Visualizações

6 de jul de 2012

Be Yourself- Chapter 55


Chapter 55- Beach...

Joe on:
-Você está linda- comentei quando a vi saindo do banheiro, com a roupa que eu havia levado.
-Obrigada- sorriu e veio até mim, se sentando no meu colo e envolvendo meu pescoço com seus braços.
-Eu acho que perdi a vontade de ir até a lanchonete- a envolvi também, colocando meus braços em sua cintura, perto de seu quadril- Não quero sair daqui- disse apoiando minha cabeça em seu ombro.
-Mas eu estou morrendo de fome- disse rindo, e se levantando- Vem, vamos- esticou seus dois braços, me chamando.
-Ah, poxa- murmurei triste- Queria ficar aqui com você- segurei suas mãos e me levantei.
-Vamos ficar juntos lá e onde mais você quiser- afirmou sorrindo- Mas agora temos que tomar café- disse convicta, me puxando.
-Tudo bem...- concordei rindo.
--------------------------------------------------------------

-O que vai querer?- perguntei, me sentando no banco, do lado de fora da lanchonete.
-Acho que um queijo quente e um suco- disse.
-Boa ideia- sorri enquanto chamava o garçom.
Fiz nossos pedidos e conversamos enquanto ele não chegava. Contei algumas de minhas histórias malucas para ela, que não sabia se gargalhava ou se assustava por causa das loucuras que eu já havia cometido. Falamos também sobre coisas relacionadas a sua vida, coisas que eu, até então, não sabia.

-Você só pode ser maluco- comentou rindo, tomando um gole do suco.
-Só um pouquinho- sorri- Um pouquinho maluco por aprontar tanto- confessei. Estiquei meu braço sobre a mesa e segurei sua mão- Mas completamente louco por você- sorri.
-Awn, que gracinha- apertou minha bochecha- Essa loucura é a melhor, é saudável- piscou, sorrindo.
-Você é linda, engraçada, divertida, sorridente, simpática, amorosa, brincalhona, fofa, carinhosa, maravilhosa, incrivelmente radiante... o que mais eu posso querer?- ela abriu um lindo sorriso enquanto eu falava.
-Uma namorada safada- disse, me encarando com um meio sorriso.
-Você é quando quer- pisquei, ela riu.
Enquanto balançávamos lentamente nossas mãos unidas de um lado para o outro, na mesa, percebi que ela encarava o canudo do suco, brincando com ele, distraída.

