Visualizações

13 de jan de 2012

Do You Remember? - Chapter 6

Gabriela Hahaha, eu vi seu comentário no post anterior! :) Obrigada, amor! Você vai entender sim! Daqui pra frente a fic vai estar mais legal e você já já vai descobrir tudo o que aconteceu! :D Espero que goste do capítulo! *.* 


Stephanie Hahaha não foi uma indireta não! Hahaha você não é a única. Mas todos vão entender já já. Espero que goste! Te amo, bb <3


Chapter 6


-Eu já te perdoei Joe,  o passado não importa mais. Que tal esquecer isso e viver o presente? - perguntei segurando suas mãos. Ele apenas sorriu e me puxou para um abraço, me senti segura, nada podia estragar esse momento, eu me sentia bem ao seu lado.
Passamos boa parte da noite assim, juntos, sem muitas palavras, apenas com olhares, abraços e carinhos. Já era um grande passo. Daqui para frente as coisas seriam melhores.


Joe on:
Chegamos em casa e já era madrugada, dei boa noite a Demi e fomos cada um para seu quarto, a noite havia sido fantástica, porque ELA estava ao meu lado. Cai na cama com um sorriso bobo no rosto, ela me deixava assim. 
Acordei e já eram 11:00. Tomei um rápido banho e desci, Demi ainda não estava lá. Frankie havia dormido na casa de Noah, tomei meu café e fui buscá-lo. 


-Bom dia Miley! - disse lhe dando um abraço- Entra, Frankie e Noah estão jogando um jogo na sala- ela disse. Entrei e dei de cara com Demi, sentada na mesa da cozinha, comendo um pão.
-Joe! Bom dia! - Demi disse- Eu não queria te acordar, acabei vindo buscar o Frankie mas Miley me convenceu a ficar para o café- ela completou, dando um sorriso meigo.
-Tudo bem, acho que dormi um pouco demais hoje- disse rindo sem humor.
-Hummm... Sei- disse Miley, eu a olhei com uma cara confusa- Eu sei que vocês dois resolveram fugir ontem, como foi a noite? - ela nos encarava com um olhar malicioso e um sorrisinho sapeca no rosto.
-Não, não, não, não - Demi disse rapidamente- Fomos ao parque e voltamos pra casa, só isso- ela embaralhava as palavras, estava claramente nervosa e envergonhada.
Eu ri do jeito como Demi falava, Miley ainda nos olhava estranhamente, procurando saber se acreditava ou não.
-Miley- eu disse- Somos apenas amigos, não aconteceu nada ontem a noite. Já menti alguma vez pra você? - ela sabia a rsposta.
-Não- ela disse fazendo um biquinho fofo com a boca.
Demi e eu rimos de sua expressão.


Demi on:
Passamos o resto do dia na casa de Miley, conversando besteiras, comendo porcarias e vendo filmes. Nick voltou mais cedo de viagem, e nossos pais também já estavam em casa.
Era domingo de manhã, acordei com barulhos vindos da cozinha, eram vozes e risadas. Tomei um banho e curiosa, desci os degraus lentamente, vi uma cena que não esperava ver tão cedo, ela estava ali, abraçada a Joe e Nick, rindo provavelmente de alguma besteira que mamãe havia dito. Ela estava sentada na mesa, sua aparência havia mudado, mas eu reconheceria de longe. 


Joe on:
Acordei com Nick batendo desesperadamente em minha porta, de repente ele entrou, e eu não podia acreditar no que ouvia. Sim, ela havia voltado. A alegria tomou conta de mim, um sentimento inexplicável, fazia tempo que não a via, eu sentia saudades.
Desci as escadas correndo e lá estava ela, era quase que uma irmã para mim. Nick havia encontrado com Selena durante a viagem e a trouxe junto. Esses dois vivem  brigando, mas se amam muito. Selena e Demi eram grandes amigas, mas ela teve que sair do país para resolver um assunto de família, viajou para o Chile e não tinhamos notícias dela.


-Selena! - disse lhe dando um forte abraço- Como senti sua falta.
-Joe, desculpa ter ficado esse tempo todo fora, mas agora eu voltei para ficar- ela disse sorrindo-Onde está Demi? -perguntou.
-Bem aqui!- Demi respondeu com um grande sorriso no rosto, correndo em direção a Selena e lhe dando um abraço- Você voltou Sel, achei que havia esquecido de nós- Demi dizia, já com lágrimas nos olhos. Elas eram realmente muito amigas.
-NUNCA esqueceria de vocês! São como uma família para mim- Selena respondeu, também com lágrimas nos olhos.


