Visualizações

17 de jan de 2012

Do You Remember? - Chapter 12 *The past* (Explanations)

Chapter 12 


Joe on: 
Acordei pronto para mais um dia de escola. Tomei um banho e me vesti. Desci para tomar café e não encontrei Demi lá. Esperei mais um pouco...E nada. Resolvi chamá-la, talvez o despertador tivesse falhado. Subi a escada e entrei sem bater. Encontrei Demi apoiada na bancada do banheiro, ela não parecia nada bem.


-Demi- falei colocando a mão sobre seu ombro- Aconteceu alguma coisa? Você não me parece bem... - eu disse.
-E não estou- ela disse com a voz falha- Acordei um pouco enjoada hoje, não consigo ir para a escola, estou fraca- dizia enquanto respirava fundo.
-Vem cá- eu falei a segurando pela cintura e colocando seu braço ao redor de meu pescoço, lhe dando apoio enquanto a levava para cama- Fica aqui que eu vou buscar um remédio, já volto- disse saindo do quarto.
Busquei o remédio, meus pais já haviam saído, fui novamente até o quarto de Demi, ela continuava na posição que eu deixara, estava imóvel.
-Toma- disse dando a ela um copo d'água acompanhado de um comprimido- Com isso você vai se sentir melhor- sorri para ela.
-Obrigada- respondeu forçando um sorriso e tomando o remédio. Queria poder ficar cuidando dela, mas teria uma prova importante, que perdi quando estava doente. Eu não poderia faltar.
-Queria tanto ficar aqui hoje com você... Mas tenho aquela prova de física, não posso faltar- disse meio triste.
Ela sorriu- Não precisa, Joe! Vá e faça sua prova com calma, eu vou sobreviver- ela disse rindo um pouco, já estava melhor, eu ri junto- É melhor ir, vai se atrasar- ela disse olhando no relógio.
-Tudo bem, eu vou. Mas volto o mais rápido possível. Qualquer coisa liga pro meu celular, ta?- perguntei, me levantando da cama.
-Tudo bem- ela forçou um sorriso.


Dei um beijo em sua testa e saí, indo em direção a escola. Chegando lá encontrei meus amigos e ainda consegui uma ajudinha de Selena antes da prova. Tive 3 tempos de aula entediantes, era engraçado o fato de que quando Demi estava comigo, até as aulas de Dona Clotilde ficavam mais divertidas. Fiz a prova, que não estava difícil, e voltei para casa antes do intervalo, precisava ficar com Demi. Mas quando estava andando em direção a minha casa, vi Trace e uns meninos conversando, não podia acreditar, ele havia voltado. Não, ele não podia estragar tudo de novo, não podia ter voltado agora.
Saí correndo, seria melhor que ele não me visse, precisava fala com Demi. Evitar o passado não seria possível, não agora. Cheguei em casa, largando a mochila em qualquer canto e subi os degraus da escada apressado. Estava indo em direção ao quarto de Demi quando vi a porta do meu quarto um pouco aberta, deduzi que Demi estava lá, entrei correndo e ela se assustou um pouco.


-O que aconteceu, Joe? - ela perguntou preocupada, se aproximando.
-Ele, Demi! Ele voltou.- eu dizia, mexendo no cabelo - Trace voltou.
Ela me olhava incrédula, sentou na cama, lágrimas desciam pelo seu rosto.


Demi on:
Estava vendo algumas fotos no quarto de Joe quando derepente ele entra correndo. Fiquei preocupada, mas logo que me disse que Trace havia voltado, minha preocupação aumentou, mas agora por outro motivo, o medo invadiu meu corpo, eu chorava e tremia, sentada na cama. Joe estava tão nervoso quanto eu.


-O que?! Eu.. Eu não acredito- disse, limpando as lágrimas que teimavam cair- Ele não pode ter voltado, ele não pode atrapalhar tudo de novo- dizia fitando o nada.
-Demi, por favor, fica longe desse cara- Joe disse se sentando ao meu lado. Ele ainda tinha dúvidas de que eu faria isso?
-É claro, Joe. Nunca chegaria perto dele de novo- respondi, ainda aflita.
Ele me abraçou e um tempo depois eu já estava mais calma. Ele se afastou um pouco e sugurou minha mão, me olhando profundamente nos olhos.
-Fica calma, nada do que aconteceu no passado vai influênciar nosso presente. Eu vou te protejer, Trace não chegará perto de você. Eu não deixarei- ele disse me olhando nos olhos. Eu me senti mais tranquila, porém não podia fingir que nada havia acontecido.


