Visualizações

17 de fev de 2012

Do You Remember? - Chapter 36

Chapter 36


Ficamos um tempo abraçados, Joe me dizia para ficar calma que tudo daria certo. Eu confiava nele. Ainda estava cedo, então saimos para lanchar e passear mais um pouco. Eu não queria encontrar com Dallas, mas perecia que ela me perseguia.
-Joe, a Dallas ta no mesmo hotel que nós- disse preocupada.
-Como sabe?
-No dia que... eu falei daquele jeito com você...Foi porque eu a vi, na recepção do hotel- respondi.
-Vem cá, por um acaso ela ta te seguindo? Não é possível- ri do jeito como ele falou.
-Eu não sei... Ela está em Paris, no mesmo hotel que nós... Sempre por perto... Foi exatamente o que ela me disse, sempre estaria ao meu redor.
-Então vamos esquece-lá, vamos nos divertir- sorriu sapeca.
E foi exatamente isso que aconteceu. Joe fez de tudo para que eu me divertisse e esquecesse tudo que havia acontecido. Ele conseguiu arrancar muitas risadas e sorrisos.


-Tem certeza que vai ficar ai sozinha?- Joe perguntou. 
Ele iria comprar alguma coisa para comermos.
-Tenho sim, pode ir- sorri.
-Tudo bem... Eu volto já- ele veio até mim e se aproximou de meu ouvido- Se ela aparecer por aqui, se lembre que é mais forte. Eu te amo.
E assim ele selou nossos lábios em um calmo e demorado beijo. 


(...)


Joe havia saido a alguns minutos, eu estava deitada na grande cama assistindo tv. De repente ouvi batidas na porta, me levantei e abri.
-O que quer aqui, Dallas? Já não disse que não quero mais te ver?- falei em tom de autoridade. 
-Calma irmazinha- sorriu cinicamente, entrando no quarto sem que eu desse permissão- Não precisa bancar a durona. Sabemos que você não é forte o sufuciente para isso.
-O que quer?
-Só dar um avisinho... Seu namorado aquele, não é? Bonito...- deu um sorriso malicioso.
-Fica longe do Joe- gritei.
-Epa, abaixa o tom de voz, isso é jeito de falar com a sua irmã?
-Eu não devia nem estar falando com você- resmunguei.
-Hummm, Joe o nome dele... Interessante- voltou ao assunto.
-Você pode ter roubado tudo de mim, mas o Joe você não conseguirá- afirmei.
-É mesmo? Me poupe Demi! Eu sou muito mais mulher que você, tenho mais expêriencia... Joe seria muito mais feliz comigo...
-Joe me ama, ele nunca me trocaria por você! Para de ter inveja de mim, querer tudo o que eu tenho. Porque não pode me deixar em paz? Me deixa ser feliz- algumas lágrimas saíam.
-Acho que está confiante demais, Demi... Eu só quero o que seria meu por direito. Seu namorado parece ser incrível.
-Eu já disse que Joe é meu. Eu confio nele, sei que ele me ama.
-Tudo bem, tudo bem... Mas... Acho que não sabe que já tinhamos nos encontrado antes, sabe?
-O que?- fiquei chocada.
-Isso mesmo irmãzinha... Eu e o seu namoradinho já tinhamos nos encontrado antes... Bom, acho melhor tomar cuidado... Ele te ama tanto que nem contou que já me 'conhecia'...
-Vai embora, Dallas. Some da minha vida!- gritei chorando.
-Eu vou... Mas nos vemos em breve... Cuidado- e então ela saiu, rindo de mim. 
Me joguei na cama desabando em lágrimas novamente... Mas devia me lembrar do que Joe havia dito... Eu era mais forte do que isso. Respirei fundo e sequeias lágrimas. Deitei e fechei os olhos... Por que Joe não havia me dito? Como tinha sido esse 'encontro'? Meu coração se perguntava, batendo mais forte do que deveria... Eu estava preocupada. Meus pensamentos não se encaixavam... Eu não sabia se deveria acreditar em Dallas.. podia ser apenas uma mentira.


(...)


Acordei e vi Joe sentando ao meu lado, mexendo no laptop. Ele me olhou e forcei um sorriso.
-Ela esteve aqui Joe- abaixei a cabeça.
-Eu não acredito... Você não deixou ela te abalar, não é?- ele perguntou, segurando minhas mãos.
-Ela veio fala de você.
-De mim?- ele pareceu surpreso.
-Mandou eu tomar cuidado... Por que você pertencia a ela, assim como tudo meu.
-Demi, eu nunca de deixaria. Muitos menos par ficar com Dallas. Não se preocupa com isso, ela não conseguirá.
-Ela já tirou tanta coisa de mim, Joe...- murmurei.
-Mas de mim, não! Ela nunca vai tirar o amor que eu sinto por você. Entende uma coisa- ele levou as mãos até meu rosto- Eu sei que você é melhor que a Dallas, tanto por fora, mas principalmente por dentro! 


"Principalmente por dentro"... Eu não iria tentar provar a Joe que era melhor... esse erro foi passado... Não provaria nada a ele. Era melhor tirar logo isso da minha cabeça.
Sorri , espantando aqueles pensamentos. Demos um rápido beijo e fomos comer as coisas que Joe touxera. Optamos por não sair para jantar fora essa noite... Eu preferia ficar aqui no quarto, com ele.


