Visualizações

4 de mai de 2012

Be Yourself- Chapter 24


Chapter 24- Lovebug again... {Mini- especial}

Ela concordou. Fui até um canto do quarto, pegando o violão. Queria mostrar uma música que compusera para ela. Primeiro, me encarou confusa, mas ao mesmo tempo sorrindo. Fiz sinal para que se sentasse ao meu lado na cama.
-Não é nada de mais e ainda não está completa- avisei- Mas espero que goste.

Called you for the first time yesterday
Chamei você pela primeira vez ontem
Finally found a missing part of me
Finalmente encontrei a parte que faltava em mim
Felt so close but you were far away
Me senti tão perto mas você estava longe
Left me without anything to say
Me deixou sem nada para dizer

Now I'm speechless 
Agora estou mudo
Over the edge I'm just breathless
No Limite, sem fôlego
I never thought that I'd catch this
    Nunca pensei que fosse pegar esse 
Lovebug again
Vírus do amor outra vez
Hopeless, head over heels in the moment 
Sem esperança, precipitado naquele momento
I never thought that I'd get hit 
Eu nunca pensei que eu fosse ser pego 
By this Lovebug again
Pelo vírus do amor outra vez

I can't get your smile out of my mind
Não consigo tirar seu sorriso da minha cabeça
I think about your eyes all the time
Eu penso nos seus olhos toda hora
Beautiful but you don't even try
Bonita, mas você nem mesmo tenta
Modesty is just so hard to find...
  Modéstia é tão difícil de encontrar...

