Visualizações

22 de jun de 2012

Be Yourself- Chapter 48




Chapter 48- Don't touch me!...

---------------------------------------------------
-Pode tirando essa ideia de que vai fugir do assunto tentando me seduzir- murmurei em seu ouvido.
-Quem sabe não funciona?- soltou uma leve risada e deitou seu corpo na cama, fazendo com que eu ficasse por cima dele.
Podia me deixar irritada ou curiosa, mas eu amava esse jeito espontâneo de Joe, essas brincadeiras que ele fazia com coisas sérias, me fazendo rir mesmo quando não tinha a mínima vontade. Era incrível como ele transformava tudo para melhor de um jeito doce e carinhoso.


Dei passagem para que sua língua invadisse minha boca e brincasse junto com a minha, carinhosamente e lentamente. Sorrimos em meio aos beijos e logo depois ele depositou sua outra mão em minhas costas, acariciando-a. 

-Eu já disse que te amo hoje?- perguntou me encarando, colocando uma das mechas do meu cabelo para trás.
-De madrugada conta?- perguntei, fazendo careta. Ele riu.
-Bom, não importa- deu de ombros- Eu te amo- sussurrou, sorrindo.
-Você não cansa de ser fofo?
-Com você, eu nunca canso.
Selou nossos lábios novamente, precionando mais meu corpo contra o seu.
-Você é muito safado, Joe- resmunguei quando ele levou uma de suas mãos até o laço do meu biquini. Ele riu e, antes que eu pudesse me afastar mais, me deu mais um beijo, calmo.
-Porque você faz questão de sempre falar isso, em? Deve ser a 5ª vez só hoje!- revirou os olhos- Eu achava que você já sabia....- deu de ombros, rindo.
-Hum, interessante...- U.u- Eu falo porque você é!
-Ah, fala sério! Eu nem sou tão safado assim- disse na defensiva- Eu já fui pior.
-Pode ter certeza que eu sei disso- rimos juntos.
-Então...- ele disse se sentando na cama e me levando junto- A festa da Ashley está chegando...- comentou- Já sabe se vai?
-Se você for...
-É claro que eu vou! Não tem como perder- disse em tom óbvio.
-Posso saber porque, Joseph?- perguntei cruzando os braços.
-Porque vai ser muito bom ir para lá com você- abriu um grande sorriso- Ta bem, essa não colou...- fez careta.
-Não mesmo!- ri.
-Mas você sabe que é verdade- disse, mais sério- É que eu gosto de boates... às vezes é bom pra dar uma animada, você podia tentar. Quer ir a uma hoje?
-Está me chamando para uma boate?
-Eu podia te levar a um restaurante, seria mais romântico, eu sei- disse- Mas, sério, seria uma boa pra você agora- forçei um sorriso.
-Tudo bem, acho que pode ser legal- dei de ombros.
-Vai sim, sei que vai gostar- afirmou- Mas antes... você vai a um lugar comigo- disse convicto.
-Posso saber onde?- O.o
-Surpresa... eu sei que você ama...- abriu um sorriso travesso.
-Ah não!- balencei a cabeça em reprovação- Pode pelo menos me dizer como ir vestida?- perguntei.
-Hummm...- me encarou maliciosamente.
-Quer me levar pra um motel, Joseph? Na maior cara de pau?- ele soltou uma gargalhada.
-Se você preferir...- o encarei, séria- Tudo bem, vista algo leve, uma roupa normal.
-Ta legal...- concordei- Então eu acho que vou indo pra casa... Que horas pretende sair?
-Não muito tarde- disse- Você já almoçou?
-Sim... enquanto você falava com a Selena- murmurei. Eu não era muito boa com essa coisa de "disfarçar".
-Você ainda está preocupada com isso, Dem?- acariciou meu rosto.
-Não, Joe...- neguei, ainda um pouco indecisa- Posso perguntar o que vocês conversaram? É que demorou e eu não quero me intrometer, não leve a mal, não é ciúmes nem nada, eu...
-Calma- ele pediu, rindo- Olha, Demi... você sabe que eu não tenho segredos com você, até porque, não tenho motivos pra te esconder nada- afirmou- Mas eu não posso contar. Por favor, entenda. Não é nada de mais- ele estava um pouco incomodado- Logo saberá- sorriu.
-Tudo bem... Na verdade eu... vou tentar conversar com ela. Talvez agora as coisas já estejam mais fáceis e ela me escute- forcei um sorriso.
-Faz isso sim- me deu um selinho.
Sorrimos e ele me abraçou, fazendo com que caíssemos na cama. 
-Demi, Joe?- era minha mãe, batendo na porta- Estão aí?
Encarei Joe, revirando os olhos. Ele apenas riu e colocou seu braço ao redor do meu pescoço.
-Entra, tia- disse, sorrindo.