-Pensando em...?!- perguntei, acariciando sua mão com meu polegar.
-Posso te perguntar uma coisa, não posso?- perguntou, sorrindo de lado.
-Sim, claro- concordei- Só tenho medo do que seja- O.o
-Ah, não precisa!- riu- Eu... não quero me meter na sua via, de maneira nenhuma...
-Você faz parte dela, Dems- a interrompi, ela sorriu.
-Só por curiosidade... quantas namoradas você já teve?- soltei uma gargalhada quando ela perguntou.
-Nossa- passei a mão que não estava junta a dela no cabelo- Não faço ideia, Demi... -ela me encarava confusa.
-Como não?- o.o
-Foram tantas... mas você sabe disso...- a encarei desconfiado.
-Não, Joe- riu- Quero saber quantas namoradas mesmo você teve. Não quantas ficantes, porque seria idiotice- revirou os olhos.
-Ah, namoradas...- disse, pensativo.
-Não é a mesma coisa pra você, certo?- perguntou receosa.
- O que? Namoradas e ficantes?- ela assentiu- Claro que não, meu amor- sorri, tranquilizando-a.
-Isso é bom...- sussurrou sorrindo, talvez aliviada.
-Diz isso porque não te pedi em namoro, não é?- perguntei, já sabendo a resposta.
-Eu acho que... o que você pensa é mais importante- garantiu- Mas e aí? Quantas?- sorriu travessa.
-Deixa eu ver....- eu sabia que ela queria um pedido de namoro mais... oficial, porém esperaria até a hora certa, já que não havia surgido uma oportunidade depois da última tarde na qual sairíamos e eu faria o pedido, mas ela foi ao shopping com Selena- Bom, levando em conta TODAS elas... acho que umas 5- disse duvidoso.
-5? Eu esperava mais- sorriu.
-É... se é assim então vai ficar surpresa quando eu te disser isso- me encarou confusa- 3 foram quando eu tinha uns... 10, 11... por aí- dei de ombros.
-O que? Fala sério!- disse sorrindo, surpresa, mas aparentemente feliz.
-Nunca liguei muito pra isso, Dems- confessei, sorrindo de lado.
-Eu já te vi com tantas garotas, Joe... não namorou com nenhuma?
-Só com duas. A Taylor a uns 2 anos, essa você não sabia- sorri travesso- e a Lily no começo desse ano, mas foi rápido.
-Taylor? Vocês namoraram?- perguntou surpresa.
-Sim- afirmei- Eu fiquei 2 anos com ela, foi bastante tempo. A gente começou a namorar quando eu nem era do colégio ainda- dei de ombros- Acabou um pouco depois de eu entrar.
-Porque terminaram? A Taylor parecia uma menina legal, eu até estava me aproximando dela, mas de repente ela se mudou...
-É... ela era muito legal... era uma pessoa... boa- confessei- Mas... é que...- parei um pouco, tentando encontrar as palavras certas e o jeito de contar a ela.
-Que...?- insistiu.
-Ela conheceu um outro Joe- disse, com um meio sussurrou- Eu conhecia a Taylor desde que éramos pequenos e nós começamos a namorar com 14 anos. Eu costumava ser... como eu sou agora- disse, tentando fazer tudo parecer claro- Nunca foi muito popular no colégio, eu não queria mesmo. A Taylor era minha namorada e eu só ligava pra ela, mas nenhuma garota, diferente de como você me conheceu antes- expliquei.
-Porque mudou, Joe?- perguntou interessada no assunto.
-Quando eu vim pra esse colégio, parecia que se você não fosse popular, era o fim do mundo. Eu entendi que, ou você era popular, ou era um nerd esquecido pelo mundo. Como se não tivesse "meio termo"- fiz aspas com a mão, ela riu- Então foi o que eu escolhi, ser popular.
-Já que você tinha tudo pra isso, não é?- forçou um sorriso.
-Eu simplesmente não gostava de ser ignorado nem esquecido por todos- dei de ombros- Lá em Dallas, as coisas não são assim.
-Ah, você é de Dallas?- perguntou surpresa- Que legal, sempre quis ir ao Texas- comentou sorrindo.
-Sim, sou- sorri- Um dia eu te levo- prometi.
-E o que aconteceu com a Taylor?
-Bom, eu mudei e acabei mudando com ela também...- suspirei- A verdade é que.... eu traí a Taylor.
-Você fez o que?- perguntou chocada, querendo se certificar de que estava ouvindo certo.
-É, foi horrível- confessei- Eu me arrependi profundamente, mesmo. Foi um dos maiores erros da minha vida ter feito isso com ela. Foi depois da gente ter tido uma conversa... que não importa agora.... eu fiquei chateado com ela, com raiva... e acabou acontecendo.
-Mas... você traiu ela...
-Sim, eu fui pra cama com uma menina aí que nem o nome eu lembro- balancei a cabeça- Ela descobriu, nós tivemos uma briga feia, eu magoei muito ela e ... foi por isso que ela saiu do colégio naquela época.
