Visualizações

12 de mai de 2012

Be Yourself- Chapter 27


Chapter 27- Leave me alone...

-Como você teve coragem, Joe?- perguntei incrédula.
-Demi, me desculpa- pediu- Mas você ta fazendo uma tempestade em um copo d'água!
-Ah, agora a culpa é minha? Eu que sou a exagerada? Você não fez nada, né?!
-Se você se acalmar a gente pode conversar- disse- Caso isso não aconteça eu acho melhor nem começar, porque não vai terminar bem.
-Então eu acho melhor não começar mesmo. Porque você não vai conseguir explicar o porque de ter feito aquilo. Respeito é bom, Joe.
-Olha nos meus olhos e me diz que eu não te respeito- me encarou sério- Seja sincera. É realmente isso que acha?
Parei um pouco para pensar. Definitivamente não era verdade. Tudo que ele já fizera só provava que tinha respeito por mim, mais do que qualquer outra pessoa.
-Não, não é isso que eu penso.
-Escuta, se eu não tivesse respeito por você Demi, eu já teria feito muitas coisas ou até terminado com você. Mas não, não é assim.
-Você vai me fazer sentir culpada agora? É isso?
-Você está criando uma confusão enorme. Eu admito que errei e te peço mil desculpas por isso, mas não vai adiantar. Porque o que vai mudar? O que aconteceu já passou!
-Quer que eu esqueça? Acha que é simples assim?
-Vamos mudar a pergunta. O que você quer que eu faça?
-Eu... eu não sei, Joe! Eu não queria que tivesse feito aquilo.
-Mas eu fiz! Eu to me sentindo péssimo por aquilo, mesmo. Eu me sinto muito mal pelo que ta acontecendo, pelo que eu fiz. Nunca quis que achasse que eu não tinha respeito por você, Demi. Me perdoa, por favor.
-Tudo bem... eu.. perdoo.
-Não, eu sei que está mentindo.
-O que quer que eu faça, Joe?
-Olha pra mim, e escuta. Mas abre a sua cabeça e ouve bem tudo que eu vou dizer- pediu- Eu sei que é difícil de entender e você pode até não tentar, mas eu não consegui resistir, Demi. Foi complicado te ver ali na frente, pela brecha da cortina e ficar na dúvida se eu continuava a olhar ou parava. Por puro respeito a você eu pensei em não fazer aquilo. Mas foi inevitável e eu sabia que não gostaria, mas nunca pensei que isso se transformaria em um problema enorme desses. Eu quero que você se acalme. Você está nervosa e magoada comigo, eu sei. Mas não vai adiantar porque o máximo que eu posso fazer agora é pedir sinceras desculpas.
-Ta eu... eu vou me acalmar.
Passamos alguns segundos calados. Me sentei ao seu lado, ele fez o mesmo- já que havia levantado para me encarar- porém me distanciei um pouco. Respirei fundo algumas vezes, tentando manter a calma ou pensar em alguma coisa que pudesse ajudar, mas nada parecia funcionar no momento. Era complicado encarar essa situação e eu definitivamente não sabia o que fazer. Eu podia deixar passar? Sim. Mas estava muito nervosa e triste agora, então essa opção seria descartada. Mas o que eu podia fazer? Ele estava certo, já havia passado. Não havia volta.
-O que você pensa, Joe?- o encarei um pouco mais calma- Acha que pode simplesmente fazer o que quiser, sem pensar em nada no momento e depois, simplesmente se desculpar? Como se eu fosse alguma coisa que você tivesse controle? Não da pra fazer as coisas e depois querer que eu perdoe. Não é assim que funciona, as coisas machucam.
-Demi...
Ele parecia exaltado, nervoso... impaciente. Respirou fundo algumas vezes e levou as mãos até o cabelo, passando lentamente.
-Olha, Joe... me desculpa mas eu não consigo- disse nervosa- Desculpas não vão fazer o que você viu desaparecer.
-Nada vai, Demi. E é isso que eu quero que entenda. Meu Deus, eu sei que errei, me perdoa. Eu não devia ter feito aquilo, mas nada muda o que aconteceu. Isso é fato.
-E aí? O que vai acontecer? Quer que eu te perdoe sempre? Você faz o que quiser e depois se desculpa?
-A onde a gente vai parar nessa conversa? Olha pra mim- segurou minhas mãos- Eu não vou te pedir que esqueça isso, você não é obrigada a me perdoar sempre, Demi. Mas por favor, entende que eu não fiz por mal.
-Não, não tinha maldade nenhuma na sua cabeça, não é?- disse debochada, cínica.
-Eu já te disse que se fosse por maldade já teria feito um milhão e meio de coisas com você! Para de achar que só por causa disso eu não te respeito. Eu não fiz por maldade alguma. Se você não quer acreditar em mim, tudo bem, Demi. Mas pensa na quantidade de coisas que eu já fiz, ou deixei de fazer por respeito a você.
-Isso não tira o fato de você ter agido de má fé comigo.
-Chega, Demi. Eu não suporto mais isso. Eu até entendo que você não queira transar comigo, ou que eu te veja de lingerie mas por favor, isso já ta ficando ridículo!
-Eu pedi pra você ter paciência comigo e você preferiu agir pelas minhas costas!- eu tinha os olhos marejados.
-Eu te esperei! Eu nunca te forcei a nada, eu tenho paciência com você! Tanto que eu estou aqui discutindo um assunto ridículo. Se pedir desculpas não vai adiantar, então o que quer que eu faça, Demi?
Eu me sentei novamente no banco. Ele estava certo em alguns pontos? Sim. Mas e como ficaria tudo agora? Como eu conseguiria o perdoar e voltar a agir como se nada tivesse acontecido? Eu podia perceber que ele já estava ficando impaciente comigo -vamos concordar que eu era realmente muito chata- e que se eu não parasse agora, talvez depois não tivesse jeito. Abaixei a cabeça e passei as mãos nervosamente sobre ela.
-Me deixa pensar...- sussurrei.
-Quer pensar? No que, Demi?- abaixou ao meu lado.
-Em tudo Joe... ou em nada, eu... só quero ficar sozinha.
Ele respirou fundo e se levantou, ficando de pé bem na minha frente. Tirou as sacolas do meu braço, segurando-as. Levou uma de suas mãos até as minhas costas, dando apoio para que eu levantasse. Entendi que estávamos indo embora dali.


