Visualizações

30 de mar de 2012

Be Yourself- Chapter 10

Chapter 10- A new beginning...



Demi on:
Depois de falar com Ashley, fiquei um pouco mais segura de que ela não contaria nada a ninguém. Talvez eu estivesse enganada em relação a ela... talvez não. Voltei para a sala e me sentei em meu afastado lugar.
-Ta tudo bem?- Joe perguntou se aproximando.
-Você soube o que aconteceu?- perguntei receosa.
-Mais ou menos- respondeu se sentando.
-Eu não estou bem- suspirei.
-Demi, o que aqueles idiotas te falaram?- perguntou um pouco irritado.
-Você viu eles falando comigo?
-Não, o David me contou algumas coisas- sussurrou.
-Ah claro, eu já até imagino o que seja- suspirei- Eles estão todos certos, Joe. Eu não passo de uma enroladora, mentirosa.
-Era verdade?
Eu apenas concordei com a cabeça.
-Mas...Como?- me encarou surpreso.
-Você jura que não tinha nem pensado nessa possibilidade?
-Sei lá, Demi... você tinha uma baita fama entre os meninos dessa escola- disse.
-Sim... era só fama mesmo- dei de ombros.
-Porque você mentiu tanto, Demi? Enganou todo mundo- comentou.
-Por favor, não toca nesse assunto agora- pedi.
-Tudo bem...O que você acha de ir lá em casa depois da aula?- perguntou.
-É uma boa ideia- concordei sorrindo.
-Você pode me contar o que quiser, eu vou te ajudar- afirmou com convicção.
-Não precisa fazer isso, Joe- disse com um meio sorriso no rosto.
-Eu vou fazer porque quero- respondeu e eu sorri agradecida.
O restante da aula foi chato, algumas palhaçadas, fofocas, mas nada de mais. Podia perceber que algumas vezes Ashley me observava, conversando com uma outra popular amiga dela, preferi ignorar.
Sai da sala, caminhando até a saída.
-Demi- Joe chamou vindo até mim- Vamos? Você pode almoçar lá em casa- ofereceu.
-Ah não Joe... eu não quero atrapalhar- disse.
-Não vai- afirmou me puxando pela mão até o carro.


(...)