-Ah, aí estão os dois!- ela abriu a porta- O que estão fazendo?- perguntou inocente.
-Mãe!- gritei em reprovação- Jura mesmo....?
-Relaxa- Joe riu de mim- Só conversando...- deu de ombros.
-Ta vendo, Demi? Seu namorado é educado- sorriu para Joe- Porque não se juntam a nós?
-Já almocei- disse- Daqui a pouco eu vou pra casa...
-Vamos sair- Joe completou.
-Entendi...querem privacidade?!- adivinhou o que já era quase óbvio- Ah, Joe! Eu e sua mãe estávamos conversando e eu me lembrei de como a Demi fala de você! Chega a ser chato!- revirou os olhos.
-MÃE!- gritei.
-Agora você vai ver o que é bom- Joe sussurrou em meu ouvido- Como assim, tia?- perguntou, segurando o riso. Eu sabia que ele estava fazendo isso de propósito, só por causa de sua tia Lisa.
-Bom, não lembro quando foi, mas vocês haviam voltado de um... encontro eu acho. Tinham ido ao cinema, se a Demi não mentiu para mim- me encarou desconfiada.
-Fomos ao cinema sim- Joe afirmou, rindo.
-Então, ela chegou em casa radiante. Tinha que ver a cara dessa menina! Nunca vi sorriso tão grande, os olhinhos brilhavam- *-*- Eu insisti até ela me falar que vocês estavam juntos, eu já sabia que um dia isso ia acontecer- deu de ombros- Eu via como vocês se olhavam...
-Ta bem, mãe. Ele já entendeu- disse impaciente.
-Imagina, Demi! Estou amando ouvir as histórias da sua mãe! Continue, tia- sorriu.
-E não foi a primeira vez que ela falou de você. Na verdade, ela falava todo dia! Eu fingia não saber de nada, mas meu Deus, era só "O Joe é tão lindo", "O Joe é tão perfeito", "Awn olha como ele é fofo"....blábláblá- disse imitando a minha voz enquando Joe ria.
-MÃE! VOCÊ. JÁ. PODE. PARAR!- pedi.
-Tia,  o que você veio fazer aqui em casa?- Joe perguntou curioso, encerrando de uma vez o assunto. ELe estava gostando de ver minha mãe me deixar roxa de vergonha, mas sabia que eu odiava isso. Sorri agradecida para ele, que retribuiu, acariciando meu cabelo.
-Sua mãe me convidou- deu de ombros- Como meu marido está viajando, foi um ótimo momento para o convite- explicou- Ela também me disse que a Demi estava aqui... Porque não me avisou que dormiria fora, Demi?- perguntou, com um leve sorriso.
-Opsss- eu havia me esquecido desse detalhe. Na verdade, ele nem sequer tinha passado pela minha cabeça.
-Eu convidei ela para dormir aqui de última hora, já estava tarde e ela ficou com medo de te acordar- Joe era ótimo cm mentiras. Isso as vezes era bom, eu havia me esquecido como ele tinha esse dom... pensar rápido.
-Bom, se é assim... vou parar de incomodar- disse.
-Obrigada, mãe- disse cínica.
Ela revirou os olhos e Joe riu, mais uma vez. 
-E me avisa da próxima vez que dormir aqui- me lançou um olhar de quem não havia engolido aquela história- Eu confio no Joe, sou uma mãe legal, não te proibiria de dormir aqui- afirmou.
-Bom... obrigada-Joe agradeceu, com um sorriso confuso.
-Ta, mãe- revirei os olhos.
-Ah, Demi, vê se coloca uma roupa direita- disse saindo do quarto.
-Eu não acredito que ela fez isso!- escondi minha cabeça no peito de Joe, enquanto ele ria.
-Sua mãe é hilária- comentou, rindo.
-Ah é sim...- revire os olhos.
-Culpa sua que não avisou a ela- disse- Ta vendo? Sua mãe confia em mim- U.u
-Aé, confia.... espera só até ela saber de metade das coisas que você faz- sorri ironicamente.
-Você não contaria, eu te conheço, Demi- me encarou- Você não fala nem pra mim, vai falar pra sua mãe?! E outra, se ela soubesse, você não dormiria mais aqui, ela não confiaria mais em mim e nada daria certo.
-Ah- revirei os olhos- Ta certo, falei sem pensar.
-Agora estamos quites. Interessante saber o que você fala de mim- me deu um selinho.
-Digo o mesmo- dei língua pra ele -Eu vou indo...- me levantei- Depois a gente...
-Eu te amo, ta bem?- me puxou para seu colo novamente, me interrompendo. Ri enquanto ele sussurrava em meu ouvido.
-Eu também te amo- disse- Até daqui a pouco.
Ele foi comigo até o jardim.
-Joe, eu vou me despedir da Miley e do Liam- disse- Já volto.
-Tudo bem- concordou- Eu vou ali falar com a minha mãe.
Saí dali e fui falar com Miley. No caminho, aproveitei para me despedir do restante das pessoas que eu conhecia. Não vi Nick, mas também não me preocupei em dar tchau a ele.

