Visualizações

9 de abr de 2012

Be Yourself- Chapter 12

Chapter 12- I can't wait more...



-Bom dia- disse Demi enquanto saia de casa.
-Bom dia- sorri indo até ela, lhe dando um abraço de lado.
-Então... como vai a sua prima?- perguntou.
-Ela ta bem...- sorri- E você, como está?
-Ótima, uma noite de sono é sempre boa- riu sem humor.
-É verdade- concordei.
-Você e a Selena? Como estão?- perguntou.
-Não era eu que devia te perguntar isso?- a encarei rindo.
-Sei lá... eu percebi que vocês nem se falam direito- deu de ombros- Não é por causa de mim, é?
-Você não tem nada a ver com isso, Demi- garanti- Nós continuamos amigos.
-É que... ela costumava ser a sua melhor amiga e...- parou, um pouco pensativa.
-E eu disse que você era minha melhor amiga?!- perguntei com uma afirmação, completando o que ela dizia.
-Exatamente.
-Ah Demi... quando você e a Selena viviam juntas nós éramos amigos, mas você era a melhor amiga dela. Depois dessa 'briga', depois de terem se 'separado', algumas coisas mudaram e ela passou mais tempo comigo... passou a ser minha melhor amiga. No final de tudo, nada de muito importante tinha mudado... eu não gosto de colocar rótulos, dizer que ela é a melhor ou só minha amiga mesmo não vai mudar o sentimento da amizade em si.
-Você ta certo- sorriu- Afinal, não é o tempo que define tudo, certo?! Eu nunca fui sua amiga e olha agora, é como se isso sempre tivesse existido.
-É assim que eu penso... eu posso dizer que você é a minha melhor amiga agora, sem descartar a Sel.
-É que eu tenho... medo de atrapalhar vocês de alguma forma. Ela pode ficar com raiva...
-Relaxa, isso não vai mudar nada, tudo bem?
-Ok, ta legal- sorriu.
Fomos caminhando até a escola juntos, em meio a risos e sorrisos.


(...)


Peguei meu celular e comecei a futucar minha playlist de músicas, sem muita coisa para fazer. Eu viajava quando lia as letras, ouvia as melodias ou simplesmente tocava.
-Você gosta de música?- perguntou.
-Eu amo- sorri- É um jeito de me distrair, ouvindo, tocando...
-Você toca? Não brinca- me encarou surpresa.
-Sim- ri- Toco violão e teclado.
-Nossa que máximo- disse encantada e eu ri novamente- Eu sempre quis aprender, mas meus pais sempre acharam perda de tempo, algo desnecessário. 
-Eu posso garantir que não é- afirmei- Sei lá... quando eu toco é como se esquecesse de tudo. Funciona bem como um remédio pra dar um basta temporário nas mágoas, estresse, preocupações- ri sem humor- Eu sou bem capaz de me trancar durante horas se tiver um instrumento por perto.
-Que sonho... eu sempre quis isso. Uma vez, eu fui a uma loja de instrumentos com uma tia que estava na cidade e ela acabou me comprando um violão, depois de muita insistência- riu- Eu tentei por um tempo tocar ou convencer meus pais mas logo depois desisti... o violão continua lá, intacto.
-Eu posso te ensinar se quiser- ofereci.
-O que? Jura?
-Claro, é claro que o aperfeiçoamento você consegue aos poucos, mas eu te ensino o básico, depois que treinar você fica fera. Não é tão difícil quanto parece.
-Jooooooooe- ela quase pulou em cima de mim- Eu nem sei como te agradecer- me abraçou apertado.
-Não precisa agradecer- ri- Será um prazer.
Ela sorriu e me deu um último abraço. 


(...)


