Visualizações

23 de fev de 2012

Do You Remember? - Chapter 39 {parte 2} -Penúltimo capítulo.

Chapter 39 (Parte 2)


Joe on:
Tudo havia saido perfeitamente bem. Eu voltava para o hotel quando vi uma pessoa sentada, ela chorava muito. Me aproximei, estava muito escuro e não tinha ninguém na rua, mas eu reconheceria de longe. 
Me aproximei, agachando em sua frente.


-Demi, o que houve? Por que ta aqui? Porque ta chorando, meu amor?
-Você ainda tem coragem de me chamar de 'meu amor'?- ela levantou a cabeça, me encarando.
-O que? Como assim?- questionei confuso.
-Para de fingir que não sabe do que eu to falando! CHEGA JOE! ACABOU! - ela gritou chorando desesperadamente.
-Ã? Eu não to entendendo, Demi!
-Como pode? Como teve coragem, Joe? Eu confiei em você!- ela se levantou, correndo sem rumo.
-Volta aqui, Demi- corri atrás dela.
-Me larga, ACABOU! Eu já disse!- gritou em meio a soluços.
-PARA!- dei um grito muito alto, ela parou de se remexer em meus braços, me olhando assustada. Ainda chorava muito.
-Porque fez isso, Joe?- perguntou em meio a soluços.
-Meu Deus! Fiz o que? -eu já estava nervoso.
-Você me traiu com a Dallas!- o choro aumentou e ela desabou em meus braços, parecia não ter forças para ficar em pé.
-O QUE?? Você ta ficando maluca? De onde tirou isso? -a encarei assustado.
-Para de fingir...- sussurou, ainda chorando. 
Eu fui sentindo um peso maior em meus braços, Demi estava completamente fraca. E então, derrepente desmaiou.
-Meu Deus! Demi!- gritei desesperado. 
Não pensei muito, seria difícil achar um hospital a essa hora, e então a levei para o hotel. Passaram alguns minutos, eu a chamava, chaqualhava e nada. Joguei um pouco de água em seu rosto e ela finalmente acordou.
-Ai minha cabeça- resmungou.
-Por favor, se acalma- pedi.
-Me acalmar? Como pode me pedir calma depois de tudo que fez?- ela começou a chorar novamente.
-Para com isso, pelo amor de Deus! Eu não fiz nada, para de me julgar antes de saber o que aconteceu! Você não é sempre a certa, Demi! Não sabe o que aconteceu e já começa a por a culpa em mim! Esquece isso e descança, você acabou de desmaiar, acha que está bem? - disse um pouco exaltado.
Depois disso ela ficou quieta. Se virou, enterrando o rosto nos travesseiros, abafando o choro. Respirei fundo, tentando manter a calma e entender o que estava acontecendo.


(...)