-Amor da minha vida- chamei Miley, que logo se virou para mim- Desculpe atrapalhar o momento do casal, mas eu já estou indo- Dei um beijo em Liam e depois nela.
-Porque já?- perguntou, com um biquinho triste.
-Vou sair com o Joe daqui a pouco- expliquei.
-Onde vão?- Liam perguntou- Que é? Sou curioso- revirou os olhos, quando Miley o repreendeu.
-Não sei onde vamos, ele não quis me dizer- dei de ombros.
-Uuui to sentindo que a tarde vai ser boa em- Liam sorriu maliciosamente- Conhecendo bem o Joe, a surpresa será boa...
-Ele te disse alguma coisa?- Miley perguntou.
-Não, só estou supondo- disse.
-Então dá licença, quero conversar em perticular- empurrou ele para longe.
-Ei, porque eu não posso ficar?- fez uma carinha de cachorro sem dono.
-Eu já disse- falou obviamente- Porque...
-Deixa ele, Miley- disse- Não me incomodo. Além disso, tudo que eu te falar o Joe provavelmente falará a ele também.
-Ta vendo, Miley?- U.u
-Ta legal... É que o Joe se referiu a todos como se você fosse namorada dele. Eu estou ficando maluca ou ele te pediu em namoro?
-Não... eu acho que você está maluca- ri sem humor- Ele não me pediu em namoro. Sinceramente, Miley, eu não entendo- me sentei ao seu lado- De uma hora para a outra ele resolve dar um nome a tudo isso, mas... é estranho. O Joe me respeita, me trata como se eu fosse mesmo a única, e ta, eu sou. Mas não temos nada oficial...
-Relaxa, Demi- Liam me encarou- O Joe te ama, isso eu posso te garantir.
-Eu sei- forcei um sorriso- Não duvido do amor dele, nunca. Ele já me deu provas, até demais, de que isso é verdade. Eu não tenho do que reclamar.
-Quem sabe ele não está só esperando por um outro momento? O relacionamento de vocês é de longe o mais real que o Joe já teve- Miley afirmou.
-Ele não está acostumado com isso, pro Joe nunca foi assim, ele nunca se preocupou tanto com alguém. É diferente, com certeza- Liam avisou.
-Quer me dizer que... o Joe não é experiente nesse lance de namoro?- perguntei, confusa.
-Olha, Demi... quando o Joe foi inexperiente em qualquer coisa que tenha haver com mulheres, você me avisa.
-Entendi... então ele só não me pede em namoro porque não quer?
-Tenta conversar com ele- Miley sugeriu- É muito melhor do que ficar se preocupando em formular hipóteses. Pergunte a ele.
-Eu não tenho coragem, parece muito estranho...- fiz careta.
-Você confia tanto no Joe... conta tudo a ele- Liam afirmou- Porque não tem coragem de dizer o que sente? Ele vai entender, Demi.
-Só não quero que ele se sinta pressionado a fazer nada...- disse insegura.
-Ele não vai. Ele te ama, não há porque ter dúvidas. Além disso, ele já te trata como tal- Miley deu de ombros.
-Tudo bem, eu vou pensar...- levantei- Já está na minha hora de ir- balancei a cabeça, espantando os pensamentos.
-Não pensa nisso, tudo bem? Aproveita a sua tarde e conversa com ele- ela sugeriu- Fica bem, amiga- me deu um abraço.
-Vou ficar- sussurrei, sorrindo.
-Eu sei que você e o Joe se divertem juntos, isso é fato, então mostra do que você é capaz, garota- Liam disse sorrindo, fazendo com que eu soltasse uma gargalhada- Vocês se amam, vai dar tudo certo- me deu um abraço.
-Obrigada- sussurrei, agradecida- Não sabia que você era tão bom com conselhos, Liam- lhe dei um tapinha no ombro, rindo.
-Eu tenho meus momentos- U.u- É fácil quando se conhece bem a pessoa. Eu e o Joe somos amigos a muitos anos, eu conheço ele como se fosse meu irmão- disse.
-Eu sei que sim- sorri- Bom, depois a gente se fala. Até mais- mandei beijos e saí dali.
---------------------------------------------------