Joe on:
Fomos até minha casa, nos divertindo muito. Devo confessar que nunca ri tanto como hoje. Demi conseguia ser encantadora em todos os sentidos, sempre me fazendo sorrir, uma amiga maravilhosa. Eu só não conseguia entender o porque de tantas mentiras.
Estávamos almoçando, sozinhos em minha casa.
-Parece pensativa...- comentei.
-Eu to pensando em tanta coisa, Joe...- disse rindo sem humor.
-E eu posso saber o que perturba essa cabecinha?- perguntei me aproximando.
-Pode- respirou fundo, afastando o prato de comida que já estava vazio.
-Vem- segurei sua mão e a levei até o sofá.
-Eu nem sei por onde começar- abaixou a cabeça.
-Porque você mentiu?- perguntei.
-Essa é fácil... popularidade, amigos, fama... amor- confessou.
-Você podia ter tudo isso sem precisar inventar essa história toda- afirmei.
-Jura, Joe?- me encarou ironicamente- Você lembra de quando eu entrei na escola?
-Claro- disse.
-E você, sabendo como eu era, algum dia ficaria com uma garota como 'aquela'?
-Não...- sussurrei.
-Exatamente- disse- É por isso que eu sempre fingi. Eu queria ter uma vida diferente daquela triste que eu levava antes de vir pra cá...
-E você mentiu sobre quem era achando que seria mais fácil?- quase afirmou.
-É... mas perece que não foi bem como eu esperava. Eu nunca achei que um dia seria pior...
-Você nunca pensou nas consequências, Demi- disse- Eu sei bem como é isso.
-Eu deixei tudo de lado... as únicas amigas verdadeiras que eu tinha.
-Selena e Miley.
-Você sabe bastante da minha vida...
-Não o suficiente.
-Sim, eram elas. As duas que, mesmo amigas de populares, nunca me deixaram na mão, nunca ligaram pro que achavam de mim, pras piadas e comentários que os meninos faziam...
-Demi... você se envolveu em uma mentira muito grande, mesmo depois de ter tudo que queria.
-Eu nunca me sentia bem, eu era usada, me sentia como um brinquedinho na mão dos garotos... Sempre achava que se seguisse em frente, seria realmente amada.
-E você conseguiu isso?- perguntei.
-De uma certa forma... sim- confessou me olhando nos olhos.
-Então...Você não encontrou o que queria?
-Por um lado sim... mas eu não sei se é amor por quem eu sou de verdade...
-E como pretendia descobrir?
-Eu estou descobrindo- disse sorrindo.
-Desculpa ter te 'usado' durante esse tempo todo... eu não achei que ligasse ou ficasse incomodada.
-Jura que não?
-Você nunca mostrou tristeza, infelicidade. É difícil saber como se sente se não falar. Pra mim você gostava, Demi.
-As vezes valia a pena- disse ainda olhando dento de meus olhos- O que eu mais queria era amor... deixei pra lá a esperança de um dia alguém me amar pelo que eu sou, as vezes eu acho que isso nunca acontecerá.
-Está errada- afirmei.
-Eu não estou. Os garotos ficam comigo porque me acham bonita, atraente, gostosa... mas nunca enxergam o que tem por dentro.
-Porque você nunca mostrou- disse.
-Quando eu vim na sua casa aquele dia- abaixou a cabeça- Eu sabia que era errado, algo dentro de mim dizia que eu não devia ir... Principalmente porque eu podia perceber que você sempre ia mais além do que eu podia- sussurrou.
-Mas você veio...
-É... eu me arrependi completamente por isso. Depois que você entra na mentira não tem como sair...
-O maior problema foi você nunca ter confiado em mim- disse- Pensa bem... você nunca me contaria a verdade se algo como aquela noite não tivesse acontecido.
-Com toda certeza eu nunca contaria- garantiu.
-E agora você confia em mim, é minha amiga e está aqui, me contando tudo...
-Sim...- concordou um pouco confusa.
-Sendo apenas você mesma- afirmei calmamente.
-É...- suspirou com um sorriso no rosto.
-Demi, hoje lá na escola, você concordou com o que aqueles meninos te falaram... você me disse que era tudo... verdade- disse.
-Sim- disse com um sussurro.
-Você também mentiu quando eu te perguntei se ainda era virgem?- perguntei.
- Sim, eu menti- sussurrou de cabeça baixa- Mas eu juro que não foi por mal- disse um pouco angustiada.
-Eu entendo que não podia dizer a verdade.
-Ta vendo onde eu me meti?- me encarou com uma expressão triste.
-Calma- pedi me aproximando, acariciando seu rosto- Você ta fazendo a coisa certa agora.
-Já é tarde, Joe...
-Nunca é tarde para tentar, Demi. Você só não pode desistir- garanti.
-Parece tão difícil acreditar que ainda tenha um jeito de concertar tudo...
-Pode parecer sim, mas não é impossível. Você vai conseguir, sendo apenas você mesma- sorri.
-Obrigada- retribuiu -Porque não está me chamando de mentirosa como os outros? Eu não consigo entender...- perguntou.
-Porque eu te entendo, eu sei pelo que está passando- garanti.
-Você parecia ser uma pessoa tão  diferente, Joe...- disse.
-Você também- ri sem humor.
-Tudo bem, eu sei- riu concordando- Mas... quando eu te conheci, achei que era um completo idiota, que só ligava pra si mesmo, só se aproveitava de todas as garotas.
-Você não estava muito errada- sussurrei.
-Mas eu sei que não é assim- afirmou- Joe, você é uma pessoa incrível, só eu não conseguia enxergar isso... 
-As pessoas mudam... Na verdade eu não mudei... apenas fui eu mesmo.
-Você conseguiu fazer o que eu venho tentando a minha vida toda...
-Escuta, é complicado, difícil e pode parecer impossível... mas cabe a você tornar fácil. Lembre-se de que não está sozinha- sorri- Só pelo fato de estar encarando tudo isso já mostra como é forte. Você podia continuar assim, podia acabar de uma vez com a sua vida, cometer imensos erros e não encarar as consequências, mas está tentando concertar e eu posso afirmar que conseguirá.
-Eu tenho medo de me entregar novamente as mentiras quando tudo parecer mais difícil...
-Você não pode querer ser perfeita, isso é uma coisa que conquista aos poucos. Tentar concertar tudo não te impede de errar novamente. 
-É que tudo parece tão ruim... eu me sinto vulnerável a qualquer coisa, tudo está tão difícil agora... eu já queria desistir mesmo antes de tentar... imagina quando as coisas ficarem piores? 
-Sim, momentos ruins virão, mas lembre de tudo que já conquistou até agora. Vale a pena desistir?
-Nunca- sorriu de lado- Mas e se eu errar e não conseguir voltar a trás? Eu não posso perder a cabeça... não conseguiria retomar tudo isso...
-Não pensa assim- pedi acariciando seu cabelo- Você vai conseguindo aos poucos, logo tudo vai parecer mais claro e fácil, ter pensamentos desse tipo só vão te dar mais motivos para desistir.
-Você está certo- me deu um abraço, se encolhendo em meu colo- Tudo parece tão simples quando você fala...
-Deve confiar em você mesma, ter consciência de que é capaz disso e muito mais.
-Eu não sei se consigo- disse cabisbaixa.
-Pois eu confio em você e sei que vai conseguir.
-Acharia loucura se dissesse que é meu melhor amigo?- perguntou.
-Acharia loucura se eu dissesse o mesmo?- sorri.
-Claro que sim- pareceu assustada- Porque?
-Eu não sei, Demi... É estranho pra mim, você se tornou tão importante...
-Eu tenho motivos para dizer isso, quer dizer, você foi o único a me ajudar, eu não te fiz nada. Ao contrário, só enganei.
-Você me fez enxergar a realidade, acreditar em coisas que eu achava não serem verdadeiras. Você trouxe de volta quem eu realmente sou.
-É o que você está fazendo comigo... por sua causa eu me iludi muito, Joe... e passei a acreditar em coisas impossíveis também- confessou.
-Quando eu te vi daquele jeito naquela noite eu senti como se toda a culpa por tudo que eu vinha fazendo estivesse caindo sobre mim...Eu me senti a pior pessoa do mundo.
-Eu não quero que me ajude ou seja meu amigo por culpa, Joe- disse triste.
-É isso que você acha? Está errada. 
-Olha como nós nos aproximamos- riu sem humor, lembrando- Eu achei que nunca mais olharia na sua cara e olha só, aqui estamos.
-Verdade- concordei- Eu fico pensando... essa noite marcou muito, foi como um final iniciando uma nova história.
-O final de tudo que aconteceu entre nós- sussurrou- O começo do que está por vir- sorriu.
-Eu não estava preparado para colocar um fim em tudo- confessei.
-Como assim?
-Eu não achei que seria a última vez, não queria que fosse- disse.
-Muita coisa ainda está por vir, Joe... Quem vive no passado é museu- brincou tirando o clima incomodo que se formava. Ri junto com ela.
Era um novo começo da mesma história,  que não teve necessariamente um fim.


