Visualizações

15 de ago de 2012

Be Yourself- Chapter 76


Chapter 76- I love you...

-Sério, eu to com tanto sono que daqui a pouco vou cair aqui- disse rindo sem humor- Acho que vou me deitar...
-Você dormiu desde que nós chegamos, além das horas dentro do carro- riu.
-É mas... to cansada do mesmo jeito- dei de ombros- Deveria saber que eu sou preguiçosa- mostrei a língua.
-Acredite, eu sei- afirmou, sorrindo.
-Então, já que sabe, acho que não preciso mais me explicar- disse sorridente. Me levantei da cadeira, pegando o prato e o copo para levar até a pia.
-Espera- ele segurou meu braço com delicadeza, quanto eu passei ao seu lado. O encarei confusa, depois de "revezar" inúmeras vezes meus olhos entre sua mão em meu braço e seu rosto iluminado por um doce sorriso- Eu acho que... amigos, não?- ergueu as sobrancelhas, sorrindo.

Sorri comigo mesma e ele tirou suas mãos dali, lentamente, fazendo ao mesmo tempo um carinho confortante com a ponta dos dedos. Fui andando em direção a pia, distraidamente, ainda com aquele sorriso em meus lábios.

-Eu acho que sim- me virei para encará-lo. Voltei para onde antes estava, porém sentando agora ao seu lado- Melhores... amigos?- forcei um sorriso, sincero e tímido, dando ênfase em "melhores".
-Eu senti a sua falta- sorriu enquanto nos aproximávamos para um abraço.
-Eu também, Joe- sussurrei em seu ouvido, apertando-o fortemente, aproveitando ao máximo aquele gesto, aquelas sensações das quais eu senti tanta saudade.
-Boa noite- sussurrou , beijando o topo da minha cabeça, acariciando minhas costas com suas mãos.
-Eu não quero soltar- U.u disse manhosa, rindo e arrancando risadas dele também.

Era bom quando eu podia ficar ali, com ele, mesmo que apenas como amigos. Desfrutando do momento, coisa que eu não fazia a muito tempo, porque nunca havia me dado a oportunidade, eu o prendia em meus braços, sem querer deixá-lo ir. Eu brincava e ele entrava na brincadeira, mesmo sabendo que no fundo aquilo tinha uma pontinha de verdade. Eu não queria mesmo soltar.

-Você pode me abraçar quando quiser- disse rindo, fazendo um carinho confortante. Ele não havia se afastado para me encarar, até porque eu não deixara que ele se afastasse nem que fosse um centímetro se quer.
-Está me dispensando, Jonas?- perguntei, fingindo estar ofendida e magoada- Tudo bem- U.u.

Me soltei enquanto ele ria, e depois de um tempo não consegui conter a risada também, mesmo assim, eu era discreta. Fui me afastando lentamente, quase que em câmera lenta, enquanto ouvia sua doce e contagiante risada atrás de mim.

-Deixa disso, sua boba- senti seus braços fortes e musculosos me abraçando por trás. Ele me deu um beijo estalado e demorado na bochecha, rindo. Me levantou com mais força, fazendo com que meus pés saíssem do chão.
-Boba, é? Eu sei que você me ama- U.u
-Muito, convencida- sorriu, me dando mais um beijo.
-Perdi o sono- confessei, enquanto ele ia_calmamente_ me soltando.
-Mas a senhorita tem que dormir- avisou- Não vou ficar te carregando por aí não.
-Tudo bem, seu chato- dei uma leve batida em seu braço- Mas a culpa é sua, tá?- sorri, sapeca.
-Já que você perdeu o sono- começou- E a culpa é minha- rimos- Vem cá- segurou minha mão, me puxando para uma cadeira.
-Diga-me, príncipe- me sentei em seu colo, sorrindo quando ele dissera que queria conversar comigo.
-É o seguinte, princesa- sorriu- Eu só... queria que isso ficasse assim entre a gente, tá?- mexeu em meu cabelo, me encarando com nossos rostos próximos.
-Eu vou me esforçar- disse em tom de brincadeira e sorri beijando sua bochecha e jogando meus braços ao redor de seu pescoço, escondendo minha cabeça em seu peito- Boa noite, meu neném- me afastei, apertando suas bochechas enquanto ele tinha um sorriso fofo no rosto.
-Dorme bem, anjo- acariciou meu rosto e sorriu.
Desceu sua mão do meu rosto até minha mão, que estava apoiada em seu peito, distraidamente. Segurou-a e acariciou meus dedos. Depois depositou ali um beijo delicado e eu me levantei de seu colo. Nós dois sorríamos como bobos, um sorriso que eu não conseguia tirar, mesmo depois de ter me afastado. Já estava no terceiro degrau da escada, Joe continuava me encarando, debruçado na cadeira. Sorri e mandei-lhe um beijo. Ele riu e retribuiu. Continuei a subir saltitante, feliz por algum motivo, que dessa vez não era desconhecido.