-Demi, eu quero falar com você.
Eu andava pelo jardim da grande casa, a procura de Joe para me despedir. Me virei ao sentir uma mão segurando meu braço. Era forte e mesmo que não fosse a intenção, estava me machucando. Eu sabia quem era apenas pela voz. Obviamente não poderia ser Joe, ele nunca me puxaia desse jeito, ele era delicado, diferente de Nick.

-O que você quer?- quis saber, impaciente.
Por puro azar, ele havia chegado logo quando eu passava pela parte mais vazia da casa. Não havia absolutamente ninguém ali, era a parte dos fundos da casa.

-Não é óbvio? Quero você- se aproximou, segurando firmemente meus braços.
-Mas eu não quero você- tentei fingir impassividade, mas era claro o nervosismo em minha voz.
-Fica tranquila, gata. Não precisa ficar nervosa- sussurrou, me empurrando bruscamente até que eu encostasse em uma árvore.
-Você ta me machucando- disse grosseiramente- Me solta!- exigi.
-Não vou te forçar a nada- colocou seu rosto grudado ao lado do meu- Você vai fazer por pura vontade- sussurrou em meu ouvido.
-Eu não quero nada com você, me larga agora!- tentei empurrá-lo, mas minha força não era suficiente. Ele me apertou mais -Ai- reclamei. Ele estava realmente me machucando.
-Quietinha, Demi- mordeu minha orelha, sem nehuma piedade. Não tinha nada de "carinhoso" ali- Daqui a pouco você estará implorando para que eu continue.
Antes que eu pudesse ao menos pensar, ele me beijou ferozmente, sem nenhum cuidado. Eu não conseguia empurrá-lo, e por mais que tentasse com todas as minhas forças resistir ao beijo, ele só me imprensava mais. 


Começou a beijar meu pescoço, eu aproveitei a oportuidade para tentar gritar. Mas a voz não saía. Eu estava com medo, porque sabia do que ele era capaz. Além disso, imagina o mico se eu gritasse? Imagina o que ele faria comigo depois? O que Joe faria? Pensando bem não seria legal.

-Não grita- mandou- Eu sei que você gosta. Essa pose comportada e ingênua não me engana.
-Eu não ligo pro que pensa de mim, não me importo se você não acredita- disse- Mas me solta, agora Nick! Para!- implorei.
-Fica quietinha e aproveita- levou uma de suas mãos até minha barriga, levantando minha blusa na maior cara de pau- É mais interessante pra mim e pra você.
Deslizou sua mão até meu seio, acariciando-o. Não era um carinho bom, de forma alguma. Eu pedia, implorava que ele me soltasse, mas tudo era em vão. Suas mãos vagavam sem nenhuma piedade por todo meu corpo. Eu estava odiando aquilo, mas o que podia fazer? Meus olhos ardiam mas eu estava me controlando para não chorar. Não deixaria uma lágrima se quer cair por causa dele, não daria a ele esse prazer. Além disso se Joe me visse com os olhos vermelhos insistiria até que eu contasse e aí, a confusão seria garantida.

Apertou minha coxa e me beijou muito intensamente. 
-Me solta!- berrei sem nenhuma preocupação de que alguém poderia ouvir.
Consegui empurrá-lo para longe. Seus lábios estavam vermelhos e inchados. Passei a mão nervosamente em meus lábios, tentando tirar todo e qualquer resquício dele de mim. 

