Visualizações

5 de jun de 2012

Be Yourself- Chapter 40- Especial-


Chapter 40- I wanna feel you...

- O que acha de você sair comigo agora? - perguntei segurando em sua cintura.
-É claro- sorriu.
-Então.... vamos lá pra casa? A gente pode ver um filme...- sugeri.

Ela sorriu e fomos até a minha casa. Coloquei o rádio nas alturas e saímos como dois malucos gritando dentro do carro.

-Venha minha princesa- abri a porta do carro, esticando a mão para que ela saísse.
Demi soltou uma de suas poderosas risadas e entrelaçou nossos dedos, descendo do carro com pose de rainha.

Subimos a escada, juntos. Para ser sincero, eu só queria descaçar, me jogar na cama e respirar fundo depois de um dia cansativo. Agora tudo estava bem, até demais comparado a antes. Demi estava feliz, não economizava sorrisos e eu estava contente por conseguir isso, mas eu sabia que dentro daquela cabecinha as coisas ainda estavam um pouco confusas. Ela tinha um sorriso lindo em seus lábios, que eu podia jurar ser verdadeiro. Nem sempre era assim.

-Eu vou fazer alguma coisa para comermos...- comentei enquanto entravamos no quarto- Pode escolher um filme...- apontei para onde estavam os DVD's.

Ela sorriu e assentiu. Soltou sua mão da minha e se virou. Enquanto isso, uma ideia veio em minha cabeça. Eu e minhas ideias.

Muito depressa, "corri" até ela, colocando-a em meus braços. Segurei firmemente Demi em meu colo, com minha mão apoiada em suas costas e a outra segurando suas pernas. Automaticamente ela colocou seus braços ao redor do meu pescoço, agarrando-o.  Ela me encarou confusa, mas não teve muito tempo para reações, logo caímos os dois na cama, em meio a gargalhadas.

-Seu maluco!- ela ria- O que está fazendo?- perguntou enquanto eu selava meus lábios ao encontro dos seus.

Apenas sorri entre os beijos, abafando nossas risadas. A "empurrei" mais, com delicadeza, até que encostasse nos travesseiros. Ela levou suas mãos até minha nuca, acariciando.

Passei minha mão pela sua coxa, calmamente. Tive receio de que ela fosse 'estranhar' mas parecia que agora tudo estava mais... íntimo entre nós. E isso só se fortalecia a cada beijo. 


Nos beijávamos com muito desejo e carinho, sempre com muita calma. Nossos movimentos eram intensos e eu só a pressionava cada vez mais contra os travesseiros. Ela tinha suas delicadas mãos em meus braços, apoiando levemente. Acariciei seu rosto, me afastando um pouco para encará-la.


Ela abaixou a cabeça, forçando um lindo e tímido sorriso. Era impressionante como ela ficava com vergonha sempre que eu a beijava ou fazia alguma coisa. Era fofo.


Sorri com meus pensamentos... como ela era tão linda e encantadora. Permaneci ajoelhado na cama, a sua frente, só que agora um pouco mais longe de seu rosto. Levei minha mão até seu braço, acariciando-o e descendo até sua mão, entrelaçando nossos dedos.

-Eu fiquei muito... surpreso pelo que você fez no vestiário-comentei- Fico feliz por saber que confia em mim, Demi- sorri de forma meiga.
-Eu só fiz aquilo porque... você não me da motivos para o contrário. Eu me sinto bem, segura com você- sorriu envergonhada- Queria que soubesse que...- riu sem humor, levando as mãos até o rosto, tampando-o- Ah que vergonha.
-Hey- sorri, levantando calmamente sua cabeça, fazendo com que olhasse diretamente em meus olhos- Pode falar- encorajei rindo do jeitinho como ela agia.
Ela segurou novamente minha mão -Que significou muito pra mim...- sussurrou.
Sorri com o que acabara de ouvir- Eu nunca pensei que fosse fazer isso. Fiquei realmente feliz e... impressionado pelo JEITO como agiu- confessei acariciando levemente seu rosto.
-É... eu também- fez uma careta engraçada e nós dois rimos- Eu nunca imaginei que... sei lá, que faria algo do tipo. Não. É óbvio que eu imaginei, mas.... Eu quero dizer que foi algo surreal. Eu me senti tão à vontade, Joe. Foi... eu não sei muito bem, eu só não me incomodei nem um pouco com a situação, eu consegui agir normalmente... como se tudo estivesse normal. Como era pra ser.

