Visualizações

20 de jul de 2012

Be Yourself- Chapter 63


Chapter 63- Without him...

---------------------------------
-Burro, idiota- resmunguei, socando a parede.
-Calma, Joe- Nick entrou no quarto, assustado- Vai quebrar a casa assim.
-Não enche Nick. Você já atrapalhou demais a minha vida- murmurei.
-Eu...?- me encarou confuso.
-A Demi terminou comigo e eu disse coisas horríveis para ela. Culpa sua que decidiu falar o que não devia.
-Ah, isso- fez careta- A Selena me contou. Joe, eu... sério, desculpa por ter feito tudo aquilo, foi idiotice, eu vacilei feio com você.
-Agora já passou...- suspirei- A viagem está de pé?- mudei de assunto, forçando um sorriso travesso.
-É assim que se fala- me deu um leve tapa nas costas, sorrindo.
------------------------------------
Passei o dia vendo um filme. Era final de tarde e eu estava deitado na cama, comendo algumas besteiras. Não sei muito bem porque, mas quando me dei conta, meus olhos estavam presos a foto de Demi que eu tinha no porta retratos. Uma coisa me veio na cabeça. Eu não sabia se deveria ligar, porque tudo que eu falei realmente foi horrível, nem eu mesmo me reconhecia por aquilo. Mas precisava saber se ela iria na viagem. Peguei o celular, mas já sabia que ela não me atenderia. Então resolvi esperar essa semana passar, afinal, ainda tínhamos tempo e quem, sabe, alguma coisa não mudava durante essa semana? Eu só não sabia como.
______________________________________________________________________
O fim de semana foi melhor do que eu esperava. Hoje era segunda feira e eu estava deitado na cama, já arrumado, mas com preguiça de levantar, pensando nas noites que tive com Ashley. Eu era um idiota por causa disso? Podia até ser, mas voltar a minha vida antiga era mais fácil, era melhor e menos doloroso. Eu não conseguiria esquecer, mas pelo menos me divertiria e conseguiria disfarçar o que realmente sentia. Eu faria como da última vez, levaria uma vida onde sair machucado nunca era uma das opções. Sendo assim, passei todo o fim de semana com Ashley, curtindo.


Não havia nem mesmo visto Demi, e para ser sincero, não era bem o que eu queria. Tudo estava confuso para mim, por isso tentava evitar pensar muito sobre o que estava acontecendo. Mas tinha uma vontade louca de vê-la, sorrindo, de beijá-la, ouvir o que ela tinha para me dizer... eu queria um simples "eu te amo"... vindo dela. Eu não esperava que nem um simples "oi" fosse trocado entre nós, mas não podia evitar as saudades. De qualquer forma, minha "vida" havia voltado.
Eu não ignoraria Demi, pelo contrário, tentaria ser educado, ou simplesmente fingir que nada nunca aconteceu entre nós. Trataria ela como uma simples "conhecida", se eu conseguisse, claro. Não queria perder a amiga, mas entendia que depois das minhas palavras ela não falaria comigo. E se eu fosse atrás da amizade, não me contentaria só com aquilo, e a partir daí, o plano de não sair mais machucado iria por água abaixo.


Não sei porque, mas se passou na minha cabeça que talvez eu pudesse estar atrasado. Olhei no relógio e já estava em cima da hora, só conseguiria entrar no próximo tempo. Corri para o andar de baixo, pegando minha mochila e a chave do carro. Quando abri a porta vi Demi também nessa posição, porém falando com alguém dentro de casa, obviamente ela não me viu. Tirei o carro da garagem e quando cheguei a rua, ela saía, bem próxima de onde eu estava. Olhou de lado rapidamente, eu percebi, e seguiu andando.

-Bom dia, Demi- disse sorrindo, enquanto colocava a mochila no carro.
-Ér... bom dia- sussurrou me encarando, com uma expressão confusa.
-Você quer carona?- perguntei educadamente.
-Não- forçou um sorriso- Mesmo assim, obrigada- virou-se para continuar seu caminho.
-Você vai chegar muito atrasada, sabe disso- alertei, rindo levemente.
-É...- fez careta- Ta bem- concordou entrando no carro.
Ela entrou e seguimos em silêncio. Não chegava a ser incomodo, mas realmente não parecia que éramos... aquilo que éramos. O clima era bem estranho e ela nem sequer olhava para mim, como se eu fosse uma pessoa desconhecida ou que ela não tinha a mínima intimidade.

-Eu.. perdi a hora hoje- comentei, tentando deixá-la mais à vontade- Parece que não fui o único...
-É, definitivamente não...- riu sem humor- Não tenho dormido bem esses dias...- deu de ombros.
Preferi não comentar nem tentar dar a ela uma resposta. Eu sabia muito bem, pelo jeito como ela agia e por causa da leve vermelhidão em seus olhos, porquê ela não tinha dormido bem.
O assunto morreu ali. Chegamos na escola, ela soltou um simples "obrigada" acompanhado de um leve sorriso e abriu a porta. Caminhamos "juntos" até a portaria do colégio, em direção a algumas mesas onde deveriam ficar aqueles que chegassem atrasados. Mantivemos certa distância e nem sequer nos olhamos.
Ela colocou sua mochila em um dos bancos, fiz o mesmo com a minha. Tinham muitos alunos ali, então fui na direção de alguns, afim de conversar com eles, me distrair enquanto não era liberada a entrada. Deixei Demi sozinha e fui bater um papo.