-Cor favorita?- ela perguntou de repente.
-Ãh?
-Qual a sua cor favorita?- riu.
-Porque ta me fazendo essas perguntas?- ri.
-Eu só quero descobrir coisas sobre você- sorriu sapeca- Besteiras que parecem inúteis mas não são.
-Humm, tudo bem- pensei- Ah... não sei... talvez branco- respondi.
-Porque?
-A mistura de todas as cores, ou até mesmo a ausência de cor... Eu acho que é assim que me sinto, meio incompleto, vazio. Mas ao mesmo tempo tendo tudo- ri sem humor.
-Eu... acho que podia usar isso como uma definição minha- comentou.
-Talvez... E a sua?
-Vermelho... a cor do amor. Eu ainda acredito que possa haver um amor verdadeiro, alguém com quem eu possa viver um conto de fadas- riu olhando para baixo- Besteira.
-Não é besteira... se você não acreditar, quem vai?
-Também pensa como eu?- me encarou confusa.
-Sim... eu acredito em amor verdadeiro.
-Então, porque não corre atrás de um?
-É o que você está fazendo?
-Sim- sussurrou com um sorriso.
-Eu também- retribui.
-E como anda a sua busca?- perguntou me dando uma leve cutuvelada no braço.
-Eu acho que muito boa- sorri vitorioso.
-Não te imaginava assim- comentou.
-Assim como?
-Sei lá... procurando por um amor verdadeiro- disse- Achei que não ligasse pra isso.
-Eu ligo, só demorei muito pra perceber que o que eu procurava estava bem na minha frente- a olhei nos olhos, ela desviou o olhar, sorrindo timidamente.
-O meu caso já é diferente.... Eu sempre soube onde encontrar esse amor, mas infelizmente, nada é tão fácil como parece. Não depende só de mim e também... eu ando muito confusa.
-E eu posso saber quem é o sortudo?- forcei um sorriso.
-Sortudo?- riu sem humor.
-Sim, Demi- disse- E você sabe muito bem por que- sorri.
-Bem... eu sinto que já já vai saber...
-Ta legal...
O silêncio tomou conta do lugar e chegamos rapidamente ao colégio.


(...)


-Joe, posso falar com você?- Selena perguntou se aproximando.
-Pode sim, Sel- sorri.
Demi ainda estava ao meu lado, de cabeça baixa. Selena a encarava aborrecida.
-Eu vou indo- sussurrou, caminhando.
-Não, Demi- a puxei pelo braço.


-Que foi, Demi? Ta com medo de eu falar alguma coisa?- Selena disse debochadamente.
-Selena!- eu disse em tom de reprovação.