Trace era bem famoso na escola, mas não era uma fama 'boa'. Naquela época, eu me deixei levar por suas mentiras. Joe tentou me alertar, mas eu não o ouvia, estava presa dentro de uma grande mentira, estava cega pelo amor, um amor que não era verdadeiro. Não me lembro direito como aconteceu, mas foi derrepende, em um piscar de olhos eu e Trace estávamos juntos, não namorando oficialmente, mas podiamos chamar de 'namoro'. Isso aconteceu bem pouco tempo depois de eu ter vindo morar aqui. Ele me dava carinho, "amor", me dava coisas que eu não sabia direito o que eram. Eu não era uma menina com muitas amigas, ele me fazia sentir amada, querida. Pouco tempo depois as mentiras foram sendo reveladas, descobri algumas coisas sobre Trace, coisas não muito boas, mas esse não foi o ponto principal, ele andava estranho, não passava mais tanto tempo comigo. Uma noite fui até sua casa, lhe fazer uma surpresa e acabei descobrindo que ele me traía. Não pensei duas vezes antes de terminar tudo o que tinha com ele, Joe foi meu porto seguro. Cada vez no aproximando mais, nos tornando mais amigos, eu e ele começamos a namorar. Trace não ficou nem um pouco contente com a história, mas não fez nada para impedir, o que eu achava muito estranho. Mas tentei esquecer Trace e viver minha vida ao lado de Joe. Foram os melhores meses da minha vida, com Joe eu me sentia completa, verdadeiramente amada. Não vivia rodeada de mentiras nem sentimentos falsos. Nós éramos felizes. Uma tarde, fomos ao paque de diversões e enquanto Joe comprava nossos sorvetes, Trace apareceu.