Continua...
Hey! :) Resolvi postar um hoje! Gostaram? Hehe vão ficar curiosos... Vocês podem achar que eu até faço isso de propósito e gosto mas... não. Eu ODEIO. Porque quando é comigo, eu sei muito bem que fico me corroendo de curiosidade! Enfim... se vocês comentarem MUITO M.E.S.M.O talvez eu consiga postar outro amanhã! Mas vamos colaborar! :) Amo vocês! *.* E eu não esqueci de voltar aqui para responder os comentários e falar um pouquinho com vocês, mas me falta tempo :/ Se alguém quiser falar comigo pelo twitter, fiquem à vontade! -@WithJemiJonato- <3 Obrigada por todos os comentários! *o* Vocês são incríveis! Obrigada pelos elogios também! =*D


COMENTEM! :)


Beijocas, Bruna :3



7 comentários:

  1. :'( oh god o q vai acontecer ein?! como vc teve a coragem de paarar ai?! MY HEART NUM GUENTAAA! AI EU FICO PENSANDO O Q VAI ACONTECER DEPOIS DESSA DISCURSAO, EU ENTENDO O LADO DA DEMI ELA FICOU INCOMODADA COM ISSO ,TIPO QUEM NAO FICARIA?! OH GOD O Q VAI ACONTECER ,VC DEVIA POSTAR OUTRO SABE TIPO BIG POR FAVORRRRRRRRR EU IMPLOROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO BJOSSSS

    ResponderExcluir
  2. OMG Capitulo tah perfeito como sempre Bruna *-*
    Desculpa não ter comentado no outro capitulo #Sorry
    Omj o Joe não resistiu a tentação e acabou sendo pego no flagra kkk
    A Demi ficou muito xatiada com ele. Se fosse eu tambem ficaria
    E agora o que vai acontecer??
    Posta logoo, to morrendo de curiosidade
    Eu sempre fico curiosa/ansiosa pra ler os seus capitulos divos, lindos, perfeitos...
    Beijos ;*
    E de novo POSTA LOGOOOO!!!

    ResponderExcluir
  3. show.otimo o capitulo essa discursao fecho. o joe ta impaciente mas tbm a demi ta certo isso q aconteceu foi chato! se eu fosse ela fazia o joe sofrer um pouquinho kk a desesperada ja comento? meu deus :'

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAA QUE PERFEITO! AFF O JOE TINHA Q TER MAIS PACIENCIA COM ELA COITADA! ARGH!@
    TA lindooooo! eu vou morrer se vc nao postar mais!!! PLEASE!!!! bjs!

    ResponderExcluir
  5. lindooooooooooooooo capitulo
    lindaaaaaaaaaaaaaaa fic
    lindooooooooooooooo blog
    nova seguidora

    ResponderExcluir
  6. Eii linda vc bem q podia postar um capitulo grande hj ne?! pelo menos pra me alegrar meu dia das Maes nao ta sendo la essas coisas! : ( posta ta?! bjo

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3