-Você está fazendo papel de idiota, Joe! Essa garota só está te enganando- afirmou- Como sempre fez.
-Está errada, Sel- garanti- Não fala assim com ela!
-Vai defender a Demi agora?- me encarou surpresa.
-Joe, para- Demi pediu- Eu vou embora.
-Não, fica- pedi segurando sua mão.
-Deixa ela ir, Joe- Selena pediu- Para de ser burro, me escuta, ela só quer a sua popularidade.
-Me escuta você, Selena- pedi suspirando e tentando me acalmar.
-Você me chamou de.. Selena?- sussurrou assustada. Eu nunca havia a chamado de Selena e ela sabia que eu estava chateado com ela.
-Você pode achar que ela ta me fazendo de burro e idiota- continuei ignorando seu comentário- Mas está errada.
Ela abriu a boca para tentar protestar, mas logo continuei.
-Eu já sei de tudo, todas as mentiras e farsas- disse- Satisfeita agora? 
-Como assim?- perguntou confusa.
-Não tem mistério, Sel- disse mais calmo, um pouco impaciente- Eu já sei de absolutamente tudo, não precisa ficar acusando a Demi assim.
-E você vai ser amigo dela? Mesmo depois de tudo?
-Sim, porque pelo que eu sei, amigos são para as horas boas e ruins- afirmei- E era o que você deveria estar fazendo.
-Você vai ficar contra mim? Eu só fiz isso por culpa da Demi! Não vem querer jogar tudo pra cima de mim, é isso que ela quer- disse nervosa.
-Quer dizer que a Demi ta tentando me colocar contra você?- disse rindo cinicamente- Isso não é verdade.
-Claro que é, Joe! Você é meu melhor amigo a anos e agora me troca por ela?
-Eu não te troquei, Sel... você está fazendo isso sozinha- garanti.
-Porque? Só pelo que eu fiz com a Demi? Isso é entre eu e ela, você não tem nada haver com isso! Porque a nossa amizade tem que acabar assim?
-Porque a amizade de vocês- apontei para as duas- Teve que acabar assim?
-A Demi pediu por isso- Selena acusou.
-Eu sei que errei, mas já te pedi desculpas- Demi disse.
-Não basta- murmurou- Qual o próximo passo? Roubar o Joe de mim?
-Eu nunca faria isso!- Demi protestou.
-É difícil acreditar em você agora, Demi- sussurrou- Eu sinto muito, mas você pediu por isso.
Selena virou e saiu andando, entrando pelo portão da escola. Demi estava de cabeça baixa, respirando fundo.
-Não faz isso, Sel- pedi indo atrás dela- Conversa com a Demi.
-A gente se fala depois, Joe. Fica com a sua amiga- deu um leve e cínico sorriso, seguindo seu caminho.
-Deixa ela, Joe- Demi disse quado me aproximei.
-Vocês tem que conversar- afirmei.
-Ela não quer nem olhar na minha cara- disse- Muito menos agora que acha que estou tentando te roubar. Viu, foi exatamente como eu disse. Era disso que eu tinha medo.
-Eu sei que não é a sua intenção- garanti.
-Como pode saber, Joe?- perguntou ficando um pouco nervosa- Quero dizer, você nem me conhece direito, eu te enganei, eu menti.
-Mas eu confio em você.
-Isso é uma completa maluquisse- suspirou, se acalmando- Me desculpa- pediu envergonhada- É que... eu me sinto mal sabendo que de uma certa forma isso é verdade.
-O que? Estar tentando me roubar da Sel? Não é culpa sua.
-Para e pensa, Joe- pediu- Olha como você só fica comigo, você e a Sel nem se falam mais direito. Lembra do que me disse quando vinhamos pra cá? Você concordou que agora as coisas entre vocês não são mais as mesmas.
-Isso não quer dizer que seja sua culpa. Sim, nós nos aproximamos e agora nada é a mesma coisa, mas eu fiz isso, eu me aproximei por vontade própria.
-É que... eu me sinto péssima pelo que fiz com a Selena...
-O seu problema é sempre jogar a culpa em você mesma- disse- Esquece isso, você não fez nada disso de propósito, daqui a pouco tudo volta ao normal.
-Você ta certo... Eu só não me conformo com a ideia de querer ser meu amigo mesmo depois de eu ter te enganado ao extremo- balançou a cabeça em reprovação.
-Vem cá, quer que eu pare de ser seu amigo?- brinquei com ela- Eu já disse que não adianta, eu não vou desistir de você- afirmei- Garota persistente- revirei os olhos, ainda brincando.
-Não quero que deixe de ser meu amigo- mostrou a língua- É que pra mim, parece surreal, mas tudo bem- deu de ombros, rindo.
-Só você mesmo- ri.


(...)


