Visualizações

13 de ago de 2012

Be Yourself- Chapter 75 *Mini Especial Jemi*


Chapter 75- I need you...


-Oi- ele sussurrou.

Estremeci ao ouvir sua voz e meu corpo ficou, de repente, imóvel e trêmulo. Como ele podia estar tão próximo de mim, sem que eu percebesse? Sua voz era rouca e baixa, e eu podia sentir sua respiração acelerada em minha nuca. Tentei chegar para o lado, mas percebi que ele tinha seu braço me envolvendo_na cintura_ e me impedindo de sair dali. Me esforcei ao máximo para não encará-lo, porque sabia que aquilo não acabaria bem. 
Joe tinha suas mãos apoiadas no balcão da pia, e eu estava "presa" entre seus braços. Ele estava parado atrás de mim, fazendo com que nossos corpos ficassem próximos_ até demais_ e sua cabeça próxima de minha nuca. Eu sentia seus lábios roçando de leve_ quase que imperceptivelmente_ ali.

-Joe...- foi a única coisa que saiu da minha boca. Quase que inaudivelmente.
Soltei um longo suspiro e involuntariamente minha cabeça se virou para trás, sentindo-o mais cautelosamente. Senti seus lábios quentes em minha pele, me provocando. Ele era sexy de qualquer forma, mesmo que não tentasse. 

Suas mãos soltaram-se da bancada e se prenderam firmemente em minha cintura, se aproximando mais, grudando nossos corpos. Meu corpo relaxou completamente, amolecendo em seus braços. Meus suspiros eram constantes e eu já não pensava em mais nada, além de "o que ele estava fazendo?".
Começou a dar leves beijos em meu pescoço, roçando seus lábios em meu ombro, de forma sensual. Senti minha respiração se alterando mais e mais, até não conseguir mais controlar. 

-Eu preciso de você- sussurrou em meu ouvido, mordendo minha orelha.
Eu não podia conter o desejo dentro de mim, era algo fora do comum. O jeito como seus beijos me deixavam, como ele me provocava de forma intensa e inigualável. Eu me sentia única em seus braços, como se nada mais fizesse sentido. Apenas nós ali. Com os hormônios a flor da pele e o desejo incontrolável surgindo. Eu não sabia quando isso tinha começado, mas tinha certeza que não acabaria tão facilmente. 

Uma de suas mãos foi para minha nuca, segurando-a com firmeza, enquanto ele mordiscava minha orelha e distribuía beijos por toda a extensão do meu pescoço. Senti meus dedos acariciando os dele, quando colocava minha mão por cima da sua, delirando por causa do que ele fazia.

Me virei para encará-lo, olhando profundamente dentro daqueles olhos castanhos hipnotizantes. Ele me pressionou mais contra o balcão, me prendendo ali. Abaixei minha cabeça, enquanto ele abaixava lentamente a alça da minha blusa. Quando voltei meus olhos aos dele, nossos lábios se encontraram rapidamente. 

Nos beijávamos ferozmente, quase que desesperadamente, querendo e desejando aquele momento. Sua língua brincava com a minha, passava pela minha boca e eu não conseguia me afastar daquilo. Segurei sua nuca e aprofundei mais o beijo, passando minhas mãos por seu cabelo. Ele se afastou um pouco, ainda mantendo nossos rostos grudados. Respirávamos com dificuldade e eu não conseguia decifrar o que seus olhos diziam, apenas sentia que o desejo aumentava e eu não podia controlar. Puxei-o para mais um beijo que, dessa vez, durara menos. O encarei confusa quando ele se afastou, mas logo me perdi em seu olhar, não conseguindo prestar mais atenção em nada. 

Ele forçou um sorriso e roçou seus lábios contra os meus. Isso não era justo. Voltou seus beijos e mordidas para o pescoço, causando sensações incontroláveis em mim. Joguei meus braços em volta de seu pescoço e aproximei mais nossos corpos, de forma que ele tivesse uma de suas pernas levemente entre as minhas. Ele apertou minha cintura, deslizando sua mão pelas minhas costas, enquanto a outra acariciava minha bochecha. 

Quando subiu mais os beijos, mordisquei sua orelha, colocando minha cabeça apoiada em seu pescoço. Dei leves mordidas e beijos e ele vagava meu corpo com as mãos, acariciando-o. 
Mordeu meus lábios algumas vezes, até que não aguentamos mais e juntamos nossos lábios. Dessa vez mais calmamente, o beijo despertou inúmeras formas de desejo, mas ao fim, eu só queria tê-lo ali, para mim. 