Flashback on:
-Trace?!- eu falei um pouco alto demais- O que quer comigo? - ele não falava nada, apenas se aproximava cada vez mais.
Quando eu ia correr par longe dali, ele me beijou, claro que não correspondi. Mas Joe chegou bem na hora e viu o beijo.
-Demi- ele gritou, deixando os sorvetes caídos no chão- Como... Como pode? Logo o Trace, Demi? Eu.. eu.. Acabou Demi- ele disse, saindo as pressas dali, sem nem me dar a chance de argumentar. 
Me soltei de Trace, que sorria satisfeito, e saí a procura de Joe. Ele estava sentado na calçada de nossa casa, olhando para o chão.
-Joe- eu chamei, ele não mexeu um músculo-Joe, por favor- disse me sentando ao seu lado, ele rapidamente levantou.
-Chega, Demi. Eu já vi demais- ele dizia um pouco nervoso- Não dá mais... Você me traiu, Demi. Ainda por cima com Trace?!- ele gritava.
-Joe, pelo amor de Deus, foi ele que me beijou! Eu não fiz nada. Nunca te trairia, muito menos com Trace, você sabe tudo o que eu passei por causa dele- eu dizia, já com lágrimas nos olhos.
- Sim, eu sei. E é por isso que eu não acredito! Demi... Como pode? - ele dizia com os olhos vermelhos.
-Joe, me escuta, acredita em mim! Eu não correspondi, ele me beijou a força- eu dizia, implorando- Eu tentei fugir mais ele me beijou. Joe, acredita em mim- eu chorava muito.
-Desculpa, Demi. Não da mais- e então ele entrou em casa.
Nossos pais estavam em casa e eu não teria como explicar o que havia acontecido. Resolvi dar uma volta. Eu chorava muito, descontroladamente. Joe devia ter acreditado em mim. Derepente fui cercada por um grupo de garotos, minha visão estava embaçada e só consegui ver que eram 5... Só me lembro de ter levado uma forte pancada na cabeça. Quando acordei estava em um hospital, ao meu lado estavam Joe e mamãe.
Joe on:
Eu ainda não acreditava. Como Demi poderia ter feito isso? Como ela teve coragem? Eu estava em meu quarto, quando minha mãe entra desesperada.
-Joe! Pelo amor de Deus, onde está Demi ?- ela dizia, já chorando.
-Eu não sei mãe, o que aconteceu? - perguntei preocupado.
Mesmo tendo acontecido tudo aquilo, os sentimentos não iam embora assim tão facilmente. Eu me preocupava com Demi, aliáis, já faziam quase 4 horas desde o ocorrido.
-Eu... eu não sei, Joe! Não vejo ela desde a hora em que vocês saíram juntos- o desespero tomou conta de mim. Expliquei rapidamente tudo o que havia acontecido e em poucos segundos, todos já procuravam por Demi, ligavamos para delegacias, amigos, conhecidos... e nada de Demi. Decidi então ligar para o hospital central e senti um peso sair de dentro de mim. Demi estava bem. 
Fomos até o hospital, haviam alguns policias lá, que logo vieram falar conosco. Eles nos explicaram toda a história, desde o 'sequestro' até a tentativa de embarcar para outro país. Todos nós olhavamos incrédulos para os policiais, prestando atenção em cada frase dita por eles. Trace era louco. Ele e mais 4 amigos haviam 'sequestrado' Demi, e tentariam levá-la para fora do país. No aeroporto, na hora do embarque, alguns policiais que faziam a seguraça do local desconfiaram, e pararam os 5. Levaram Demi, que estava desacordada, ao hospital, enquanto Trace e seus amigos eram encaminhados a delegacia. Um deles confessou tudo, mas como eram menores de idade, não podiam ser presos. Somente Trace, que já podia responder por seus atos. Mas seus pais haviam alegado que ele era doente, e entrão Trace escapou dessa. 
Demi on: 
Depois de saber tudo o que havia acontecido, tive alta no hospital e fiquei durante 1 semana em casa, tentando me recompor do susto. Só voltei a escola quando soube que Trace havia mudado de cidade, e seus amigos, saido da escola. Prefirimos deixar todo esse assunto para trás, era melhor que ninguém soubesse. Contei somente a Selena e Joe comentou com Liam.
Depois desse susto, Joe veio se desculpar comigo. Ele queria uma segunda chance, agora dizia que acreditava, que cometera seu maior erro duvidando de mim. Mas eu não estava pronta para isso de novo, ele tinha que confiar em mim. Demos o assunto por encerrado e Joe propos que continuássemos amigos, deixássemos tudo como era antes, mas não aceitei. Parei de andar com seus amigos, me afastei de Miley, que apesar de tudo ficou do lado de Joe. Só me restara Selena. Mas logo depois ela teve que viajar, mas prometeu que voltaria, era um assunto realmente importante, e por mais que não quisesse deixa-la ir, tive que aceitar.
A partir daí, eu e Joe paramos de nos falar, apenas cumprimentávamos um ao outro, como se fossemos apenas conhecidos. Era por pura educação. Havíamos concordado em esquecer o passado.
Flashback off.


Eu não deixaria Trace nos atrapalhar dessa vez. Joe estava ao meu lado, poderíamos superar isso juntos. Mas o medo ainda era grande.


Continua...
Aí está o capítulo que explica tudo, espero que tenham entendido :) Hahaha. Eu já acabei de escrever a história, terá 20 capítulos. Comentem muito, por favor. Qualquer dúvida sobre a história, me perguntem ;) 


Beijemis, Bruna :) I love you all <3

3 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAA agora eu etendiii ! kkkkkkkkkk!! o trace é um idiota!! AA oq vai acontecer?????? POR FAVOR.. posta logooo! bjs!

    ResponderExcluir
  2. Linda, tá maravilhoso.. Bom, quando não fica, né!?
    Que bom que você esclareceu, porque eu tava ficando confusa, hahaha!
    Posso ajudar o Joseph.. Vou matar esse Trace logo!! Que idiota, sério!!
    Espero que ele não ponha um dedo na Demetria, não de novo!!
    Beijos, te amo, muito, muito, muito <33
    Da SUA LOVAQUETE

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3