Estávamos no pátio, porém em um lugar mais afastado de todos. Demi sentava debaixo de uma árvore enquanto eu voltava com nossos lanches na mão.
-Não fica assim, eu já disse que tudo vai dar certo- garanti.
-Eu acredito em você- forçou um sorriso- O que tem ai?- perguntou mudando de assunto, se referindo ao lanche que eu trouxera.
-Hum... eu trouxe batata frita- sorri.
-Parece delicioso- lambeu os lábios.
-Só provando para saber- peguei uma batata e levei até sua boca, ela saboreou com um sorrisinho.
-Com toda certeza, delicioso- afirmou.
Comemos todas as batatas e o sinal estava prestes a bater.
-A gente tem que voltar para sala- disse se levantando.
-Demi...- chamei e ela virou, me encarando- É que... eu queria saber se você aceita ir ao cinema comigo hoje- perguntei.
-Ér... -pareceu pensativa por um momento- Tudo bem- sorriu timidamente.
-Eu passo na sua casa as 19h, pode ser?- perguntei.
-Claro, vou estar esperando- riu- Vai ser bem divertido.
-Vai sim- concordei.
Fomos em silêncio até a sala de aula. Demi tinha um sorriso no rosto, assim como eu. 
O restante do dia, por incrível que pareça, passou rápido. Demi e eu não tínhamos trocado muitas palavras, apenas sorrisos. Ela havia ido embora assim que o sinal tocara, parecia apressada e não me esperou. Eu estava cada vez mais ansioso para hoje a noite, podia parecer um simples encontro entre amigos, mas não era assim que eu gostaria de pensar. 
-Joe, espera- Selena chamou enquanto eu ia para casa- Quero falar com você- pediu e eu virei para encará-la.
-Oi, Sel- forcei um sorriso.
-Olha, me desculpa por hoje mais cedo, eu não imaginava que já sabia de tudo, só não queria que fosse enganado pela Demi- explicou.
-Você deve desculpas a ela- afirmei.
-Por favor, Joe- pediu- Esquece o que aconteceu entre eu e a Demi, eu quero falar de nós.
-Tudo bem, pode falar- disse.
-Eu não quero que nossa amizade mude por causa dela.
-Para de culpá-la por tudo, Selena- disse um pouco impaciente.
-Para de pensar na Demi, para de defender ela!- implorou.
-Olha, eu acho que se continuarmos as coisas vão piorar- comentei.
-Só me promete que não vai deixar a nossa amizade acabar- pediu- Eu sei que você deve estar pensando em como a minha amizade com a Demi acabou mas... entende que eu não aguentava mais, Joe.
-Eu prometo tentar, Sel- disse- Não garanto nada.
-Já é um bom começo...- sussurrou- O que acha de tomarmos um sorvete hoje? Depois você pode me dar umas aulas de química... eu to meio enrolada- pediu.
-Desculpa, Sel... mas hoje não vai rolar- fiz careta.
-Ah Joe, porque?- perguntou triste.
-Eu... vou sair com a Demi hoje- sussurrei.
-Ta legal- suspirou- A gente se vê por ai.
-Não fica triste comigo, Sel- pedi- A gente pode marcar outro dia, eu não me incomodo. Pode ser quando você quiser!- ofereci.
-Não, ta tudo bem- forcou um leve sorriso- Você pelo menos está tentando- sussurrou- Eu vou indo, até mais.
E então desapareceu rapidamente. Eu ficava triste por isso, afinal, de uma certa forma Demi havia sim tomado o lugar de Sel... não por completo, mas aos poucos isso estava acontecendo. Demi não tinha culpa, aliás, ninguém tinha. Demi foi se tornando muito especial para mim e isso nos aproximava de certa forma, era tudo muito diferente do que eu sentia com Selena... era uma coisa mais além de uma simples amizade.
Fui para casa, seguindo meu caminho. Esperaria inquietamente pelo fim da tarde.. eu nunca fui bom em esperar.