Demi on:
Passamos a manhã conversando, contando as novidades e comemorando a volta de Selena.
Estava na hora do almoço, Nick e Selena haviam saido mais cedo, e agora alguns amigos da família chegavam em nossa casa. Fiquei em choque quando vi Odete passando pela porta, depois do nosso 'desentendimento' ela não havia voltado lá em casa. Meus pais não sabiam que ela iria, ficaram surpresos e ao mesmo tempo bem irritados. Joe segurou minha mão, me puxando em direção a porta dos fundos, olhei para ele, curiosa.


-Que tal irmos almoçar fora?- ele perguntou. Ele sabia que Odete aprontaria alguma
- Eu aceito- respondi sorrindo, agradecendo mentalmente.


Joe on: 
Fomos até um dos melhores restaurantes de L.A., eu sabia que ficar lá em casa não seria bom.  Pedimos uma comida e começamos a conversar, era bom ter minha Demi de volta. Até que uma coisa veio à minha cabeça.


-Demi- eu chamei- Posso te fazer uma pergunta?- disse com um pouco de receio.
-Claro- respondeu, dando um sorriso.
-Sexta, quando te encontrei na mesa, tomando o café da manhã... Você ainda não me respondeu por que estava com aquela carinha- eu disse, a olhando nos olhos. Ela pareceu paralizar- Ér.. Não foi nada- ela disse rapidamente, desviando o olhar.
- Eu te conheço muito bem Demi- era verdade- Por que não me diz o que aconteceu?- pedi.
Ela deu um grande suspiro- Eu tenho medo de ficar sozinha Joe, é uma coisa da minha infância que não consigo superar- eu a olhava, atencioso- O tempo que fiquei no orfanato não foi a melhor parte de minha vida- ela disse fechando os olhos com força- Eu não era bem tratada lá, as moças que cuidavam de mim me batiam, me obrigavam a limpar as salas do orfanato. Melissa, que era filha da dona, me ajudava sempre que podia- ela fez uma pausa- Uma vez, dona Marta me trancou em um quarto durante semanas, eu só saia para fazer as refeições. O quarto era escuro, não tinha janelas, apenas uma cama e um velho tapete. Isso se repetia com frequência. Quando sua mãe foi conhecer as crianças, era minha única chance. Melissa conversou com ela ... E então, ela me adotou.
Levantei a mão até o rosto de Demi, limpando suas lágrimas. Eu não podia acreditar. 
Nossa comida chegou, ficamos em silêncio por um tempo, paguei a conta e saímos do restaurante.


Demi on:
Depois de contar tudo à Joe, ficamos em silêncio por um bom tempo, quando saímos do restaurante, que ficava perto de nossa casa, fomos caminhando até uma pequena praia que ficava ali perto. Sentamos na areia  e Joe me abraçou, me confortando. As lágrimas começaram a sair descontroladamente, eu não conseguia impedir. Ficamos assim por um bom tempo, fui me acalmando aos poucos.


-Mais calma?- Joe perguntou, acariciando meu cabelo.
-Sim- dei um leve sorriso- obrigada- o abracei mais forte.
- Eu disse que estaria sempre ao seu lado, não disse? -concordei com a cabeça- Ninguém nunca fará mal a você, Demi. Eu estou aqui.


Eu não precisava de mais nada, ele estaria ao meu lado, eu me sentia segura. Voltamos para casa, ainda abraçados, sem falar muita coisa. Amanhã era segunda, mais um dia de escola.

Continua...
Espero que tenham gostado! :D Não sou muito boa escrevendo partes tristes... Mas quem sabe eu me saia melhor escrevendo capítulos mais... Apaixonantes, vamos dizer assim hahaha :) Já escrevi alguns e acho que ficaram beeeem legais! Comentem bastante, talvez eu poste o 7 ainda hoje, ele vai ter 2 partes. 


Beijemis, Bruna <3 Amo vcs <3

Um comentário:

  1. awwww essa fic tá cada vez mais fofa!!! tô amando!!! :)

    bjão!!

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3