Eu a encarava com um sorriso bobo no rosto. Era tão... lindo ela se abrindo e falando realmente tudo que pensava e sentia. Como se desabafasse com um amigo, e era exatamente isso que eu queria. Depois de um tempo- segundos, talvez- eu ainda apreciava sua beleza, apenas sorrindo em sua direção sem precisar de palavras para mostrar como me sentia em relação a tudo. Acho que ela se sentiu um pouco... incomodada com meu olhar sobre ela, talvez achando bobo o que acabara de dizer. Ficou levemente vermelha por um instante e tapou os olhos com sua outra mão.

-Ah meu Deus, o que eu acabei de dizer?!- disse surpresa- Isso foi tão idiota, patético....
-Fofo- completei antes que ela pudesse falar mais alguma 'mentira'.

Ela riu sem humor, abafando o som por causa de sua mão que tapava parcialmente o rosto. Fui até ela, calmamente e lhe dei um selinho, ao mesmo tempo pressionando seu corpo contra o meu.
Enquanto nos beijávamos, íamos deitando mais nossos corpos na cama. Eu estava por cima dela, mas não tínhamos nosso corpos completamente colados, já que eu me apoiava na cama. Os beijos eram intensos, mas estávamos levando na brincadeira. Totalmente. Ríamos enquanto nossas línguas brincavam uma com a outra. Suas mãos acariciavam meu braço- que estava dando sustentação ao restante do meu corpo- e eu distribuía beijos por todo seu rosto. 


As vezes parávamos apenas para nos encararmos. Não que o ar não estivesse faltando, mas quando nos beijávamos, nem mais o ar importava. Nossos olhos se fixavam, permanecendo assim por algum tempo. A sentei um pouco mais na cama e ajoelhei, fazendo com que suas penas- que estavam esticadas na cama- ficassem entre as minhas. Deslizei uma de minhas mãos até a borda de sua camisa, levantando calmamente. 
Eu já não estava mais tão receoso em fazer algumas coisas, já que agora podia perceber que ela se sentia bem em relação a tudo. Apenas tirei sua camisa, eu queria me divertir e fazer com que ela também curtisse o momento.


Minhas mãos vagavam suas costas - agora 'cobertas' apenas pelo sutiã. Depositei alguns beijos em seu pescoço, descendo lentamente em direção aos seus ombros. 

Era legal distraí-la com beijos no pescoço, enquanto sentia seus longos suspiros em minha nuca. Aquele desejo só aumentava dentro de mim e eu não entendia como ela fazia isso, como conseguia me deixar completamente maluco sem ter a intenção. Com nenhuma garota fora assim. Mas por isso era deferente, porque era Demi e ela era única.


Selei nossos lábios novamente. A "brincadeira" de antes ainda permanecia, mas estava ficando mais séria. 
Eu não era o único a desejar alguma coisa aqui. Não sabia como ela se sentia na realidade, mas via em seu olhar que queria aquilo tanto quanto eu. Eu podia me desligar de todos esses pensamentos e me concentrar em tudo mas era impossível. Ao mesmo tempo que queria deixar tudo perfeito para ela, não conseguia tirá-la da minha cabeça. Aqueles olhos castanhos, cor de mel, onde eu me perdia, me encaravam docemente e eu não tinha certeza do que via em seu olhar, mas me parecia algo bom... algo além do puro desejo.


Levei minha mão até sua nuca, acariciando-a. Ela encaixou sua cabeça em meu pescoço, enquanto minhas mãos iam até seu braço. Com muita calma, segurei a alça de seu delicado sutiã. Eu não estava pensando em nada muito além disso. Primeiro porque nosso maior "avanço" havia acontecido a apenas poucas horas atrás e mesmo que tudo parecesse mais claro, tanto para mim quanto para ela, me lembrava claramente do que ela havia me pedido no vestiário. Que fosse com calma. 


Ela não estava nervosa, nem um pouco. Correspondia meus beijos com tanta vontade quanto eu, deixando que nossas línguas brincassem juntas. Não era ela que dizia não ter experiência nenhuma? Eu duvidava disso. O jeito como ela se movimentava, como me beijava ou encarava revelavam que ela possuía um poder natural que mexia comigo. Muito.


Meu corpo todo parecia estar fervendo. Tudo o que eu queria era ela. Tê-la para mim. Nossos beijos ficavam cada vez mais intensos e a distância entre nós diminuía lentamente. Parei para observá-la discretamente, seus lábios rosados e inchados por causa do beijo, suas bochechas coradas a deixavam cada vez mais sexy. Eu já podia imaginar seu corpo por debaixo daquela roupa, mas não era a mesma coisa agora. Isso não era suficiente, eu precisava sentí-la.