Demi on:
Saí da escola o mais rápido possível, tentando ao máximo evitar Joe. Não tinha um motivo para isso, apenas estava bem nervosa pelo convite que ele fizera.
Me joguei na cama, na tentativa de dormir um pouco, uma tentativa falhada. Mas mesmo assim, posso dizer que fiquei algumas horas me remexendo na cama, virando de um lado para o outro, imaginando em cada detalhe nosso 'encontro'. Devia espantar esses pensamentos, além do mais, era apenas um cinema com um amigo, não havia porque tanto nervosismo. Nada aconteceria naquela sala escura.
Nada que eu tentasse fazer me tirava essa ansiedade, eu não tinha cabeça para nada agora. Resolvi tomar um banho e começar a me arrumar.
Eu tirava todas as roupas do armário, tentando encontrar alguma que me agradasse. Eu tinha roupas realmente lindas, mas nenhuma parecia boa o suficiente para mim. Me olhei no espelho e não sabia muito bem o que fazer, estava confusa. Isso era realmente estranho, eu sentia como se nunca tivesse ido a um encontro antes, talvez porque esse fosse diferente.
Eu não sabia que roupa colocar, que maquiagem fazer, o sapato a botar ou como arrumar meu cabelo. Eu não conseguia pensar em nada, porque pensava em muita coisa ao mesmo tempo.
Peguei meu celular e pensei muitas vezes antes de fazer o que se passava pela minha cabeça, mas no final, além de me parecer a melhor escolha, eu não tinha alternativas.


-Alô?- ela disse e eu apenas fechei os olhos, tentando me tranquilizar.

-Oi, Miley- disse- É a Demi.

-Ah, o que quer?- perguntou grossa.

-Eu vou entender se jogar um 'não' na minha cara, mas eu vou ser sincera... O Joe me chamou para um 'encontro' e eu não sei o que fazer- expliquei.
-Tudo bem.. e você quer a minha ajuda?- riu ironicamente- Você é muito cara de pau.
-Se você vier aqui e me der a oportunidade de falar e explicar tudo... talvez, depois de me ouvir, você possa me chamar do que quiser... mas antes disso, por favor, pensa em tudo e não se precipita.
-Ta legal- disse mais calma agora- Me de uma boa razão para disso- pediu.
-Eu preciso de você, preciso me desculpar por tudo que fiz- disse- Pela primeira vez na minha vida eu não estou mentindo Miley, eu juro que estou arrependida, eu quero concertar tudo... me da essa chance.
-Pode ser... Me espera que em 5 minutos eu to ai- disse- Beijos.
-Obrigada, Miles... beijos.
Deligamos e senti um grande alívio. Sentei na cama, a sua espera.

(...)