-Eu não acredito...- comentou chocada.
-Nem eu- disse- Até hoje eu me culpo por isso, mas também foi por esse motivo que eu me tornei aquela pessoa. Não queria mais compromissos, não queria mais magoar ninguém. Então eu achei melhor ter essa fama, já que ficando com todas, ninguém se magoaria sem ter sido.. "avisada" com antecedência- fiz careta.
-Não foi a melhor escolha, Joe...
-Mas foi o que eu fiz- respondi, rapidamente- Era o que eu tinha medo de fazer com você, não queria que isso acontecesse de novo, entre nós. Eu tinha medo de não aguentar e te magoar mais.
-Então... porque decidiu arriscar?
-Porque eu também não aguentava mais ficar sem você, Demi. E também depois daquela noite, depois do que você fez... eu meio que pensei melhor sobre o que estava acontecendo comigo.
-E você ainda fala com a Taylor?
-Sim, somos amigos- abri um leve sorriso- Hoje quando eu falo com ela tudo volta, sabe? E eu só desejo que pudesse ter sido diferente...- suspirei- Mas isso não importa, eu não vou cometer o mesmo erro duas vezes. Tem vezes que eu acho que não presto, mas tem outras que eu me orgulho de ter conseguido mudar.
-Me orgulho de você também, Joe- sorriu- Mas ainda não acredito que foi tão cafajeste!
-Ah, isso já passou, vai! Não preciso de lição de moral- revirei os olhos- Quer saber? Pra que eu to falando isso pra você?- O.o perguntei confuso.
-Não sou só eu que preciso desabafar....- sorriu.
-Não estou desabafando, estou te contando meus podres e te dando motivos pra achar que eu não presto mesmo!- disse, ela soltou uma gargalhada.
-Não é nada disso, pode me contar tudo que quiser, seus podres também são bem-vindos, não te julgarei por causa deles- piscou, eu sorri.
-Ah e teve a Lily...- continuei- Você conheceu ela... sabia que estávamos namorando, não?- perguntei tomando meu suco.
-Sim, sabia. Mas foi rápido...
-Ela era muito chata- revirei os olhos- Nossa, foi insuportável, Demi. Eu juro que nem sei como aguentei!
-Mas porque, meu Deus?- ela ria.
-Possessiva, irritante, chata... não fazia meu tipo- dei de ombros- Ela era prima do David, só por isso estávamos juntos. Ele me pediu que chamasse ela pra um encontro, eu aceitei. A menina achou que eu havia me apaixonado por ela e espalhou por aí que estávamos namorando. Eu nunca pedi a menina em namoro.
-Coitado de você, Joe!- disse gargalhando.
-Mas e você... seus namorados?- perguntei, também interessado.
-Não se esqueça que eu era como você!- ela disse- Só tive um namorado. O resto foi ficante.
-Quem foi o sortudo?
-Ah... um menino que você não conhece... não foi a melhor época da minha vida- fez careta- Eu sabia que não ia me fazer bem...
-Porque?- perguntei atencioso.
-Parece que você não era o único que traía a namorada- disse.
-Poxa, isso foi um insulto, fiquei triste- fiz uma cara de cachorro sem dono- Ele te traiu, Demi?
-Sim- disse, fitando o copo de suco- Eu já devia saber... fui burrice ter me apaixonado por alguém daquele jeito.
-Ele... sei lá.. tinha essa fama?- perguntei tentando entender- Não aparecia uma pessoa confiável?
-Não foi isso- suspirou. Ela soltou minha mão e veio se sentar ao meu lado. Dessa vez, passei meu braço ao redor de seu pescoço e me inclinei, ficando mais de frente para ela.
- É que... ele parecia ótimo, tudo estava bem entre nós. Até um dia em que... eu não quis transar com ele- continuou, abaixando o tom de voz- Ele armou um escândalo, quase me obrigou e... nós discutimos, de um jeito bem feio.
-Idiota- resmunguei- Se eu encontro esse cara na rua- ela riu.
-Alguns dias depois ele meio que mudou comigo... foi pouco tempo até eu descobrir que ele me traía- explicou- É, foi isso.
-Eu sei que é horrível, eu me sinto um lixo por ter feito a mesma coisa que esse cara...-murmurei.
-Mas pode ter certeza, você é completamente diferente dele. Em todos os aspectos. Ele não deu nem bola, simplesmente terminou comigo- deu de ombros.
-Podemos parar de falar dos nossos namoros, não é? Que tal concentrarmos no nosso?- sorri e ela levantou a cabeça, me encarando e aproximando nossos rostos.
-Muito melhor- sorriu.
Selamos nossos lábios calmamente, sem nenhuma pressa. Paguei a conta e saímos andando, de mãos dadas, caminhando pela calçada sem nenhum rumo, prestando atenção somente um no outro.