Ao terminar, ela tinha seus olhos marejados, e um sorriso bobo no rosto. Ela abaixou a cabeça.
-Não chora...- pedi.
Limpei algumas lágrimas que escorriam por seus olhos. Ela se jogou em meus braços, envolvendo meu pescoço com seus braços.
-Isso.. é lindo Joe- sussurrou- Nunca ninguém me fez nada parecido. Eu amei, é perfeita. Obrigada.
-Você merece. Eu sei que ama música... então achei que gostaria de uma que foi escrita pra você- sorri.
-Você não existe... você é tudo pra mim.
Tirei o violão que havia entre nós. Ela foi por vontade própria para meu colo, a abracei, lhe dando um selinho.
-Fiquei feliz por ter aceitado dormir comigo- comentei.
Depositei minhas mãos carinhosamente- e com cuidado- sobre suas pernas, sem nenhuma segunda intenção. Era apenas um gesto de carinho- exatamente como ela interpretou- e eu só queria que se sentisse confortável.
-Eu não tinha motivos pra recusar, Joe- deitou sua cabeça em meu peito- Eu quero que entenda só que eu não fiquei incomodada com nada, eu... não queria que parasse- confessou, sussurrando.
Me ajeitei na cama, fazendo com que ela se sentasse na minha frente. Segurei suas mãos e levantei sua cabeça.
-Mas Demi....
Eu estava confuso. Ao que tudo indicava, ela queria parar. Talvez se estivéssemos em outro lugar, ou se tivesse acontecido de um jeito diferente mas... de qualquer forma, ela me confundira.
-Eu só tenho medo, Joe... não sei direito o que é mas- suspirou- É difícil explicar.
-Tenta- disse- Pode falar- encorajei.
Ela voltou para o meu colo, segurou meus braços e os puxou, fazendo com que envolvessem sua cintura. Entrelacei nossos dedos.
-Eu estava gostando de aproveitar. Eu sinceramente não sei se ia mais além só que... eu ainda tenho medo, vergonha... eu não tenho experiência nenhuma, Joe... me sinto um pouco... inútil. Eu confio em você, essa é a única certeza que eu tenho.
Ela confessou um pouco tímida. E eu sabia porque.  Demi me conhecia o suficiente para saber com quantas garotas eu já havia dormido e quem eram elas.  Eu podia entender sua preocupação mas não queria que houvessem motivos para isso.
-Demi, presta atenção- pedi- Ninguém nasce sabendo. Tudo a gente aprende com o passar do tempo. Você não tem que pensar assim, não precisa se importar com isso. Não faz a mínima diferença. Tudo tem uma primeira vez.
Disse acariciando seu rosto, enquanto ela me ouvia atentamente. Demi era a coisa mais fofa do mundo quando ficava com vergonha, parecia um tomatinho ambulante, era realmente encantador. Ela era fofa. Fiquei um tempo a encarando, sorrindo de lado, enquanto ela pensava com a cabeça um pouco baixa. 
Sempre fora assim. Quando saíamos juntos e tínhamos alguns momentos como 'casal', esquecendo o real motivo de estarmos ali, ela as vezes me contava as coisas, como se parecesse querer conversar com alguém - mesmo que não confiasse muito em mim, as vezes ela parecia esquecer- Mas sempre fora tímida, e quando despertávamos desses momentos- que duravam pouco- Parecíamos esquecer de tudo.
Ela voltou seus olhos para os meus, respirando fundo.
-Eu sei disso, Joe- sussurrou- Você realmente não se importa?
Ela franziu o cenho. Ela realmente achava que eu ligaria para isso? Ela esperava minha resposta, enquanto forçava um pequeno sorriso.
-Demi, você sabe que não. Além disso eu... já sabia- ri sem humor- Isso nunca foi motivo de preocupação, eu nunca nem pensei nisso. O que importa é que é você.
Apontei para ela encostando o dedo em seu nariz, sorrindo- ela fez o mesmo- E a beijei lentamente, sem segundas intenções, apenas um beijo calmo e apaixonado.
Ela correspondeu com desejo- assim como eu- Levando uma de suas mãos até minha nuca. A puxei para mais perto e - mesmo tento em minha cabeça que não faria nada- Aumentei a intensidade dos beijos.
Fiquei por cima dela, mas não juntei completamente nossos corpos. Ela tinha suas pernas esticadas na cama e não estava completamente deitada. 'Ajoelhei' na sua frente- ainda a beijando- fazendo com que suas pernas se encaixassem entre as minhas. Depois de um tempo, o ar começou a faltar e eu separei nossos lábios.
-Quanto ao medo, não precisa disso- garanti- Você não disse que confiava em mim?- ela assentiu- É só isso que precisa. Pensa um pouquinho e me responde, quando esse medo vai passar?- perguntei.
Ela ficou um pouco surpresa com a pergunta e pensou durante um tempo. Ela riu brevemente, balançando a cabeça em reprovação.
-Boa pergunta, Joe- sorriu tímida- Eu... não sei.
-Exatamente, porque nunca vai passar- ela pareceu assustada- Não é isso- ri de sua expressão- Eu só quero dizer que isso é normal. Escuta, as vezes, você pode ter medo por não confiar na outra pessoa, o que eu acho não se nosso caso- ela assentiu- Ou também por não achar que essa pessoa seja a certa.
-Eu não tenho dúvidas sobre isso, já achei a pessoa certa- sorriu.
-Não precisa me dizer isso se não for verdade, Demi.
-Não, é sério eu... nunca tive tanta certeza, você... é incrível, é tudo o que eu preciso- garantiu.
-Era nisso que eu queria chegar. Existe outro motivo pelo qual ter medo? Olha, eu sei que é complicado e eu já passei por isso- confessei- Todos passam um dia. Mas você tem que estar certa do que quer e disposta a tentar. Não pode se prender ao medo porque ele só vai embora se você permitir. Você confia em mim e... já achou a pessoa certa- ri sem humor- Não quero que ache que eu to te pressionando, não é nada disso- expliquei- Não quero que tenha medo, só isso.
-Não é esse meu único medo...- sorriu tímida. Eu entendi o que ela queria dizer.
-Eu sei- ri- Mas ta aí outro medo que não vai sumir- ela soltou uma gargalhada- Eu acho que to piorando as coisas...- resmunguei rindo.
-Não- disse apressadamente- Pelo contrário... continua.
-Olha... essa parte tem haver com a confiança. Precisa confiar em mim, acima de tudo. Saber que eu só quero que aproveite. Se ficar pensando nessas coisas, não será especial. A insegurança não é nada legal, nem a vergonha. Eu sei que isso é um pouco complicado com você- ri- Mas quero que se sinta à vontade comigo, apenas isso.
-Eu posso fazer isso- sussurrou- Você ta completamente certo em tudo que disse, eu nunca pensei dessa forma. Só que... eu peço um tempo, só pra pensar. Não é questão de estar em dúvida, eu só.. preciso me preparar... psicologicamente- brincou fazendo careta e nós rimos.
-Você é uma figura, garota.
Me sentei ao seu lado, rindo. Ela fazia o mesmo. Foi para o meu colo, como um filhote pedindo carinho e eu acariciei o topo de sua cabeça.
-Mas é verdade- riu.
-Era por isso que eu queria que se acostumasse... pra confiar mais em mim e não... estranhar tanto, não quero te ver nervosa por causa de uma coisa que na verdade não é ruim- garanti- Nem um pouco- completei rindo.
-Eu te agradeço pelo que fez, ninguém seria tão doce e paciente comigo. Você é um anjo- beijou minha bochecha- Eu entendi o que pretendia fazer. Mas... eu precisar de um tempo não tira o fato de eu... - ela suspirou, sorrindo- Ter gostado de aproveitar como se nada importasse.
-Está disposta a tentar?- perguntei, brincando com a posta de seu cabelo.
-Sempre estive- me deu um selinho- Eu nunca me senti tão bem com alguém, tão...amada. Eu não sei mas, com você nada mais parece importar.
-Que bom que se sente assim.
Sorri e ficamos assim, apenas nos beijando e dando alguns amassos. Nada de mais, nada além do que acontecera. Depois de um tempo, Demi me pediu para tomar um banho.
Fiquei no mesmo lugar, assistindo a um filme que passava na tv. Quando Demi saiu do banheiro, vestia uma blusa de manga e uma calça folgada. Muito linda, como sempre. Eu não esperava que ela fosse mesmo vestir uma roupa sexy- shortinho e regata- Apesar de querer. Mesmo assim continuava muito... atraente. Ela não precisava vestir uma daquelas roupas para chamar a atenção.
-Esse banho foi delicioso.
Ela se deitou ao meu lado. Sua pele estava quente, por causa da água e ela se encolheu em meus braços. Aquele cheirinho doce de baunilha em seu pescoço era extremamente delicioso, sua pele macia em contato com a minha me deixava ainda mais louco por ela. 
-Você avisou aos seus pais que dormiria aqui?
-Bom... eu disse que dormiria na casa de um amigo mas... como eles tão numa festa não devem ter prestado muita atenção no que eu falei- deu de ombros.
-Ah sim- sorri.
-Foi bom porque... eles não deixariam nunca. E se eu dissesse que estamos juntos aí que não rolaria mesmo- rimos.
A abracei com mais força, dando um simples beijo em seu pescoço. Ela abriu um pequeno e tímido sorriso, se virando para mim.
-Eu nunca canso de dizer o quanto te amo- sussurrou.
-Você não é a única- garanti.
Ficamos durante algumas horas assistindo tv e conversando sobre assuntos que não tinham muita importância. Percebi que ela estava ficando com sono, seus olhos quase se fechavam. Eu observava- ainda estávamos abraçados- e a via como algo que devesse proteger. Frágil- e ao mesmo tempo, forte-, inocente... um tesouro. Meu tesouro.
-Boa noite, minha linda- sussurrei.
Depositei um beijo em sua bochecha, ela já dormia. Encaixei minha cabeça em seu pescoço e adormecemos juntos, abraçados. 