-Acho melhor começar a explicar- ela disse entrando no quarto, me dando um leve susto- Tenho muito o que saber.
-Está certa...- respirei fundo- Senta- a chamei para meu lado.
Ela se sentou e comecei a explicar tudo.
-Eu não tenho muito o que explicar, Miley... só tenho desculpas a pedir- abaixei a cabeça- Você sabe das mentiras, sabe que eu fiz o que fiz por fama e popularidade... Sabe de .. tudo.
-Sim, eu sei... Olha Demi... eu te desculpo- sorriu- Sei que posso me arrepender depois mas... Eu sei que todos merecem uma segunda chance... acho que chegou a hora de você ganhar a sua.
-Eu nem sei como te agradecer... você não sabe como é, pra mim, ouvir isso- sorri- Obrigada, Miles, você não vai se arrepender, eu juro.
Ela me encarou e nos abraçamos, rindo. 
-Bom, acho que temos uma mega produção a fazer, certo?- perguntou sorrindo, me levantando da cama- Vamos ver o que podemos fazer aqui...- disse pensativa.
Miley abriu meu armário e começou a vasculhar tudo, mesmo já conhecendo tudo o que eu tinha, fazia questão de uma pequena e inocente bagunça.
Escolheu um vestido roxo, um pouco curto e muito lindo.
-O Joe vai amar isso- comentou, orgulhosa de si pela escolha.
Eu já estava vestida, só faltava o cabelo e maquiagem. 
Me sentei na cadeira, em frente ao espelho. Miley estava atrás de mim, mexendo em meu cabelo com cuidado, pensando no que fazer com ele.
-Mas me conta, como você e o Joe chegaram a esse ponto?- perguntou.
-Bom... é uma longa história- sussurrei.
-Seu cabelo está encharcado, vai levar um tempinho para secar- comentou sorrindo.
-Tudo bem... Você lembra daquela.. noite?
-Em que vocês dormiram juntos?- perguntou quase certa.
-É.. mais ou menos essa- fiz careta.
-Como 'mais ou menos'?- perguntou confusa.
-Não rolou nada, Miles- confessei.
Seus olhos quase pularam para fora e o secador caiu de sua mão.
-COMO assim?
-Calma- disse rindo da cena- Eu vou explicar tudo.
Ela pegou o secador que se encontrava no chão e continuou a fazer seu trabalho, na tentativa de deixar meu cabelo perfeito.
-Bom, explica mesmo- disse rindo- Porque até o Joe garantiu que a noite foi maravilhosa- comentou.
-Sim, mas ele mentiu- abaixei a cabeça, respirando fundo- Olha... a gente se beijou durante um bom tempo... estava quase acontecendo- continuei- Mas eu parei... Na verdade não foi bem assim... eu dei um escândalo, comecei a chorar que nem uma desesperada...
-O que o Joe fez? Ele levou numa boa?- perguntou.
-Você vai me chamar de maluca mas... nunca ninguém foi tão compreensivo comigo, Miles- expliquei.
Involuntariamente um sorriso se formou em meu rosto, lembrando de como ele havia me tratado.
-Não se esqueça que eu conheço o Joe, Demi... Ele é uma pessoa completamente diferente do que você acha de primeira impressão... ele é incrível- sorriu.
-Sim, eu percebi isso com o passar do tempo-garanti- Agora olha só, ele é meu melhor amigo- disse.
-Isso é realmente muito confuso! 
-Acredite, pra mim também!- afirmei- Principalmente porque eu não conseguia, não tinha vontade de mandar ele parar na hora.
-Então porque não continuou? Você não estava bem com a situação?
-Eu sou virgem, Miley... achei que soubesse disso.
-Mas você... ah claro, mentiu, não é?- perguntou me encarando em reprovação.
-Sim- fiz careta- Eu não iria continuar, de jeito nenhum... não era o certo e eu me arrependeria depois. Mas eu não consegui controlar a minha vontade de continuar... beijando ele. Por isso demorei tanto pra cair na real.
-Está certa, seria um grande erro.
-Bom, eu achei que nunca mais falaria com ele... mas ele foi gentil, me tratou super bem e conseguiu fazer com que eu não me sentisse tão mal perto dele pelo que tinha acontecido, isso de uma certa forma nos aproximou.
-Inacreditável- riu- Não acha que possa estar... apaixonada pelo Joe?- perguntou agora mais séria.
-Eu já descartei isso da minha cabeça.
-Mas não do seu coração- comentou- Eu sei como você sempre teve uma queda por ele, Demi.
-Eu ainda tenho mas... não acho que seja possível acontecer.
-Porque?
-Simples... ele não faria nada além de me 'usar', de apenas 'ficar' comigo... eu me sentiria péssima de novo e nada mudaria, eu ainda sentiria como se fosse nada mais que um brinquedo.
-Não acha que o Joe pode gostar de você de verdade?
-Uma parte de mim ainda teima, mas não sei se devo me iludir mais... eu tenho medo.
-Quer algo sério, né?
-Quero alguém que me ame por quem eu sou- respondi.
-Isso pode mudar, Demi... O Joe pode te surpreender.
-Eu sei que sim, mas não estaria certa de que deveria acreditar em amor verdadeiro.
-Você acha que ele te chamou para sair hoje... porque?
-É só um cinema entre amigos, Miley...
-Assim você só se ilude mesmo- riu balançando a cabeça em reprovação.
-As vezes funciona- fiz careta.
Ela terminou meu cabelo e maquiagem. Me olhei no espelho, havia ficado realmente lindo. Ficamos mais um tempo conversando, Miley sempre tentava me convencer de que seria capaz algo diferente acontecer nesse encontro, ou entre nós... mas eu ainda teimava em negar. Estaria mentindo se dissesse que não queria acreditar nela, mas não seria capaz de suportar isso, não seria usada novamente por Joe, eu achava que ele não faria isso, agora que sabia de tudo. Podia também achar que ele não queria nada comigo, além da amizade, mas sentia em suas atitudes que não era bem assim, eu percebia que algo nos aproximava e ele sempre contribuía.
-Eu vou indo, Demi- se levantou- Daqui a pouco seu príncipe chega- sorriu.
-Ahhh sim- ri.
-Está linda- me abraçou- Boa sorte, divirta-se.
-Obrigada Miley... Por tudo- disse- Por estar aqui, ter me perdoado e acreditado em mim- disse- Eu sei que ainda te devo algumas explicações e com certeza muitas desculpas... Mas vou provar que mudei.
-Já está me provando isso- sorriu- Não me agradeça, eu sou sua amiga, certo? Estou aqui sempre.
-Você não existe- a abracei novamente.
E então ela se foi. Eu andava de um lado para o outro, com os olhos fixos no relógio, a hora parecia não passar... Estava muito ansiosa e nervosa, mas ainda não encontrava uma explicação concreta para isso.
Tomei um copo d'água, retoquei a maquiagem, tentei me distrair com o celular, mas a tentativa foi falhada. Sentei na cama, respirando fundo e esperando pacientemente pelo som tão esperado da campainha.
Peguei minha bolsa e, quando faltavam apenas alguns poucos minutos, desci, me sentando no sofá. Pouco tempo depois, ele chegou.