-NUNCA MAIS chegue perto de mim!- gritei, saindo dali.
-Quer saber? Você pode ser mito gostosa e eu podia até estar errado sobre tudo, mas não vale a pena. Vai, corre pro seu namoradinho e conta o que eu fiz- disse irônico.
-Como pode você ser tão... idiota? Eu sempre achei que você fosse uma boa pessoa- disse, um pouco atordoada.
-E eu sou, Demi- se aproximou e eu andei para trás- Relaxa, eu não vou fazer nada- deu de ombros- Todos sempre gostaram mais do Joe, isso me dava raiva.
-Mas é claro! Olha o que você acabou de fazer!
-Eu só queria ser melhor que ele em alguma coisa- disse- Eu queria você, queria que gostasse de mim como ama ele. Mas esquece, eu desisto- respirou fundo- Vai, eu vou te deixar em paz.
Saí correndo dali, confusa e ainda nervosa, depois de dar uma última olhada para ele. Parecia triste, arrependido... sincero. Mas não, depois de tudo, eu não acreditaria nele. Parei no canto do jardim onde estava o velho galpão. Apesar da situação, aquele lugar me trazia boas lembranças. Me apoei na mesa...Era estranho como apenas lembrar do que havia acontecido já me deixava arrepiada. Respirei fundo, com a cabeça baixa, tentando manter a calma. Como eu não havia chorado? Não tinha a mínima ideia, mas tinha medo de desabar quando estivesse com Joe. Eu sempre sentia como se pudesse chorar no ombro dele, mesmo que isso não fosse necessário. Mas dessa vez era diferente. Se eu agisse assim, traria sérias consequências. Joe saberia, mas não agora.
Passei as mãos pelos olhos e rosto, ajeitei o cabelo e logo estava pronta para voltar a procurar Joe.
-----------------------------------------------------

-Joe- chamei enquando via ele conversando com Liam.
-Demi, eu tava te procurando- segurou em minha cintura- Onde estava?
-Vou deixá-los em paz...- Liam cantarolou, saindo dali.
-Te procurando também- respondi. Eu estava tentando forçar um sorriso, mas me culpei mentalmente por não conseguir desfarçar.
Sem esperar mais e sem muita certeza do que fazia, lhe dei um forte abraço, respirando fundo para manter a calma.

-Ta tudo bem com você, meu amor?- perguntou calmo, me envolvendo com seus braços.
Não respondi e ele apenas me levou para um lugar mais afastado.
-Estou bem- sorri, fingindo estar confusa pela pergunta.
-Aconteceu alguma coisa?- Era uma droga, as vezes, ele me conhecer melhor do que eu mesma.
-Nada, sério- tentei parecer convincente.
Ele me encarou, desconfiado.
-Ei, é verdade- ri sem humor.
-Tudo bem...- concordou- Você demorou... estava mesmo me procurando?
-Fui falar com a Miley e o Liam, eu não te disse?- perguntei, tranquila.
-Sim, mas... eu estava conversando com eles a um bom tempo...Liam me disse que você já havia se despedido a muito tempo- disse- Achei até que já tinha ido.
-É Joe, eu estava te procurando- afirmei um pouco incomodada com o jeito como ele me encarava e falava.
-Ta legal- colocou as mãos para cima, em defesa- Eu acredito- sorriu de lado.
-Eu acho que já vou...- murmurei um pouco triste e incomodada por estar mentindo, por ele não ter acreditado.
Ele me encarou, percebendo que eu não me sentia bem. Respirou fundo e calmamente segurou minha mão, me levando até o portão.

-Tchau, meu amor- ele disse, me dando um demorado selinho.
Era melhor deixar para lá. Ele não desconfiava de nada, acreditava em mim. E quando mais bola eu desse para os pensamentos dele, pior seria. 

-Me liga- sorri, enquando soltava nossas mãos, pronta para ir embora.
-Te amo- disse, me abraçando novamente.
-Também te amo- sorri.
-Escuta- ele pediu, voltei para mais perto -A proposta do motel ainda está de pé- ele sussurrou, me fazendo soltar uma gargalhada.
-Tchau, Joseph- disse rindo. Ele me deu um beijo na bochecha e eu segui até minha casa.
---------------------------------------------


Continua... 
BEM grande, né? Como dito ontem, aí está mais um capítulo! :) Espero que estejam gostando! Muito obrigada a todos :P Amo vocês <3


