Visualizações

16 de jan de 2012

Do You Remember? - Chapter 11

Chapter 11


Eu apenas assenti. Ele levantou minha blusa lentamente, por um momento congelei, não imaginava que ele faria isso. Por impulso, segurei sua mão. Ele apenas me olhou nos olhos e então, sem desviar o olhar, tirei minhas mãos das suas. Eu conhecia Joe muito bem, não havia por que ter medo. Ele não faria nada que eu não quisesse. Eu confiava nele.


Joe on:
Queria me divertir aquela tarde, não ter uma roupa adequada não iria impedir. Tive receio de fazer isso, por um momento pensei que ela exitaria, mas no fim, ela cedeu, me deixando terminar o que havia começado. Tirei sua blusa com delicadeza. Ela sabia que eu não faria nada de mais. Demi estava de saia, e para a minha surpresa, ela mesma a tirou, ficando apenas de langerie, como na noite do jantar com Sterling. Ela sorriu para mim, corando. Sorri de volta e segurei sua mão.
-Vamos- eu disse entrando na água, a trazendo junto comigo.


Fizemos guerra de água, falamos besteiras, rimos e acima de tudo, nos beijamos muito. Demi estava em um canto, um pouco afastado, observando algumas flores que ali estavam. Fui andando devagar e a abracei por trás, lhe dando beijos no pescoço. Ela suspirou e sorriu, se virando para mim, começamos um beijo calmo, que foi aos poucos se tornando mais apaixonado, demostrando desejo. Sem pensar muito, levei minhas mãos até o fecho de seu sutiã, ela se afastou na hora, se desvencilhando dos meus braços. Percebi a besteira que havia feito.


-Demi- disse indo em sua direção- Me... me desculpa, sério, eu.. - dizia nervoso, procurando as palavras certas, não podia ter cometido esse erro.
Ela se virou para mim, mas não olhava nos meus olhos, estava visivelmente envergonhada com o que acabara de acontecer.
-Por favor, me desculpa Demi, foi por impulso, eu... - eu falava tudo muito rápido, até ela me interromper.
-Não, Joe! Não se desculpe, você não fez nada... É que eu...
- Claro que eu fiz! - disse a interrompendo também- Olha, foi por impulso, eu entendo se não se sente preparanda ainda, não tem problema, eu espero o tempo que você quiser- agora ela já me olhava, ainda um pouco corada- Mas... Demi- continuei dizendo, acariciando seu rosto- Você sabe que nunca faria nada contra sua vontade, não é?- perguntei, acho que já sabia a reposta, Demi me conhecia muito bem.
-Claro que sei Joe- ela respondeu sorrindo- Eu te amo- disse me dando um abraço.
Ficamos assim por um tempo, quando estava escurecendo, resolvemos ir para casa, vestimos nossa roupa, que agora já estava seca, e fomos andando em silêncio. Fiquei feliz por Demi não ter ficado chateada com o que acontecera mais cedo.


Demi on:
Eu sabia que Joe me esperaria, também sabia que ele me amava. Mas não pude evitar o nersovismo na hora, foi maior que eu. Voltamos para casa, já estava de noite. Fomos em silêncio, mas por incrível que pareça, não era incômodo. Joe me abraçava de lado enquanto andavamos pela escura rua, iluminada apenas pelas estrelas.
Chegamos em casa, nossos pais já haviam voltado de viagem e preparavam o jantar, enquanto eu e Joe subiamos para nossos quartos.
Terminei de me arrumar e desci os degraus da escada calmamente, Joe já estava lá e nossos pais o olhavam com uma expressão não muito boa.