Queria sentí-lo, sentir seu carinho, sua pele contra a minha e seus beijos que me levavam ao delírio. Seus dedos rodavam em minha bochecha, confortavelmente, quando eu acariciava seu braço. 
Passou uma das mãos em minha coxa, subindo até meu quadril. Depositei uma de minhas mãos em seu peito, enquanto trazia-o mais para perto, segurando em sua nuca. Estávamos completamente juntos, não havia mais distância alguma entre nós. Porém, por alguma razão, eu sempre sentia que conseguia trazê-lo mais para perto, sentia que podia sentí-lo mais intensamente.

Os beijos apenas aumentavam em velocidade e intensidade. Nem ao menos parávamos para respirar, já que cada segundo parecia não poder ser desperdiçado. Talvez fosse isso mesmo. Ali, naquele momento, apenas estávamos dando a nós mesmos uma chance. 
Virei com calma meu pescoço, automaticamente separando nossos lábios e apenas deitando minha cabeça em seu ombro. Ele colocou uma mecha do meu cabelo para trás de minha orelha e acariciou minhas costas. 
Depositou um beijo em minha testa e foi descendo até o pescoço, novamente.
Nós não precisávamos de palavras, os gestos eram suficientes. Como não saberíamos mesmo o que falar, era melhor que permanecêssemos calados, porém juntos. Cada beijo que eu dava fazia meus lábios pegarem fogo. Quando minha boca entrava em contato com a sua, eu podia sentir seu gosto e o desejo aumentando dentro de mim. Eu podia querer mais, e sim, queria. Mas as caricias e beijos me satisfaziam e não pareciam tão errados em relação ao que minha cabeça imaginava. Eu não sabia até quando aguentaria, mas por enquanto eu só queria permanecer em seus braços, me sentindo segura.

Delicadamente, ele beijou mais algumas vezes meu pescoço, até que eu juntasse nossos lábios. Ele correspondia com o mesmo desejo e intensidade, querendo me sentir assim como meu corpo desejava-o. Tudo nele parecia me chamar, do mesmo modo como meu corpo gritava por ele, exigindo de mim esse contato.

Por algum motivo, ele não tentou aprofundar mais as coisas. Eu, apesar de desejar, também me controlei ao máximo. Talvez soubéssemos das consequências e não estivéssemos afim de arriscar. 
Um barulho forte estremeceu a casa, batendo portas e  causando um barulho estridente vindo das janelas de vidro. Nos separamos, assustados. Ambos não sabiam o que falar e, assim como ele, desviei meu olhar rapidamente. Em seu rosto eu via decepção e eu sentia como se uma parte de mim tivesse sido arrancada a força. Não era uma sensação nem um pouco boa. O clima definitivamente tinha acabado e tanto eu quanto ele estávamos um pouco "envergonhados". Ele parecia mais indeciso, sem saber muito bem o que fez ou o que fazer. Já eu estava completamente perdida ali. 

Abaixei minha cabeça e comecei a mexer nervosamente no cabelo. Ele já tinha se afastado um pouco e estava ao meu lado, distante, apoiado na bancada, encarando o nada e controlando a respiração. Eu continuava imóvel no lugar. 
-Bom, eu... acho que o tempo vai virar- comentou, abrindo o açucareiro e pegando a colher. Era melhor fingir que nada acontecera.
-Eu já coloquei açúcar no seu!- disse rapidamente, impedindo que ele colocasse mais. Rimos e ele pôs no meu copo- Poxa... quer dizer que vamos ficar em Miami com o tempo ruim?
-Pode ser ruim, mas até que existem coisas para se fazer com o tempo assim- deu de ombros, virando para me encarar com um sorriso de lado.
-Jura?- fomos caminhando até a bancada onde sentávamos- Tipo o que?- sorri curiosa, encarando-o.
-Eu já tive que passar uma semana aqui com chuva e ventos- disse- A gente pode...inventar- riu sem humor.

Passamos alguns minutos conversando, imaginando sobre o que poderíamos fazer. Depois de um tempo fantasiando, os ventos já tinham até ido embora e a noite lá fora era calma. Jogamos conversa fora e conseguimos rir muito, mesmo que isso parecesse estranho e impossível. 

A conversa tomou um outro rumo_ que eu não esperava_ repentinamente. Logo estávamos conversando enquanto comíamos, como dois melhores amigos que se conhecem a anos. Não nos conhecíamos desde pequenos, porém já fazia um bom tempo desde que descobri o quanto Joe sabia sobre mim e eu sobre ele. 

Os assuntos eram mais íntimos e pessoais, mas nem eu nem ele parecíamos nos importar com esse detalhe. Eu conseguia me abrir com ele, independente de qual fosse o assunto. 
Só estávamos nós ali, na sala escura, iluminada apenas pela luz da cozinha. Definitivamente não parecia que tudo aquilo havia acontecido entre nós a apenas algumas_horas, quem sabe_ atrás. O clima podia ser estranho, as palavras poderiam ter sumido, mas nada disso acontecia. Nós estávamos à vontade, muito até. Estávamos rindo, nos divertindo. 