Continua...
HOT vindo por aí... :P O que acharam? :) Vamos comentar! =) Obrigaaaada a todos, de verdade! Significa o mundo para mim cada uma dessas palavrinhas que vocês escrevem! Amo vocês <3 <3 <3




Beijemis, Bruna *o*

23 comentários:

  1. Brunaaaaaaaaaa, my love! <3
    Olha, o meu comentário hoje vai ser minúsculo porque o meu pc deu problema ontem à noite. :/ Tudo deu errado ontem... :(
    O capítulo foi MAIS QUE PERFEITO! Socorro. O Joe não existe, cara. Pelo amor de Deus! <3 Mais lindo, fofo impossível! *-* Por que você sempre para nessas partes? :/ Isso não é legal! Preciso do próximo, URGENTEMENTE. u__u
    Posta logo!

    Beijos, te amo muito anjinho! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaah tudo errado? Não quero nada dando errado para você, amor! Merece TUDO de BOM! <3<3 Awwwn obrigada, linda! Seu comentário é sempre perfeito, mesmo que você só diga "oi" *o* Hahaha postei, love! Beijocas, fofa :3 Te amo <3333

      Excluir
  2. MEUUUU DEUSSSSS DO CÉU ! PUDIM VOCÊ QUER ME MATAR SÓ PODE NE?! COMO VC TEVE A CORGEM DE PARAR AI?! TAO LINDA A DEMI TODA SOLTINHA. HEHE" MEU DEUS O PRÓXIMO E HOT ? SERIO ? AIIIIIIIIIIIII PRECISOOO MUITOOOO DO PRÓXIMOS CAPITULO !!!!! ISSO E CASTIGO E OLHE QUE CASTIGO! MEU DEUS COMO EU VO DORMIR AGORA ? PENSANDO NO PRÓXIMO CAPITULO EM COMO VAI SER ! PRINCIPALMENTE AGORA SABENDO O QUE VAI ACONTEER ! E AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH EUU VOUUUUUU PIRAR E ISSO E TUDO CULPA SUA! COMO CONSEGUE ? COMO CONSEGUE ME DEIXAR ASSIM SERIO SE EU TIVER UM COLAPSO NERVOSO VÃO SER TUDO CULPA TUA U.u AHHHH POSTAAAAA MWU PUDIMMMMMMMM TE AMOOOO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG! hahahahahahaha que desesperooooooo! O-O Oh God! Seríssimo... HOT... espero que tenha gostado... *O* Hahahaha eu ri muito com esse comentário, sério! hahahahaha Te amo, pudim <333

      Excluir
  3. VÉEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI, COMO TU PAROU NESSA PARTE? VOU TE BATER, SÉRIO -.- KKK POSTA LOGOOOOOOOOOOOOOOOOO ;*

    ResponderExcluir
  4. G-ZUIS COMO VOCÊ PARA NESSA PARTE? SOCORRO VOU MORRER DE CURIOSIDADE HDASUIGDJAUODGAUOSDIBSHAIDP POR FAVOR NÉ QUERO MAIS U_U

    ResponderExcluir
  5. POOOOOOOOOOOOOOOOSTA LOGO
    POR FAVOR, PRECISO DISSO MUITO MUITO MUITO MUITO *-------------*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeeeeey posteeei! Espero que tenha gostado! =DDD

      Excluir
  6. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA VAI TER HOT? UHHUU ~todos pulam ~ OBS: principalmente eu o.O kkk AAAA QUE PERFEITO O CAPITULO.. JOE SAFADENHO! kkkkkk ~morri~ enfim.. POSTA LOGO eu quero ver o seu hot! kkkkk :P bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HA-HA-HA eu ja te disse pra não duvidar do meu HOT U-u espero que tenha ficado bom :s Joe muito safado, como sempre... hahahaha Beijos <3

      Excluir
  7. to sem palavras o que é isso ? nossa serio cap hot ? aaaaaaaaaaaaaaa vou amar

    ResponderExcluir
  8. aaaaaaaaaaa tava no twitter eu tinha me esquecido da fic me lembrei agora buaaaaaaaaaa

    quandovenho ler me deparo com isso mais que perfeito menina amei amei hot hot hot rbaaaaaaaaaaa rsrs

    ResponderExcluir
  9. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa OMG OMG OMG OMG oque é isso meu pai isso foi muito perfeito as coisas entre eles estão acontecendo naturalmente :) isso que é bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwn eu também penso assim... naturalmente! haha obrigada, baby! :D

      Excluir
  10. POSTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. posta logo por favor , que lindo o joe e demi

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3