Fechei  porta atrás de mim, deixando que um longo suspiro escapasse enquanto minha mente ainda permanecia presa àquele sorriso de poucos segundos atrás. A única conclusão que poderia dizer ter chegado era que eu me sentia apaixonada. Era como se estivesse me apaixonando outra vez. Isso só se tornava impossível quando eu dizia a mim mesma que nunca deixara de amá-lo.

E daí que eu havia ficado muito magoada com ele? E daí que ele havia "me traído"? Eu não conseguia deixar que isso tomasse conta de mim, mesmo que já tivesse tentado mudar meus pensamentos_ confesso. Ele me fazia bem, em todos os aspectos. Com ele, o impossível se tornava real e minha visão de "contos de fadas" saíam da cabeça, permitindo que eu sentisse e fizesse daquelas histórias, minha própria vida. Eu não podia negar, era impossível. O que eu fiz até hoje foi apenas adiar o inevitável, eu sabia que não suportaria. 
Não era por causa disso que eu sairia dali correndo para os braços de Joe, afim de começar tudo novamente. Eu ainda não estava certa do que fazer e, no fundo, meu desejo era não dar um novo começo, porém uma continuação a tudo aquilo. 

Por enquanto, melhores amigos. E quem sabe depois nós pudéssemos pensar melhor sobre isso. Foram os beijos? As sensações que ele me proporcionara? Foi tudo o que ele fez comigo a algum tempo atrás? Também. Mas era, principalmente, tudo o que ele sempre fizera comigo, era isso que me fazia pensar mais a cada noite, era o que me levava a desejar que tivesse sido diferente. Esse pensamento me levava a pensar na chance que eu daria a mim mesma e a meu coração. Uma chance a nós.

"Eu preciso de você" aquela voz rouca e baixa ecoava em minha cabeça, fazendo meu corpo estremecer por completo. Soava como tudo que eu sempre precisei ouvir para mudar de ideia facilmente. Aquelas palavras, sua doce voz, seus sorrisos. Eu estava ficando boba demais, tão tola, tão confusa, tão... sem medo.
Eu apenas agi com ele do modo como meu coração permitiu. Não me limitei a fazer nem falar nada, porque conversar daquele modo, me fazia sentir a melhor coisa do mundo.

Sentei na cama e deixei que meu corpo caísse despreocupado, leve. O sorriso era inevitável e minha mente estava vazia, eu me limitava a pensar sobre qualquer coisa. Permaneci deitada por um tempo, forçando os olhos, deixando-os fechados. Abracei um travesseiro e não pude evitar de lembrar dos braços de Joe ao meu redor. Toquei meus lábios com a ponta dos dedos, sentindo ali a mais pura e desejável sensação, a de seus lábios nos meus.