-Pra onde estamos indo?- perguntou encostando sua cabeça em meu ombros, depois de estarmos andando a quase 1 hora, mas havia passado rápido.
-Não sei- ri- Que tal... uma passadinha na praia?- perguntei.
-Qual? A principal?
-Não... aquela mais vazia é melhor- sorri maliciosamente, ela me encarou sorrindo, timidamente- Não importa, qual você prefere?
-A vazia!- rimos juntos- Vamos? Lá é mais legal, tem aquelas pedras, a água limpinha... não sei porque não gostam dela...- fez careta.
-Deve ser porque é pequena e não tem nenhum lugar comercial...- dei de ombros.
Andamos até nossas casas e colocamos uma roupa apropriada. Seguimos caminhando mesmo, já que a praia ficava próxima, e não cansava muito quando íamos conversando. Além disso, era delicioso tomar um banho de mar depois de uma caminhada.

-Como de costume... ninguém- disse quando chegamos.
-Assim é melhor- sorri.
Tirei minha blusa e meus chinelos. Encarei o mar por alguns segundos, vendo a linha do horizonte se misturando com o céu. O sol brilhava, radiante, porém ainda fraco.

-Vem, vamos dar um mergulho- estendi a mão, sorrindo para ela.
Ela me encarou sorrindo e colocou sua bolsa sobre a grande pedra que ficava bem ao nosso lado. Lentamente, foi abaixando o short e deixando que seu biquíni aparecesse. Mordi o lábio inferior sem que ela percebesse, já que não me olhava. Eu não podia evitar, ela me deixava louco. Depois foi a blusa, o que me deixou mais maluco ainda, com vontade de beijá-la e arrancar aquela peça rosa.

-Vamos- sorriu, segurou minha mão e saiu correndo, me puxando em direção ao mar.
Quando chegamos na beirada, a água ligeiramente quente batia em nossos pés. Peguei-a no colo, enquanto Demi ria e fui caminhando para dentro do mar. Ela envolveu meu pescoço com seus braços e mergulhamos juntos, na água deliciosa.

-Para de jogar água em mim!- reclamou, rindo.
-É divertido- sorri travesso, sem parar.
-Se parar eu deixo você me dar quantos beijos quiser- ofereceu, se protegendo da água que eu jogava.
-Não preciso da sua permissão pra isso- U.u disse convicto.
-Mas precisa de mim para isso- me deu língua e saiu correndo para o lado, fugindo de mim e fazendo com que eu fosse atrás.
Ela não conseguiu correr com muita rapidez, correr na água não é fácil. Ela também ria, o que não estava ajudando. Decidi nadar até ela, já que era mais prático e eu chegaria antes. 


-Ta legal, fico com a opção dos beijos- disse em seu ouvido, a abraçando por trás.
-Assim é bem melhor- U.u
Beijei seu pescoço com delicadeza, enquanto ela se virava de frente para mim, lentamente. Por debaixo d'água, segurei suas pernas, prendendo-as em minha cintura e segurei sua nuca, selando nossos lábios.
-Você fica mais gostosa ainda de biquíni- comentei, fazendo-a rir.
Ela deslizou suas mãos pelas minhas costas, pressionando mais seu corpo contra o meu, passando a mão pelo meu cabelo e me dando beijos enlouquecedores.
Levei minha mão até o laço da parte de cima, brincando com ele.

-Não no mar, né, Joe? Se eu perco a parte de cima, como fica, hein?- perguntou tímida, rindo.
Nos separamos mais, colando nossas testas, ofegantes. Rí junto a ela, enquanto deslizava minhas mãos por sua cintura e barriga.
Nos beijamos durante horas e mais horas. Não tinha a mínima noção de que horas eram, mas meus dedos já estavam ficando enrugados  o sol já começava a se pôr.