Demi on:
Observei Joe se afastando, tentando entender alguma coisa. Ele estava tentando fingir que nada havia mesmo acontecido entre nós, mas eu não conseguiria ajudar. Era impossível ficar perto dele sem que as lágrimas tentassem sair, sem que as memórias viessem à tona. Eu nem sabia porque estava sendo tão... idiota. Ele havia me decepcionado, me traído com a Ashley e sei lá mais quantas e agora... tentaria ser meu amigo? Eu ainda teria que pensar para decidir o que doeria menos.


Fiquei sozinha no banco enquanto ele conversava com algumas pessoas. Depois de um tempo, foram se aproximando e "me colocando" na conversa. Obviamente não participei, mas era impressionante como Joe conseguia ser surpreendente.
Eu não sabia se acreditaria no menino que conheci melhor durante nosso tempo juntos ou teria que colocar na minha cabeça que ele realmente nunca havia mudado. Eu tinha sido muito tola, mas pareceu tão real...
Bateu o sinal, finalmente, eu não estava mais aguentando ficar ali. Minha vontade era voltar correndo para casa, mas sabia que não poderia e afinal, não resultaria em nada. Já havia chorado o fim de semana todo, sabendo o que Joe fazia com Ashley dentro daquele quarto. Talvez ele tivesse esquecido que meu quarto ficava praticamente grudado no seu. Doía saber que ele tinha mudado tão facilmente, que tinha me esquecido e o pior, queria esquecer. Eu não sabia por quanto tempo ele continuaria com esse joguinho de "amigos" mas sabia que eu não conseguiria.


Caminhei até a sala, Joe estava um pouco mais atrás de mim. Não me dei ao trabalho de encará-lo, apenas me sentei em minha cadeira- dessa vez ele havia se sentado do outro lado da sala- e me concentrei para disfarçar estar prestando atenção na aula.
No intervalo foi a mesma coisa. Eu, sozinha, sentada em um canto sem a mínima fome e perseguida pela vontade incessante de chorar, enquanto Joe estava com uma menina qualquer, na mesa dos populares, rindo e se divertindo. Esquecendo mais a cada momento. 


Ele não percebia que isso doía em mim? Eu ainda não acreditava que era de propósito, mas do jeito que ele estava agindo, essa era a minha única opção, era o que eu lutava para não acreditar, mas deveria encarar a verdade. Pensando bem, o que eu queria? Ele, me abraçando, seus beijos, carinhos, sorrisos... palavras. Mas eu não poderia fingir que nada aconteceu e implorar que ele voltasse comigo. Ele também não faria isso. No fundo... talvez eu só quisesse que ele não tivesse mudado, ou mentido para mim durante tanto tempo. Agora eu percebia que o que havíamos vivido não tinha sido real, foi uma imensa mentira.


Eu queria ouvir ele dizer que ficaria tudo bem. Poder acordar com ele ao meu lado e pensar "foi só um pesadelo". Queria que ele me dissesse que ficaria sempre ao meu lado, como a promessa que havia feito, desde sempre. Eu me lembrava claramente de quando ele disse que mesmo que nos separássemos, ele não queria me perder e eu seria sempre a coisa mais importante na vida dele. Eu queria pensar nisso, ouvindo claramente sua voz em minha cabeça e poder acreditar, olhar para trás e ver que não foi apenas uma ilusão. Queria ouvir ele me falando tudo isso de novo, queria que ele fizesse o que falou. Não importava se ele estava tentando se "aproximar" um pouco de mim, porque eu estava sendo idiota ao deixar que ele tentasse. Suas palavras ainda ecoavam em minha cabeça: "Então eu fui só mais uma para você?" "Sim". Não era muito difícil perceber que nada entre nós ficaria bem, eu só não podia acreditar na volta que tudo dera. 


