Visualizações

17 de fev de 2012

Do You Remember? - Chapter 37

Chapter 37


Joe on:
Eu me dei conta do que havia feito. Demi saiu incrédula de lá e eu me sentia um verdadeiro monstro. Quando comprei aquele presente, não vou negar que foi sem segundas intenções, mas não queria assustá-la, magoá-la. Eu me descontrolei e acabei fugindo do controle. Demi não era qualquer uma... Confesso que com minhas outras namoradas e ficantes nunca fui paciênte... Por que elas eram diferentes de Demi. Eu perdi a cabeça por um minuto. 
Sai a procura dela por todo o hotel, não a encontrava em lugar nenhum. Perguntei a uma das rescepcionistas e ela me guiou até a parte dos fundos do hotel... Só estive lá uma vez, era lindo. Logo avistei Demi sentada na bairada da piscina, de cabeça baixa... Chorando.
Me aproximei lentamente, ajoelhando em frente a ela. Demi não mexeu um músculo, mas pude perceber a mudança em sua respiração e o choro aumentando. 
Levei minha mão até seu braço, e ela se esquivou levemente de meu toque. Respirei fundo.


-Calma- disse acariciando seu braço- Eu não vou fazer nada.
-Jura, Joe?-perguntou me encarando. Essa pergunta doeu em mim.
-Demi- a encarei com uma expressão assustada- Você sabe muito bem que eu nunca faria algo contra a sua vontade! Desconfia da minha palavra?
-NÃO- negou rapidamente- Claro que não... Mas eu.... Fiquei com medo- ela secou as lágrimas.
-Me desculpa por isso! Por favor, sério mesmo. Eu errei muito feio, você me conhece! Eu pisei na bola, perdi o controle... Me desculpa, Demi- implorei.
-É claro que eu perdoo, Joe...- ela forçou um sorriso e abaixou a cabeça.
-Qual o problema?- levantei sua cabeça, percebendo sua expressão triste, ainda um pouco... assustada. Ela não respondeu- Pode falar, meu amor- insisti.
-É que eu... me sinto como se fosse a primeira vez...
-Medo, não é?- perguntei quase afirmando.
Ela concordou com a cabeça- Eu não sei... Eu me senti meio... insegura. Você me beijou de um jeito diferente... Eu não entendia o porque e também não sabia o que fazer, como corresponder. Eu me senti...incapaz.
-Me desculpa, isso é culpa minha! Por favor, não fica assim! Eu não quero que tenha medo. Olha, eu não devia ter feito aquilo. Eu sei que te assustei, mas eu juro que não vai acontecer de novo, eu não vou fazer isso.
- Tudo bem- ela sorriu envegonhada.
-Eu não quero que isso mude nada entre a gente. Não quero que fique... estranha comigo... ou sei lá, com medo.
-Eu sei que eu exijo muita paciência e calma de você... Mas eu não consigo agir de forma diferente... Eu sou assim. Não tenho experiencia que nem as suas ficantes...
-Você é perfeita do seu jeito. Não mude por ninguém, Demi. Eu amo esse seu jeito de ser, você é incível. A única coisa que eu queria... É que tentasse ficar mais a vontade comigo nessas horas. Não precisa ter vergonha de fazer nada. Até porque, você não é mais virgem, Demi- soltei uma leve risada e ela me acompanhou.
-Eu sei...- sorriu.
-E então? Nada de medo ou vergonha?- sorri a encorajando.
-Você está certo... Mas eu não garanto nada... Não se decepcione comigo- fez careta.
-Isso é impossível- me aproximei lentamente e a baijei... Mas dessa vez de uma forma diferente... Mais calmo, apaixonado. Aproveitando cada segundo. Mas mesmo assim, um beijo intenso, que demonstrava claramente desejo.
-Vamos subir?- Demi parou o beijo, rindo.


Fomos até nosso quarto, chegando já aos beijos. Nossos corpos estavam colados e a queria cada vez mais. Caímos na cama rindo, Demi estava por cima de mim. Em um movimento inesperado, colocou suas pernas envolvendo minha cintura e me beijou mais intensamente. Eu sabia que ela estava tentando e isso me deixava muito feliz... Demi era perfeita. Comecei a beijar seu pescoço lentamente, enquanto passava minhas mãos por dentro de sua blusa.


-Tem certeza? - perguntei, me afastando para olhá-la- Não precisa fazer nada para me agradar.
-Toda certeza, eu te amo muito Joe- sorriu e nos beijamos novamente. Eu estava puxando calmamente sua blusa para tirá-la quando ela se afasta um pouco.
-Espera só 1 minutinho- deu um sorriso envergonhado e levantou rapidamente indo até o banheiro. 
No começo não entendi muito bem o que ela faria, mas depois de alguns minutos ela abriu a porta, apenas com a langerie que eu lhe dera. Sorri indo até ela. Demi sorriu de volta, abaixando a cabeça, envergonhada.
-Você ta... linda- olhei fixamente para seus olhos, enolvendo sua cintura.
-Obrigada- ela corou bruscamente. 


Envolveu seus braços em meu pescoço e iniciou um beijo calmo. Ela beijava meu pescoço, passando suas mãos por dentro de minha blusa. Eu estava amando aquilo, mas ainda sentia que ela ficava um pouco incomodada com a situação. Então resolvi não deixar só por conta dela, a noite seria perfeita... E nós dois fariamos isso acontecer.


Continua...
E aí? Gostaram?? :{D Gente, é sério, comentem! Eu vivo em função de escrever os capítulos pra vocês, sempre fazendo o meu melhor, pensando no que vocês vão achar! Eu nunca exigi comentários e não vou fazer isso.... Mas por favor! :( Booom... ta acabando :( Eu postei dois hoje e talvez poste amanhã, não garanto nada! Eu prometi a Thalia que postaria e ai está! :~D 
Amo muito vocês <3 Uma perguntinha, por favor, respondam... Se eu ficasse 1 mês sem vir aqui... Quem sentiria minha falta? Falta da fic? .... É só curiosidade, eu não vou fazer isso, ta gente? haha :3 


Beijemis, Bruna *-*

4 comentários:

  1. Capítulo perfeitoooooooooooooooooooo !

    ResponderExcluir
  2. EU SENTIRIAAAAAAAAAA!!! s2s2s2 nem pense em fazer isso ok? do jeito q vc é doida nao desconfio de nada! kkkkkkkkk! #mentira
    ta muitoo lindo! posta logoo bjs!

    ResponderExcluir
  3. agora simmmmm! muito bom! gosto desses mais 'sexys' haha!! eu sentiria sua falta, bjs

    ResponderExcluir
  4. P-E-R-F-E-I-Ç-Ã-O s2 s2 s2 s2 s2 s2 s2 s2

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3