Aos poucos cada palavra foi adquirindo um significado maior, cada gesto ficava mais valioso e os olhares eram inocentes, porém intensos. Não que eu precisasse de muita atenção para isso, eu apenas o observava normalmente, como já era de costume. Eu vim para essa viagem sem nenhuma esperança de que "isso" entre nós fosse funcionar assim, mas agora via que podia ser melhor do que eu imaginava. 

Continua....
Oiii! Bom... eu realmente fui má com vocês e fiquei com pena... bem, aí está o capítulo que eu amei :) Espero que vocês também tenham gostado e tenha sido suficiente para suprir as necessidades! hahaha sei que não é a volta do namoro ainda, mas já é bem incrível ;) Então... eu acho que vocês acharam "interessante" mesmo hahaha :DDD Muito obrigada, amo vocês! 13 coment's *o* you're amazing! <333

Beijemis, Bruna *-*

8 comentários:

  1. PERFEITO ESSE CAPITULO <3
    AAAAAAAAAAAH POSTA LOGO PLEASE




    Maria

    ResponderExcluir
  2. OMFGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG COMO. VOCÊ. ME. FAZ. UMA. COISA. DESSA??????????????????? AH FILHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! MORRI.
    Isso vai dá merda e vai acabar em Joe com várias e em Demi chorando. Virei vidente agora!! -n.
    Mas ENFIM, tá lindo, perfeito, maravilhoso. Como tu consegue descrever tão bem em menina???? Parabéns.
    Beijooooooooooooooooooooooooooooooooooos.

    ResponderExcluir
  3. OMG .. TA BRINCANDO NÉH .. NÃO A VOLTA , MAS ESTÁ PERFEITOOOOO !!!! OH JEMIIII !!!

    POSSTA LOGOO

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAHHHHHHHHHH!!!
    surtei com esse capítulo!!
    o que foi o Joe dizendo OI em um sussurro no ouvido da Demi...
    eu me arrepiei toda lendo essa parte!!!
    PQP!!!
    muito perfeito esse capítulo!!!
    posta o próximo logo pq já comecei a amar essa viajem!! ;)

    bjooos!!! =**

    ResponderExcluir
  5. Brunaaaaaaaaaaaaaa, my love! <3
    Espera que eu vou ter um ataque bem ali e já volto! klsfajsdjfsdkgjldk :DD O que foi esse capítulo? *O* O momento Jemi foi simplesmente PERFEITO! Sem mais! <3 Cara, estou cada vez mais apaixonada pela história! Estou mega ansiosa para saber o que ainda vai acontecer no resto da viagem! hahaha Espero coisas boas e MUITOS momentos Jemi! :D
    Posta logo! ;)
    Beijos, te amo demais, baby! <3 Muito mesmo! <3

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAAAAAAHHHHHHHHHH OMFGGG QUE CAPITULO FOI ESSE DONA BRUNA?! MORRI MIL VEZES. EU JÁ SABIA QUE EU IA GOSTAR NA HORA QUE EU VI ESPECIAL JEMI, MAS EU NÃO SABIA QUE IA SER TÃO PERFEITO ASSIM *O*
    OMG FOI BEM MAIS DO QUE INTERESSANTE. ME DEU ATÉ FRIO NA BARRIGA KKK
    AMEI DE VERDADE <3 SEI QUE AINDA NÃO FOI A VOLTA DO NAMORO, MAS FOI MUITO PERFEITOO.
    POSTA LOGOO, PLEASEEE !!!
    HEY EU TAVA UM POUCO AFASTADA DO TWITTER, MAS AGORA EU VOLTEI. SE QUISER FALAR COMIGO SOBRE QUALQUER BESTEIRA É SÓ UM UP, OK?!
    AMO VOCÊ, MY BABYYYYYYYYYYY <333333
    BEIJOS ;*

    ResponderExcluir
  7. OMGGGGGGGGGGGGG VOCÊ É MÁ BEBÊ! KKKKKK To morta véi, pra que tanta PERFEIÇÃO? PRA QUE?! Meu Deus, me arrepiei toda lendo hahahahaha,sério tá muito perfeito..MUITO PERFEITO. Ok todo mundo já entendeu né? ta perfeito. Pois é ta perfeito! Ok parei kkk. MEU DEUS EU AMEI ESSE CAPÍTULO DEMAIS! EU LI ESPECIAL JEMI E JÁ SURTEI, FOI ENGRAÇADO..MAS ENFIM.
    Eu estou MUITO CURIOSA, MUITO É POUCO, TO MTMTMTMTMTMTMTMT CURIOSA PRO OUTRO CAPÍTULO, NECESSITO URGENTE! KKKKK TE AMO MUITO AMOOOOOR <33333333333333 posta logo.

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3