por favor....- nos abraçamos por mais um longo tempo- Qualquer coisa me liga, não quer mesmo que eu fique aqui?
-Não precisa, sério mesmo- garanti.
Ela me encarou, ainda super preocupada e sem saber ao certo o que fazer. Por sorte minha mãe e meu pai ainda não estavam em casa e provavelmente não voltariam tão cedo. 
---------------------------------------------------------------
Chorando. Deitada na cama e abraçando os joelhos. Algo que se tornaria rotina, eu sabia. Eu não esperava que ele entendesse, mas também não me imaginava vivendo sem sua companhia, seus sorrisos e abraços. 
Percebi depois de um tempo que dormir era impossível. Só a sensação de fechar os olhos já me causava angustia e eu pensava que deveria me manter de olhos abertos. Não pensei em nada durante todo o tempo, mas mesmo assim sentia como se enchesse minha cabeça de besteiras e idiotices. 
A madrugada foi resumida em lágrimas e arrependimentos. Todos os meus sentimentos pareciam contra mim e nada que eu pensasse tirava essa agonia e dor que meu peito sentia. Pela primeira vez, desde que tudo "acabou" entre nós, senti que definitivamente era o fim. Não por causa do que ele havia dito_ aquelas palavras machucaram profundamente_ mas sim porque eu sabia que não existiria mais aquela cumplicidade entre nós, aquele sentimento que mesmo negado e evitado prevalecia. 

Eu sabia que não existia mais "nós".

Continua...
Triste esse, né? :( Bom, a única coisa que eu posso dizer é CALMA. Tudo se resolve! :) Muito obrigada e eu amo vocês <3 Comentem MUITOOOO! *-* Outra coisinha, a fic vai ter uns 90 capítulos _eu espero_ mais o epílogo! =P E eu espero que estejam gostando! :)

Beijemis, Bruna <3


10 comentários:

  1. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh omgggggggggggggggggggg .... to sem palavras

    possssta logoooo

    ResponderExcluir
  2. Meu.Deus. To chorando aqui ainda, sério! MEU DEEEEEEEUS QUE TRISTE ): Tadinha da Demi ): Que capítulo perfeito! To com raiva do Joe u_u kk caramba, esse capítulo foi mais que perfeito! OMG, OMG, OMG eu nem sei o que falar. Posta logo :3 Te amo muito tá? <33333

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaa como assim? chorei com esse capitulo :((((( eles não podem terminar assim,o casal fofura tem que voltar!
    Posta mais please,eu preciso saber se ainda existe um futuro pra esses dois :(

    ResponderExcluir
  4. POSTA TUDO DE UMA VEZ SÓ MENINA PELO AMOR DE SANTO DEUS AMADO, QUERIA QUE O LUCAS MORRESSE AGORA, NA REAL. PELO AMOR DE DEUS AI CRISTO CARALHO. POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR POSTA LOGO SENÃO EU MORRO MENINA.
    BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS

    ResponderExcluir
  5. Anjinho,
    COMO VOCÊ FAZ ISSO COM A GENTE? QUER ME VER MORTA? PELO AMOR DE DEUS, PRECISAVA DE UM DRAMINHA, MAS NÃO ME FAZER CHORAR! Sério, posta logo, antes que eu arranque a cabeça de um dos personagens que fizeram ela sofrer assim!
    Beijos, linda, POSTA LOGO,
    Da SUA LOVAQUETE.

    ResponderExcluir
  6. CAraa tipoo .. o Joe queer morrern nee? eu to aqui chorando séerio
    como ele pode fazer isso ? tadinha da Demi velho
    posta loogo e nao deixa a demi fazer besteira
    beijos , linda
    Lunna

    ResponderExcluir
  7. caraca chorei bastante com a Demi... vc vai ter recompensar muito bem minhas lagrimas

    ResponderExcluir
  8. Valeu! Me fez chorar...
    Cap triste d++++. Fui lendo e sentindo como se fosse comigo.Chorei muito.
    Tadinha da Demi. Joe pegou o coração dela e apertou com as mãos. ;( Pegou pesado.. Espero q ela não faça besteira...

    Eu não quero q a fic acabe, mais como eu queria ler de uma vez só... To ficando loka esperando.

    POSTA MUIIIITO PLEASEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

    ResponderExcluir
  9. chorando eternamente... :((((((((
    que capítulo tristeeeeeeeeeee...
    juro que senti a dor dos dois agora...
    nossa véi, morri! APENAS...
    eu, realmente não faço ideia de como será a reconciliação deles, mas sei que será ÉPICA!! TEM que ser... por tudo que eles ( e nós leitores) sofremos e choramos, esse romance é digno de um final hollywoodiano u.u
    e eu SEI que terá pq a autora é INCRÍVEL!!! :DD

    posta logo tá?!
    bjos =**

    ResponderExcluir
  10. Socorro Bruna! :(
    Cara, não to acreditando nisso! :( Eu não sei o que comentar porque estou sem reação e apenas chocada com tudo que li! Não creio que esse será o fim deles. NÃO PODE SER ESSE! u.u ~bate o pé no chão que nem aquelas crianças quando querem alguma coisa~ Eles têm que voltar logo, pelo amor de Deus! Você não vai querer que eu morra né?!
    O Joe dizendo aquelas coisas foi extremamente horrível, eu estava chorando demais aqui! :'( Esse não foi o fim deles, é apenas o começo de uma linda história! Quero acontecimentos alegres tá? Não quero mais eles separados, já basta na real life! :/
    Posta logo, baby! <3
    Beijos, te amo muitoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo! <3

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3