Joe on:
Ainda sentado na cadeira, ao silêncio da noite, balancei minha cabeça em reprovação enquanto pensava naquilo. Não, eu não queria espantar aqueles pensamentos, aqueles momentos que se passaram. Apenas, de alguma forma, não achava certo, mas também não era errado. Não era certo porque nossos beijos e tudo que se passou foi esquecido ali, porém tudo parecia mais certo do que nunca quando me lembrava das palavras doces dela, do modo como deixou que acontecesse.
Eu queria outra chance, ela sabia disso. Não conseguia mais evitar aquilo que eu sentia. Me aproximar era a melhor forma, ainda mais desse jeito, tão bom. O desejo dentro de mim aumentava a cada olhar, palavra, gesto. Ela me fazia sentir assim, como nunca me sentia com nenhuma outra garota. Eu podia estar transando com alguma por aí, mas a companhia de Demi, simplesmente ao meu lado, me fazia deixar essa ideia de lado e ficar com ela, era mais agradável e eu nunca pensara que um dia diria isso.

Sorri comigo mesmo, percebendo que ela estava dando uma chance a nós, ao amor, mesmo que fosse com calma. Não havia reclamado de nossos beijos, do que eu fiz e também não havia se esquivado. Apenas correspondera com o mesmo desejo e intensidade. Era bom saber que eu fazia com ela o mesmo que ela me proporcionava.

Coloquei meu copo na pia e subi os degraus, apagando as luzes e bocejando por causa do sono. Passei pelo corredor dos quartos_ ainda aceso_ e observei atentamente o quarto de Demi, quando meus olhos se prenderam ali. Como não conseguia desviar o olhar, andei cautelosamente e me dirigi até lá, abrindo a porta com calma. Em silêncio, observei-a dormir, mais uma vez, como um anjo. Não pude deixar de notar o sorriso em seu rosto e, dessa vez, não precisei nem ao menos me perguntar se nossos motivos eram os mesmos. Algo dentro de mim já me dava essa certeza.

Não me aproximei para não acordá-la, mas permaneci ali durante alguns incontáveis minutos. Eu via seu peito subindo e descendo por causa da respiração, seus olhos levemente fechados e o travesseiro que ela abraçava. Meus olhos capturavam os mínimos detalhes.

-Eu te amo- sussurrei, muito baixo, chegando até mesmo a duvidar se tinha dito aquilo somente para mim mesmo.

Fechei a porta com delicadeza e fui até meu quarto. Peguei meu celular em cima da mesa de cabeceira enquanto me jogava na cama e fixei meus olhos em seu sorriso. Ela era tão encantadora. Tanto que perdi a conta de quantas horas permaneci ali, tentando desgrudar meus olhos das imagens, que pareciam me puxar para dentro da tela. Era o que eu queria. Poder estar ali com ela, aproveitando cada abraço, desfrutando de cada momento e sentindo cada único beijo. Queria ela para mim, mais uma vez.

Continua...
Oiii! :) Eeeee aí? Gostando, né?!?! haha eu disse U.u vocês acharam que esse beijo ia deixar as coisas ruins entre eles, não foi? haha eu disse no twitter_ não sei se vocês viram_ que não ficariam! :D Bom... agora "Jemi" está bem... e muitas coisas ainda vão acontecer! Mas não esperem por uma volta do namoro tão cedo :/ Obrigadaaaaaa a todos, amo muito vocês! *-* Não consigo encontrar criatividade para escrever capítulos :(( Estou mal em relação a isso... mas enfim... obrigada e comentem muito, tá? *-*
P.S. Eu AMEI esses surtos de vocês, os comentários, tudo que disseram! hahaha desculpem não responder, mas eu li todos e amo muito vocês! <333

Beijemis, Bruna *-*

10 comentários:

  1. OMGGGGGGGGGGG ESTOU VOMITANDO ARCO IRIS COM ESSE CAPITULO,SOCORRO FICOU TÃO LINDO :')))))))))))) AWWWWWWWWW É TÃO BOM VER ELES SE DANDO BEM DE NOVO,ELES JUNTINHOS :3 TA QUE NÃO COMO NAMORADOS MAIS COMO MELHORES AMIGOS JÁ TA BOM DEMAIS :D
    UMA PALAVRA PRA DEFINIR ESSE CAPITULO: P E R F E I T O.
    POSTA MAAAIS