Continua... 
Oi :) Espero que estejam gostando...a minha criatividade esses dias não está muito boa... mas prometo tentar escrever o melhor que conseguir, tá? :P Obrigada, gente! Amo vocês <3
ONDE ESTÁ A MINHA PUDIM? Dallaaaaaas :( :( :( Cadê você, meu amor? :( :( :(

Bruna---- Awn hahaha é sim! *o* Não... não vão ter bbs :/ Sei lá... eu não consigo escrever coisas assim de uma maneira legal... prefiro a fase da adolescência! Hahaha :) #Sorry, meu amor :(
Cami--- Porque eu estou morrendo de saudade de você! :( Mas agora minha bb está de volta! <3333 Awwwwn obrigada, linda! Também de amo muito, de verdade! MUITOOOO <33333 Que linda *-* Beijocas <3
Carol--- Aaaaaaaah meu amor! Awwwn muito obrigada, mesmo! Te amoooooo <3 hahaha você irá esperar um pouco pela viagem... :P hehehehe Ah! Meu Deus, não acredito! :( :( :( Você quer conversar? Me procura no twitter, meu amor! Estou aqui sempre, se precisar de alguém... eu estarei sempre aqui! E saiba, independente de qualquer coisa, vai ficar tudo bem! No final, tudo da certo! <3 #StayStrong <3
Sahmara--- Owwwwnt *-* Obrigada, fofa :3 Hahaha imagina, seus comentários são lindos <333 Muito obrigada por tudo, de verdade, tá? <3 <3
Isabbela--- Hehehehe muitas coisas acontecerão... :P
Lorena--- Omj! Hahahaha aí está! Espero que goste! Beijocas :3
Demistar--- Awn hahaha =^D


Comentem, MUITOOOOOOO! :D E estão todas curiosas para a viagem, não é? Hummmm.... esperem... :P hahaha obrigada! <3


Beijemis, Bruna *-*

8 comentários:

  1. Tambem to morrendo de saudades de vc, muita mesmo.
    E essa viagem em? quero só ver oq vai acontecer e o negocio da Selena quando a Demi vai descobrir?? to morrendo de curiosidade.
    Te amo muito mam'z, nunca se esqueça disso.
    Beijos.
    Ass: Cami

    ResponderExcluir
  2. Ah não tem portância não ter bebês,a fic já é linda sem eles SHAUSHUA :)
    Prevejo que a Taylor vai voltar e armar um plano maligno pro Joe pra ele e a Demi terminarem .. não sei,não fui mt com a cara da Taylor
    O Joe vai demorar mt a pedir a Demi em namoro?
    Posta maaaaaaaaais

    ResponderExcluir
  3. E a cada capítulo me apaixono mais por Jemi e por sua fic...
    vc consegue fazer Jemi ser ainda mais apaixonante!! *.*
    amando cada vírgula dessa história u.u
    posta logo ^^
    bjinhos =**

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAA desculpinha nao estra comentando..é pq minha mae só deixou eu entrar pelo cel esses dias... :/ enfim.. ta perfeitoooo! *_* :) posta mais bjs

    ResponderExcluir
  5. omgggggggg se eu amei mais e claro que sim :) posta logo , cada dia que eu lei mais mais eu vou amando ;)

    ResponderExcluir
  6. esses dois me mata viu como não amar eles :) bem que jemi podia existir ne mais ñ poxa o joe está com uma menina que nem e boa para ele aff

    ResponderExcluir
  7. Brunaaaaaaa! <3
    Meu amor, o capítulo foi perfeito. <3 Ri demais com a conversa deles e a parte da praia foi super linda! *-* Joe safado! hahahaha Ah, estou esperando ansiosamente pela viagem. hahaha
    Eu acho que eu já te falei isso um milhão de vezes, mas: OBRIGADA! <3 Você me ajudou e muito, sério. Você pode pensar que não, mas só pelo simples de ter te contado já significou muito porque isso é uma coisa que eu guardo comigo à 7 chaves. :/ Obrigada mesmo! <3 Te amo demais, ok?
    Posta logo! <3

    ResponderExcluir
  8. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa nossa que cap lindo eu amei , o joe eu acho que ele tem e mesmo medo de se apaixonar igual o joe da vida real hahahaha

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3