Continua...
Hey! :{D Awwn ficou fofo, né?! *w* hehe :3 Enfim... eu postei porque vi que algumas pessoas estavam meio desesperadas... hahahaha :) Mas por favor, vamos comentar! :) Obrigada a todos os comentários! E quem pensou que seria uma música, acertou! :P Amo vocês. Aaaaaah, uma coisinha... esses capítulos que eu coloco {especial Jemi} ou { mnini- especial} coisas do tipo, é porque tem algo mais.... especial mesmo! Hahahahaha bom, era só pra avisar! :) Desculpem não estar respondendo aos comentários, mas eu leio todos! :*)


* C.O.M.E.N.T.E.M *




Beijemis, Bruna <3

10 comentários:

  1. Ameiiii...
    Own,Jemi são tão fofos..
    Eu vou roubar o Joe pra mim u.u..
    Ain,nada pra falar,só que ta perfeito..Sua Fic é Perfeita...
    Posta Logo amoreeee
    BjuBju

    ResponderExcluir
  2. Hehe" :D. Vc postou. LOL LOL LOL ... Eu sei q esse "algumas pessoas desesperadas" foi uma SUPER indireta pra mim...kkkk... Mas o que eu posso fazer se eu AMO sua fic! Ahhhhhhhhhhhhhhhh que capitulo mais lindo esse momento super cutícula de jemi ... Own quero mais e mais e mais achei tão lindo mesmo a Demi sentando por vontade própria no colo do Joe tão fofo !!!!!! Awn linda posta logo ta ... E ah nao me deixa desesperada

    ResponderExcluir
  3. Cutícula quer dizer CUTÍ e q esse iPhone tem mania de concerto ai já viu! ;) Posta Hehe"

    ResponderExcluir
  4. Anwwww ficou perfeito o capítulo, simplesmente A-M-E-I...
    Continua por favor

    ResponderExcluir
  5. AAAAAAAAAAA QUE LINDO!! adorei esse especial foi muito FOFO! AWN! enfim.. bem q vc podia postar mais um pouco né? hehe!

    ResponderExcluir
  6. Amei , posta. Lais

    ResponderExcluir
  7. Posta posta posta to amando sua fic

    ResponderExcluir
  8. Amei <3
    Foi super fofo esse capitulo, um dos mais lindos *---*
    Eu queria um Joe desse pra mim, ele foi super fofo com a Demi.
    Eu amo a sua fic. Perfeitaaaaaa *-*
    Desculpa não ter comentado no outro Bruna. Sorry.
    Posta o mais rápido que vc puder.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  9. PERFEITO
    awwwn muito lindo <3
    posta lopgooo!
    <3 beijos

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3