Agora eu estava completamente perdida, sem saber o que pensar ou para onde ir, sensível e vulnerável...
A verdade era que eu não sabia como tratar ele. Quando se aproximava, eu não conseguia evitar um leve sorriso, ou que meu coração batesse mais forte. Mas aí eu lembrava de tudo que aconteceu de tudo que ele me falou. Eu não podia ignorá-lo e tratá-lo mal, porque, independente de tudo, o tempo que passei com ele foi o melhor da minha vida.
-------------------------------------------


Continua...
Postei mais um hojeeeee \o/ Cara, o desespero da Thalia me fez fazer isso! Maaas, enfim... hahahaha gostaram? Gente, CALMA! Mesmo com eles separados, muitas coisas acontecerão...é o máximo que eu posso dizer para tranquilizar vocês ;) 


COMENTEM MUITO! POR FAVOR! Eu postei DOIS hoje, então, vamos comentar! :D


Anônimo--- Awwwn valeu sim, amore! Eu amo, de verdade, ver o carinho de vocês! <333 Hahaha muito ainda vai acontecer... estou providenciando esse "gato" ;) hehe beijocas e obrigada!! *-*


Gabs---- Hahahaha sei que não da para evitar... hahaha Obrigadaaaa <3 Beijocas, espero que goste! *O*


Jemi- This is me _Thalia_ ---- My baby, que medo O.o Hahahahaha postei, senhorita desespero/ terrorista! LOL Mesmo que eu enrole, ainda tem coisas para acontecer... :P Beijocas *-* 


Obrigadaaaaaa :) Beijemis, Bruna *-*

11 comentários:

  1. bru ta tudo perfeito amiga, só acho que a demi devia parar de ser boba um pouco e seguir em frente com alguém sabe, fazer o joe sentir ciúme um pouquinho ahaha
    bjs posta logo <3

    ResponderExcluir
  2. Brunaaa linda do meu coração, Postou mais um hoje! :3 Tá muito perfeito, cara você escreve muito bem. Sério! *u* Eu queria uma opnião sobre a fanfic que eu to escrevendo :P e eu queria pedir pra você ver se quiser e puder é claro, e me diz o que achou? www.icanseeghosts-allthetime.blogspot.com.br Vai significar muito pra mim, muito obrigada, beijos. :3

    ResponderExcluir
  3. nossa esse gato tem que ser tipo foda demais pra Demi esfregar na cara do Joe. E que esse gato não demore muito porque a Demi não merece sofrer, o Joe que tem que aprender um pouco.
    Por favor, faça o gato aparecer rápido, menina, eu não to conseguindo parar de pensar nisso, essa angústia da Demi tá vindo em mim ksadjaskldjçlsdksaçd. Tá perfeito, você escreve otimamente bem, parabéns.
    Posta rápido senão me encontra no hospital ok?
    Beijooooooooos e obrigada por ter postado dois capítulos hoje, eu tava quase morrendo.

    ResponderExcluir
  4. voltei pra falar que eu concordo com a Iris, a Demi tem que deixar de ser bobinha e seguir em frente.
    açllasçkdlçskadçakdasd~sd beijos de novo.

    ResponderExcluir
  5. Gostei do Joe querer "recomeçar" com a amizade primeiro mas acho que ele deve um GRANDE pedido de desculpas pra Demi.Ela ta sendo muito forte encarando tudo isso,se fosse eu não aceitaria de jeito nenhum a carona dele u_u
    Grandes coisas vão acontecer nessa viagem né? espero que uma delas seja a volta do "namoro" dos dois,que alias tem que ser com um pedido de namoro espetacular pra cobrir todo esse sofrimento da demis.
    Posta maaaaaaaaaaais :D

    ResponderExcluir
  6. COMO ASSIM VC POSTOU 2 CAPÍTULOS HOJE?? :O
    chocada porém FELIZ!!! :) hehehe...
    ai, esses capítulos estão tão tristes que meu coração chega a doer...
    vc não tem ideia de como eu xinguei o Joe no capítulo passado, aff...
    e depois de tudo o que ele disse, ainda quer agir "normalmente" com ela??!! :/
    providencie mesmo esse gato pra Demi u.u
    ela precisa sair dessa solidão...

    enfim,
    posta loooooooooooogo!!!
    bjinhos =**

    ResponderExcluir
  7. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA COITADA DA DEMI ;( ela nao merece nada disso q o joe ta fazendo...AAAAAAAAAAAAAAAAAAAA to morrendo SOS O JOE DEVE MUITO A ELA.....ARGH! posta mais..to curiosaaaaa! bjs

    ResponderExcluir
  8. Amr tem selinho pra ti no meu blog http://jemi-foreternity.blogspot.com.br/2012/07/selinho_21.html

    ResponderExcluir
  9. Faz a Demi perdoar logo a Selena, e ela ajudar a Demi nesse momento..

    ResponderExcluir
  10. olá bruna desculpa eu ñ estava comentando porq eu estava sem net essa semana toda , nossa eu amei amei o cap 60,61,62,63 :) nossa divino mesmo eu ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii posta logo poxa bota pra demi perdoar ele vai ah será que a demi vai para essas ferias e la vai conhecer um alguém e por ciumes em joe ? ai ai quero só ver bota bem grande kkkkkkkkkkkkkkkkkk bjssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. To bem sim mam'z, ainda bem.
    Nao tenho twitter, nao dá tempo de mexer em nada direito, to estudando muito pra passar em uma Etec. Como vc tá?
    Os dois capítulos estao perfeitos, como vc consegue escrever tao bem??
    Desculpa preciso ir tenho de cuidar da minha priminha.
    Posta logo!
    Te amo <3
    ASS: Cami

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3