Mariane--- Hehehehe só esperando para descobrir...:P Beijos :3
Demistar--- Postei hoje mesmo, amore :) Obrigada *-*Beijos :^)
Sahmara--- Hahaha beijinhos :D
Luanna--- Haha obrigada! :) Sim, eu havia avisado ontem que aquele capítulo estava menor do que os de costume e que tentaria postar outro hoje :) Aí está :)


VAMOS COMENTAR! :)




Beijemis, Bruna *-*


11 comentários:

  1. Brunaaaaaa, my love! <3
    Socorro, posso fuzilar o Nick? :@ Que garoto chato! ¬¬ Não creio que ele fez isso! A Demi vai contar pro Joe não vai? *-* E quando o Joe vai contar sobre o que aconteceu com a Selena? Nick e Selena estão na minha lista negra de personagens malvados em fics! u_u
    Tá perfeito e mil desculpas por não ter comentado no capítulo anterior! :( E eu já estou melhor, meu anjo! <3

    Beijos, te amo muito! <3 <3

    ResponderExcluir
  2. Nesse momento quero matar o Nick e a Selena,e estou sentindo que esses beijos do nick na demi e da selena no joe vão dar futuros problemas D: não quero brigas entre o joe e a demis :k
    Ri demais da parte da mãe da demi kkkkkkkkkkkkk mães .. sempre envergonhando a gente kkkk
    Posta maaaaaaaaaaaais

    ResponderExcluir
  3. Brunaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, my babyyyyy!!!!
    Capitulo esta divinamente perfeitooo!! Voce postou tão rapido,que nao deu de comentar no outro capitulo,ou eu é que sou lerda mesmo kkk mas desculpas mesmo assim.
    Ri demais da mãe da Demi falando aquelas coisas pro Joe kkkkk e o Joe aproveitou pra se vingar kkkkkkk mas como sempre muito fofo com a Demi *----*
    Meu deus to com uma vontade de matar o Nick. Como ele pode fazer isso com a Demi?!
    Na verdade eu tó com vontade de matar ele e a Selena. Fazer essas coisas por pura inveja aff.
    Eu concordo com a Bruna, tbm acho que esses beijos vao dar futuros problemas :/
    Enfim... Posta Logoooo, porque todo mundo agora quer saber qual a surpresa do Joe pra Demi. Será que ele vai pedir ela em namoro?? OMG POSTA LOGO!!!
    LOVE YOU SO MUCH,MY BABYY <3
    BEIJOOS ;* <3

    ResponderExcluir
  4. esse nick e um escroto viu , aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ela postou nossa sei la me deu uma coisa tipo vai la na fic eu ve chego aqui tem esse cap maravilhoso nossa está demais mesmo parabéns :)

    ResponderExcluir
  5. Gente... agora a Demi tbm tem um segredo... aff...
    qndo essa bomba explodir!!! =x
    como vc consegue me deixar ansiosa desse jeito a cada capítulo??
    sério, qndo vejo que vc postou largo tudo que tô fazendo pra ler!! *.*
    esperando ansiosamente pelo próximo capítulo :)
    bjinho =**

    ResponderExcluir
  6. heita que essa fic quando começar a sair os segredinho vai sair igual a um furação kkkkkkkk gente ah logo agora ne que demi e joe está bem vai começar os segridinho dos dois poxa :( eu acho que quando cada um descobrir as coisas um do outro nenhum dos dois vão querer se olhar ... nossa ta perfeita

    ResponderExcluir
  7. omg que perfeito isso menina parabéns

    ResponderExcluir
  8. nossa que perfeito essa fic e ja tem varios caps tipo nem sei por onde começa hahaha muito da hora essa fic eu tava lendo a da gabi ai vi vc la e vem aqui

    ResponderExcluir
  9. selinho pra vc no meu blog ;) http://bitchimlovatic-fanfics.blogspot.com.br/2012/06/meu-primeiro-selinho.html

    ResponderExcluir
  10. AHH! vc já postou de novo e eu nao comentei :( acho q eu tenho q ser mais rapida..mas ok..!OMG! agora os dois escondem coisas importantes e quando eles descobrirem.. VISh.. quero nem ver! to curiosa! bjs! :)

    ResponderExcluir
  11. aaaaaaaaaaaaa nossa que cap cap maravilhosa gente , vixi pai joe e demi de segredo isso não vai dá o que preste do falando vai da merda do ate vendo ai ai em bruna kkk quero logo os novos personagens

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3