Continua...
Não me matem! '-' Eu não ia parar ai, mas quando vi, o capítulo estava simplesmente GIGANTE, de verdade, e eu tive que deixar o encontro pro próximo! :s Me desculpem, mas esse já ficou bem grandinho, né? :) Gente, o que houve? Eu sei que não estou postando mais todos os dias e já me expliquei, pedi desculpas por isso, mas porque vocês pararam de comentar? D: Poxa... eu não vou começar com aquele drama todo de antes, só quero dizer uma coisa, eu nunca fiquei mais de 1 semana sem postar, nem cheguei perto disso, então não me abandonem, porque eu não abandonarei vocês! O próximo capítulo está muito grande mesmo e eu gostei muito, ainda não terminei, mas vou fazer isso o mais rápido possível... Então, é simples, COMENTEM! Vocês terão o próximo capítulo, basta comentar! Antes eram 8, 10.. agora geralmente tem 3 ou 4 :( Eu fico triste '-' mimi' :( Tem gente que fala comigo pelo twitter e tals.. COMENTEM AQUI NO BLOG, por favor! :) Mas isso não quer dizer que eu não queria vocês falando comigo no twitter :P Bom galerinha, independente de tudo, gostaram? *-* Espero que sim, babys! :'D Obrigada pelos comentários, eu amo vocês! <3


Carol---- Linda :3 Te amo <3 Obrigada por tudo! *-* Beijocas :)
Iris--- Haha logo, logo... ;') Beijos estalados :3
Stephanie --- :') Obrigada :P
Cris--- Postei :P haha :)


COMENTEM! :)


Beijemis, Bruna <3

10 comentários:

  1. Ai que bom que a Miles perdoou a Demi hein???
    Seleninha tá é com ciúmes, isso sim e só vai piorar agora que a Miley voltou a falar com a Dems, e eu saquei que o Joe tava falando da Demi no lance do amor verdadeiro \0/
    Posta logo meu bem, não me deixe roendo as unhas de curiosidade aki!!!
    Bjo, Bjo!!!