    ResponderExcluir
  2. MEU COMASSIM NÃO ESPEREM UMA VOLTA DE NAMORO TÃO CEDO?????????????????????? CHUTA A BUNDA DO LUCAS E DA ASHLEY E ISOLA OS DOIS NUMA ILHA, AÍ SIM. CARAAAAAAAAAAAAA, EU ACHANDO QUE TU IA FAZER A DEMI FICAR COM O LUCAS SEM AO MENOS PERDOAR O JOE MAS TU FAZ TUDO O CONTRÁRIO E SAIBA QUE FICOU BEM MELHOR ASSIM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! MEU FAZ MARATONA PELO AMOR DE SANTO DEUS POR FAVOR.
    TÁ PERFEITO,
    BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS.

    ResponderExcluir
  3. ameiii ! OMG que cute cute kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    posssta logooo

    ResponderExcluir
  4. Anjinho, sua lovaquete quer mais!
    To ficando obcecada pela fic!
    Posta mais? :P
    Beijos, te amo DEMAIS!

    ResponderExcluir
  5. MEU, que cap PERFEITO!!!
    esse Joe e suas fofuras que me fazem suspirar!!
    lindo, lindo, lindo!!
    posta o próximo logo ok?! :D

    bjos =**

    ResponderExcluir
  6. Pudimmmmmmmmm *_*
    Nossa primeiro desculpa por nao ter comentado nos outros e que eu to passando praticamente o ia no colégio quando chego to muito cansada enfim...
    ...
    Nossa que capitulo perfeito Jemi como "melhores amigos" , kk começou assim , nossa foi muito lindo principalmente a parte que ela sentou no colo dele *_* ela da dando uma nova chance a ele . Pelo menos um inicio e pô joe vê se nao erra dessa vez ,
    TAO fofo ele vendo ela dormir
    AHHHHHHHH Pudim meu posta logo bjos
    Tr amo

    ResponderExcluir
  7. Awnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn que capítulo mais lindo! Cara, eles são muito fofos. ;')
    FOI MUUUUUITO FOFO ELE VENDO ELA DORMIR, OWN. KKKK Você amou nossos surtos né? menina má! NEM PRECISO DIZER QUE TÁ : P-E-R-F-E-I-T-O NÉ? Bom, tô dizendo....TÁ PERFEITO! KKKKKKK Como sempre. Não esperem uma volta de namoro tão cedo? ): então eu espero ansiosamente pelos outros capítulos! hahaha que perfeição esse capítulo :3 enfim. Poste logo meu bebê, amo muito você. Beijos <3333333333

    ResponderExcluir
  8. Vei na boa ... Tah incrível, perfeito,viciante, lindo entre outras qualidade ><
    POSTA MAAAIS DIVAA !!
    Beijemi cm glitter e gostinho d brigadeiroow *..* (aah brigadeiro ~suspiros~)

    ResponderExcluir
  9. Brunaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, my love! <3
    Como assim você faz eles se beijarem, a Demi diz que está novamente apaixonada e depois me diz que o namoro deles não vai voltar tão cedo? Isso não se faz, dona Bruna! u_u Fiquei triste com isso agora. :( E que "coisas" são essas que ainda vão acontecer? Espero que sejam boas porque já chega de tristeza e lágrimas, já basta na minha vida... :/
    O QUE FOI O JOE VENDO A DEMI DORMIR? Jesus! *O* Foi perfeito e fofo! <3 E o "eu te amo"? Meu Deeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeus! Se eu não infartei lendo, saiba que foi por pouco! hahaha Aaah, quero que eles voltem logo a ficar juntos! :( Essa demora já está me matando! Isso é tortura ouviu? u_u
    Poste logo antes que eu infarte aqui!

    Beijos, te amo muito, muito, muito, muito... <3

    ResponderExcluir
  10. eu comecei a ler o fic a dois dias atras e ja to aqui esperando por um novo capitulo...
    euuuuu too adorando mas euu ainda quero q eles vão a uma festa e a demi fique com um monte e se diverta e faça ciumes hahahahahah ia ser muito muito bom

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3