Algumas horas se passaram, eu estava na varanda enquanto Demi continuava deitada na cama, com os olhos fixos no teto.
-Demi, eu quero conversar com você- disse me aproximando. Ela não respondeu, apenas abaixou a cabeça- Por ser? Como duas pessoas civilizadas?- sentei na cama ao seu lado.
-Pode- respondeu simplesmente.
-Tudo bem... Que história é essa? Olha, me explica com calma, sem fazer escândalo e chorar. Eu não sei do que você ta falando-disse a encarando.
-Eu te vi com a Dallas hoje... Lá na Torre- respirou fundo, tentando controlar o choro.
-Mas eu não estava com a Dallas! Eu nem a vi hoje!
-Ela veio me falar da 'incrível noite' que tiveram- desviou o olhar do meu.
-Você vai acreditar nela, Demi? Depois de saber do que ela é capaz... Você ainda acredita?
-Se eu não tivesse visto vocês dois Joe, não acreditaria. Para de fingir! Eu vi- disse se exaltando um pouco.
-Calma- pedi novamente- Como pode ter me visto com Dallas se não estávamos juntos, Demi?- perguntei confuso.
-Vai negar também que estava na Torre ou eu estou maluca?- perguntou ironicamente.
-Está maluca em acreditar que eu estava com Dallas! Porque foi atrás de mim? O que fazia na Torre?- questionei.
-Ta vendo?! Você não pode negar que estava lá. Eu acordei e não te vi, esperei alguns minutos e então resolvi sair a sua procura. 
-Eu não vou negar! Sim, eu estava na Torre, Demi. Mas não era com Dallas!- respondi, respirando fundo, tentando disfarçar o nervosismo.
-Você estava com uma mulher! - afirmou.
-Sim, Demi. Eu estava!- respondi calmamente a sua afirmação.
-Porque, Joe?- algumas lágrimas já se preparavam para cair.
-Mas não tem nada a ver com o que está pensando!- disse apressadamente.
-Não, Joe?! O que eu devo pensar então? O que estava fazendo lá?
-Desculpa... Eu não posso dizer- respondi nervoso.
-Ta vendo! - começou a chorar- Se não era nada de mais, porque não pode me contar? Não confia em mim?
-Pelo que eu estou vendo, é você que não confia em mim, Demi.
-Não é questão de confiança, é lealdade! Você não foi leal a mim!
-Isso é o que você diz! Você já saberá o que eu estava fazendo lá, Demi. Mas não acredita em mim, prefere não me ouvir e me julgar!
- O que a Dallas tem a ver com isso?- mudou de assunto.
-Eu não sei, Demi! - eu estava ficando desesperado- Aquela maluca não falou comigo hoje! Acredita em mim- implorei.
-Mas então como ela sabia de tudo? Do seu encontro com aquela mulher?- questionou.
-Já pensou que ela pode ter me seguido e visto tudo? Do mesmo jeito que você fez? E aproveitou a oportunidade para inventar tudo isso?- eu disse- Não. Você não pensou, porque me culpar era mais fácil.
-Não... Eu só quero saber o que estava fazedo lá!
-Demi, tudo o que eu faço é pensando em você! Eu só quero o melhor pra você! Se eu não estou querendo te falar, é porque será melhor se souber depois. Se confasse em mim seria mais fácil!
-Como quer que eu confie? Você sai no meio da noite, pra se encontrar com uma mulher e não me diz o porque disso! Se não pode me contar, é porque quer arranjar uma desculpa? Não teve tempo de pensar ainda?
-Demi, presta atenção no que você ta fazendo antes que seja tarde de mais. Depois não vai adiantar se arrepender! Eu já to cansado disso! Uma hora você diz que me ama e confia em mim, mas ao mesmo tempo desconfia?
-Eu te amo!- ela gritou- É difícil de entender? 
-Se me amasse confiaria em mim.
-Se me amasse, me contaria o que foi fazer lá.
-Quer saber, eu vou te deixar pensar. Não quero fazer nada com cabeça quente pra depois me arrepender e é melhor você fazer o mesmo- fui em direção a porta.
-Vai se encontrar com ela de novo?- disse em meio a soluços.
-É melhor você parar com isso Demi. Ou as coisas vão ficar piores e não vai ter mais volta. Pensa bem no que você quer. Se quiser por um fim em tudo que já tivemos, vai em frente. Mas saiba que, mesmo que eu sofra muito, não vai mais ter volta. 
-Joe, eu...
-O nosso futuro está em suas mãos, mas mesmo assim, não vou deixar que isso aconteça tão facilmente- saí do quarto, sem nem esperar um outro argumento de Demi.
Eu não deixaria que ela se livrasse tão facilmente de mim, eu a amava. Mas se ela continuasse com essa ideia, eu não poderia impedir.


Continua...
Grande, não? Pois é :) O próximo capítulo está assim, dividido em 5 partes, mas muito grandes *-* Estão gostando? Comentem, por favor! :( Sério gente, se tem 32 seguidores (aliás, obrigada pela nova seguidora *-*) e 39 pessoas que dizem estar lendo.... Porque vocês não comentam? Eu não sou chata :/ É que poxa, eu me dedico muito a isso aqui, não posto qualquer porcaria... Faço o máximo para sair tudo o mais perfeito possível! Então, por favor, comentem. Eu já disse, se vocês ficam curiosos para o próximo capítulo, basta comentar. Eu posto o mais rápido possível... Só depende de VOCÊS! :) Obrigada a todos <33 


OMJ Camiiii, minha amora, o que houve com o seu braço??? :O Está melhor? :/ Awn obrigada! Não tem problema, meu amor. O Importante é que você voltou! Já estava sentindo sua falta e a da Laura *-* Own.. eu também não queria que acabasse... Mas prometo que outras fics melhores virão por ai! :'D


P.s.: Lembram de um post que eu não coloquei os blogs para os quais eu ia repassar os selinhos? Então, ainda hoje eu volto aqui para isso! Se tiver muitos comentários, eu posto mais :P 


Beijemis, Bruna <3

4 comentários:

  1. To com tendinite por conta do computador, mais já to melhor.
    To louca pra vc postar mais serio, to muito viciada nas suas historias. Fico muito animada quando vc posta, se eu continuar escrevendo ao paro mais.
    Chorei agora com o capitulo. Se eu nao dormir anoite é sua culpa, to morrendo de curiosidade de saber o que vai acontecer.
    Posta mais um hoje por favor??
    Bjs
    ASS: Cami

    ResponderExcluir
  2. Oiiii anjo, Giu aqui!!
    Você vai postar mais um hoje, não vai? Por favor, por favor!!!
    Que nervoso, quero gritar!
    Posta mais um pra não matar sua amiga de ansiosidade!!
    Por favor?
    Só mais um!!
    Tenho que ir, vou me arrumar direito, beijos, princesa, te amo muito muito, muito!!
    Da SUA LOVAQUETE.

    ResponderExcluir
  3. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMG, TÁ MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO PERFEEEEEEEITO
    POOOOOOR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR POSTA O PROXIMO CAPITULO LOOOOOOOOGO !!!!!!

    ps.: vc escreve muuuuuuuuuuuuuuuuuito bem, sério hahaha :D

    ResponderExcluir
  4. owwwwwwwn, ameeeeei *o*

    posta logo se não eu te bato. ~sim,eu sou agressiva~ uidhsiduhsaiuhd.

    Bj,bj

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3