(...)


Agora estava dentro do banheiro, terminando meu banho. Joe me esperava deitado, assistindo televisão. Me enrolei na toalha e me dei conta de que havia esquecido minha roupa. Bufei e abri um pouco a porta.
-Joe- chamei e ele olhou em minha direção- Pega minha roupa por favor? Ta ali em cima- apontei para uma estante que tinha do outro lado do quarto.
-Ah, Demi! Você me lembrou de uma coisa... -ele levantou e pegou um embrulho em um canto do quarto- Comprei uma coisa pra você e queria que experimentasse- ele sorriu caminhando até mim e abrindo mais a porta. 
Peguei o pacote dua suas mãos. Curiosa, abri rapiamente e meu olhos se arregalaram quando vi o que era. 
-Joe!- disse o olhando com expressão de reprovação.
-Desculpa- ele riu- Mas eu não resisti- me abraçou por trás- Imaginar você vestida com isso me leva a loucura- sussurrou em meu ouvido.
Eu estava parada, apenas com a langerie vermelha que Joe me dera na mão. Ela era absulotamente linda! E muito... sexy. Eu nunca usara nada do tipo.
-Joe...- eu nem sabia direito o que falar.
-Experimenta, vai. Por favor- ele pediu, beijando meu pescoço- Eu to com... saudades de você...
Joe nunca agira assim comigo, desse jeito tão... espontâneo.
-Não, Joe- respondi, meio sem jeito.
-Ah Demi... Vamos nos divertir um pouquinho.


E então ele me puxou com força para fora do banheiro, me beijando ferozmente... Eu diria até.. 'brutalmente'. Nunca fora assim, Joe sempre me beijava com calma, carinho... Podia não ser assim com as outras namoradas dele.. afinal, elas não eram como eu. Eu sabia que Joe sempre tinha muita paciência e carinho comigo... Mas agora não era isso que eu percebia. 
Ele passava a mão por todo meu corpo, me beijando com muito desejo. Eu estava só de toalha, ele tentava tirar mas eu não deixava. Correspondi até um certo ponto, se seria assim, eu não queria.
-Me mostra do que você é capaz- disse com uma voz sedutora. Foi o suficiente para eu parar de beijá-lo. 


Não provaria nada a Joe. Se ele quisesse que eu fosse mais... 'ousada' eu não seria. Esse era  meu jeito e eu continuaria assim.
Ele voltou a beijar meu pescoço, pressionando mais seu corpo contra o meu. Passou a mão na minha coxa, apertando forte, quase me machucando. Ele parecia precisar disso... e com certeza já devia estar ficando um pouco alterado... Afinal.. nesses ultimos dias nós tinhamos apenas... dormido. Eu ainda sentia amor em seus beijos e 'carícias' mas nada comparado a antes. Joe nunca me machucaria nem nada... Mas eu não queria fingir ser uma pessoa que não era para agradá-lo. E sabia que ele também não queria.
Levou uma das mãos até a borda da toalha, puxando para baixo novamente. Mais uma vez resisti, segurando fortemente, pensando no que faria.


-Deixa de bobeira, Demi- sussurou.
-PARA, Joe!- disse quase com um grito. 
Me soltei de seus braços e corri para o banheiro, pegando minha roupa e me trancando lá dentro, impedindo que ele entrasse. Coloquei a roupa rapidamente e abri a porta. Fui tão rapida que ele nem teve tempo de reclamar ou falar alguma coisa. Quando ele chamou meu nome, não entendendo muito bem o que tinha acontecido, eu já estava abrindo a porta e saindo. Meus olhos tinham algumas lágrimas. 


-Demi...- ele falou segurando meu braço enquanto eu saia apressada dali.
-Me solta- murmurei, me desprendendo dele e caminhando sem rumo para fora do quarto. Ele foi andando atrás de mim, chamando meu nome. Mas eu não respondia. Apenas entrei no primeiro elevador que vi e fui para a parte de trás do hotel, onde tinha um lindo jardim, uma piscina e a vista incrível da Torre Eiffel. Era com certeza o melhor hotel de todos.


Me sentei na borda da piscina e desabei em lágrimas... Eu queria saber porque Joe havia agido assim comigo, mas não teria coragem de perguntar nem olhar na cara dele. Podia ser besteira minha, mas maguou. Eu me sentia um pouco... incapaz de satisfazê-lo, mas eu era assim, esse jeito calmo, reservado... envergonado, fazia parte de mim e Joe nunca questionou isso. Eu não mudaria e não teria medo de perdê-lo para Dallas.. ou outra garota... Ele me amava.


Continua...


HELLO!! :) Bom, como eu havia dito antes, eles não vão se separar <3 Vocês gostaram? :s Espero que sim! ^-^ Bem, comentem muito, por favor! :'(  Um aviso bom.. ou ruim... Com esse negócio de carnaval, talvez eu comece a postar a nova fic ainda semana que vem! Mas não garanto nada, okay? :') Comentem, comentem, comentem, comentem.... *o*


Beijemis, Bruna <3

2 comentários:

  1. AAAAAAAAAA ta muitoo lindoo! to morrendo de curiosidade *-* posta logo bjs!

    ResponderExcluir
  2. eu amo sua fic, MAS MEU, A DEMI SO CHORA TODA HORA!!!!! ela chora demais. por tudo. mesmo assim gostei.

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3