Joe on:
Tomei um banho para me livrar das roupas sujas e então desci para jantar. Me sentei à mesa onde meus pais me encaravam com uma cara não muito legal.
-Aconteceu alguma coisa, Joseph? - meu pai disse sério. Ele havia me chamado de 'Joseph', isso nunca era bom.
-Humm... Nada que eu saiba- disse. Eu realmente não sabia sobre o que estavam falando.
-Por que bateu naquele garoto, meu filho? Você nunca foi disso- minha mãe dizia, aparentemente mais calma que meu pai. Como ela sabia? Olhei para Nick... Ele não podia ter falado!
-Nick!- eu disse em tom de reprovação, lhe lançando um olhar mortal.
-Opsss- foi o apenas o que ele disse.
-Opsss?? - eu repeti, não acreditando no que ele havia feito.
-Nick não tem culpa, Joe- meu pai disse- Ele apenas comentou. Por que fez isso? - ele questionava.
Eu não podia falar o que realmente havia acontecido, não seria nem um pouco legal para Demi, teria que inventar alguma coisa. Eu odiava mentir, mas era necessário.
-Eu estava meio estressado, pai- respondi tentando não mostrar nervosismo- Ele veio com gracinha pra cima de mim e eu não aguentei, acabei descontando minha raiva no Sterling, mas já está tudo certo, eu já o pedi desculpas- disse tentando parecer sincero.
-Tudo bem...- ele me olhava desconfiado, pensativo, sem saber se acreditava.
-Foi isso mesmo que aconteceu, Nick?- minha mãe perguntou. Ele não podia dizer a verdade, Nick era o único além de Demi e eu que sabia o motivo do soco, ele não podia me entregar.


Nick sempre aprontou muito, e me contava todas as suas tramas e segredos. Eu sabia de tudo, mas também o contava muita coisa. Era a primeira vez que ele havia me entregado a meus pais, porém apesar disso, eu não faria o mesmo com ele.


-Foi sim mãe- Nick dizia, calmo- Eu já disse que não foi nada de mais.
Agradeci mentalmente, Nick me olhou discretamente, sussurrando um 'me desculpa', eu apenas sorri. Não ficaria com raiva dele por uma coisa tão boba.
-Bom, se é assim, tudo bem, filho- minha mãe dizia mais aliviada- Só não faça de novo- meu pai pediu.
-Tudo bem, não farei- concordei, bebendo um gole do meu suco. Demi chegou em seguida.


Demi on:
Me aproximei, sentando ao lado de Joe e percebi que havia algo errado.
-Aconteceu alguma coisa?- perguntei.
-Querida, você também sabia que Joe havia batido em um menino hoje? Por que não nos contou, Demi? - meu pai perguntou curioso. 
Eu fiquei paralizada por alguns segundos, sem saber o que falar, eles sabiam de tudo?  Nada saía pela minha boca, até que Joe respondeu por mim.
-Ela não sabia, pai- ele disse. Obviamente mentindo, mas agradeci por isso- Apenas Nick viu, Demi não tem nada a ver com isso- ele falou.
-Tudo bem, vamos jantar- minha mãe disse, pegando um prato e se servindo. Eu olhei para Joe com uma cara confusa, ele apenas sorriu.


Fiquei mais aliviada, eles não haviam descoberto sobre meu 'encontro' com Sterling. Jantamos tranquilamente, não havia sinal de irritação em nossos pais. 
Dei boa noite a todos e subi a escada. Joe veio logo atrás de mim, me deu um beijo e entrou em seu quarto, apenas fiz o mesmo.


Continua...


O que acharam? *.* Obrigada aos novos seguidores e aos comentários :D Comentem muuuuito, por favor! :) Amo vcs <3


Beijemis, Bruna :)

3 comentários:

  1. Oi linda, Giu aqui!!
    Tá maravilhoso, como sempre <33
    Ai, que fofos Jemi juntos, quero um Joe pra mim :((
    Que fofo, ele vai esperar ela,
    aww, quero muitos momentos Jemi, viu mocinha??
    Eu não vou ficar escrevendo aqueles comentários gigantes, você já deve estar cansada de ter que ler, hahaha!!
    Então vou só comentar o capítulo..
    E o senhor Nicholas?? Entregou o Joseph porque? Que feio..
    Ele acobertando a Demi, cara, que fofooooo!!
    --*--
    Amiga, eu to tãããão animada pra amanhã : )
    Vamos nos ver de novo!!
    Ebaaa!!
    Muito feliz : D
    Então.. vou parar por aqui, porque as minhas doidas devem estar chegando!!
    Te amo muito, do fundo do meu coração!!
    Beijos, da SUA LOVAQUETE.

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAA eu vou morrer de curiosidade !! vc nao pode fazer isso com agente..! ta muito perfeitooo! posta logo bjs!!

    ResponderExcluir

Vamos comentar?!?!..... SIM! :3