Continua...
Hey!! Bom, eu estou tentando fazer o meu melhor e escrever capítulos bem grandes :P Espero que gostem! :) Chegou o momento que tanto queriam... desculpa se eu decepcionei vocês... acho que muitos esperavam uma outra coisa.. mas enfim, comentem muito, viu? :) Muito obrigada a todas, babys <3 Eu juro que nesse fi de semana ou até hoje arranjo um tempinho pra repassar tudo, divulgar, responder... ;) Amo vocês! 


Beijemis, Bruna *-*

6 comentários:

  1. PRIMEIRAAAA O/ OMGOMGOMGOMGOMGOGMOMGOMGOMG
    QUE PERFEITOOOOOOOOO! LINDO DEMAAAIS!
    A DEMI VAI SE REVELAR PRA TODO MUNDO?
    AWWWN ELES VÃO FICAR JUNTOS NÉH? AWWWWWWN
    posta logooo!
    beijos!

    ResponderExcluir
  2. aDOREI... POSTA LOGO QUE QUERO VÊ-LOS JUNTOS *-*

    ResponderExcluir
  3. UHHUU! eles viraram melhores amigos :D to curiosa! posta logo bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oii Bru! <3
    Sorry a demora para comentar, minha vida tá uma loucura! :(
    Bom, a fic está ótima e foi lindo eles conversando e o Joe apoiando-a. *--* Tomara que eles fiquem juntos logo e que a Demi volte a ter a amizade da Miley e da Selena! :)
    Posta logo que tá perfeito! <3

    Beijos, fofa!

    ResponderExcluir
  5. AAAAAAAAAAA, POSTA LOOOOGO !!
    TO AMANDO MUUUUUUUUITO, VC ESCREVE SUPER BEM *OO* HAHA
    *BJSBJS*

    ResponderExcluir
  6. perfeeeeeeeeeeeeeeeeeito, posta logo!
    to amando, haha. <3 <3


    eeeei, pode ler e se quiser e puder divulgar meu blog? http://jemienileybelieveinme.blogspot.com.br/ obg!

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3