    ResponderExcluir
  2. Ollá..
    Agora só falta a Selly néh?
    OWN,oque vai acontecer no encontro?
    Posta Logo baby...
    Perfeitoooooo..
    BjuBju

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAA, VC QUIS ME MATAR NÉ ? SÓ PODE PQ TAVA MUUUUUITO ANSIOSA
    NUNCA MAIS FAÇA ISSO HEIN ? SE NAO VOU TER UM TRECO AQUI HAHHAHA
    ENFIM, AMEEEEEEI E ESPERO QUE POSTE O PROXIMO CAPITULO LOGO KKK *OO*

    ResponderExcluir
  4. Posta maaaaaaaaaaaaaaaaais,fiquei curiosa pra saber como vai ser esse encontro hssahushuahsua vai ter beijo né? tem que ter haha

    ResponderExcluir
  5. Oiiii anjo, Giu aqui!
    Faz um tempinho que eu não comento, né? Pois é... É que no tempo que eu tenho... TWITTER e TUMBLR.. Não sobra muito tempo!
    Mas olha, na primeira fic achei que não pudesse se superar... Mas no primeiro capítulo dessa eu percebi que está amadurecendo junto com as histórias... Que orgulho <33
    Tá maravilhoso, perfeito, eu NUNCA vou conseguir explicar oque eu sinto quando eu leio cada linha e sinto cada um dos sentimentos em simples palavras...
    Então... Vou dormir, beijos, anjo, boa noite, bons sonhos!
    Posta logo, hein?
    Te amo MUITO, MUITO, MUITO!!
    Bejos, da SUA LOVAQUETE

    ResponderExcluir
  6. AA NAO ACREDITO Q VC NAO COLOCOU O ENCONTRO NESSE CAPITULO!! SAIBA Q EU VOU TE MMATAR MAIS TARDE OK?????! AAA QUE PERFEITO!! nem tem idireta né..! kkkk enfim.. posta logo bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oii Bru! <3
    Amei demais o capítulo e foi enorme! hahaha :D Duplamente melhor!
    Ain, foi tão lindo o Joe e a Demi conversando sobre amor verdadeiro, e deu para perceber que ele estava falando dela. <3 Awwwn foi mais que perfeito! Sério, você me deixou MUITO curiosa para saber o que vai acontecer nesse encontro! haha Eles vão se beijar? Vão não é? Só a Demi que ainda não percebeu que ele está apaixonado por ela! :( Tomara que ela veja que ele não quer usá-la, como acha que pode acontecer.
    A Miley perdoando a Demi foi ótimo, agora só falta a Selena. Mas, acho que isso vai demorar já que ela está com ciúmes da Dedê. :/
    Foi mais que perfeito o capítulo, você consegue me deixar hipnotizada quando leio. Sério! Fico imaginando a cena deles conversando e já imagino como vai ser esse encontro. Hahaha se duvidar, é capaz da pessoa aqui chorar! :D

    Posta logo Bruninha! <3

    Beijos, I love you!

    P.S: Adorei ver meu nome no final do último capítulo! <3 Você merece tudo que comento aqui! ;)

    ResponderExcluir
  8. AWN QUE LINDO JURO QUE LAGRIMEI QUANDO A MILEY DESCULPOU A DEMI;
    AAAAAAAAAAAAH TE MATO. POR QUE PAROU AI? AAAAAAAAH
    MEU DEUS POST LOGOOO
    TA PERFEITO!

    ResponderExcluir
  9. Eu estou simplesmente amando a sua fic.
    Capítulo perfeito.
    Achei tão fofo o Joe falando do amor verdadeiro e olhando pra Demi *-*. Tenho quase certeza que ele tava falando dela.
    Awn a Miley desculpou a Demi *---* Tomara que a Sel faça o mesmo.
    Espero ansiosamente o próximo capítulo.
    Posta LOGOOO!!!!
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  10. Leitora nova , meu adorei muito bom espero que a demi e o Joe fiquem nesse encontro hehehe
    Ahhhhhhh a miley perdoo a dem's q lindo... Enfim amei esse cap e posta logo o outro to ansiosa

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3